Últimas Notícias
Investing Pro 0
❤️ Ajude as vítimas do terremoto na Síria e na Turquia Doar

Poderes precisam frear retrocesso no combate à corrupção, dizem especialistas

Política 08.12.2022 13:41
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Poderes precisam frear retrocesso no combate à corrupção, dizem especialistas

O ex-ministro da Justiça Miguel Reale Junior e o presidente do Instituto Não Aceito Corrupção (Inac), Roberto Livianu, apontaram nesta quinta-feira, 8, retrocessos históricos no combate à corrupção no País e cobraram ação efetiva dos Poderes para a criação de políticas públicas anticorrupção. A participação efetiva da sociedade foi apontada por ambos como instrumento de controle essencial para impedir o avanço da impunidade.

Os especialistas participaram da abertura do sétimo seminário "Caminhos contra a corrupção", realizado pelo Estadão em parceria com o Inac, ao lado do diretor de conteúdo e operações do Estadão Blue Studio, Luís Fernando Bovo.

Para Reale Júnior, que abriu o painel "Como desatar os nós da impunidade da corrupção", a criação de uma cultura anticorrupção como forma de preservar os direitos humanos é tão importante quanto a existência de leis e mecanismos que combatam desvios de recursos públicos. Segundo ele, o comprometimento com a integridade deve se dar em uma adesão ética e de valores, e não "demonstrativa".

"O nó só vai ser eliminado no momento que nós tivermos uma difusão da validade da importância da honestidade como respeito ao outro. O problema não é se existe a lei, o problema é a eficácia. Está no plano da efetividade. Chega de declarações ou ameaças penais abstratas se não existe efetividade", disse.

Reale Júnior acredita que a corrupção só pode ser combatida quando a sociedade assumir seu papel de instrumento de controle. "A prevalência do privado sobre o público caracteriza a vida política brasileira. A corrupção está disseminada e adoece a sociedade brasileira no seu todo. Não existe consciência de sua nocividade", afirmou.

Roberto Livianu argumentou que as mudanças na Lei de Improbidade, na Lei da Ficha Limpa e na Lei de Abuso de Autoridade, bem como a forma como foram discutidas e votadas, são exemplos de um "cenário de retrocesso no combate à corrupção" no País.

"O Brasil, nos últimos quatro anos, experimentou declínio grave em relação à temática. Em 2021, houve enfraquecimento da Lei de Improbidade e da Lei da Ficha Limpa. Houve um uso abusivo dos decretos de sigilo e o Brasil figura em posições muito ruins nos relatórios de transparência", afirmou, citando as novas regras de prescrição para atos de corrupção, por exemplo. "Temos um declínio porque a sociedade não é ouvida."

Ele acredita que a ausência de uma política pública anticorrupção e o avanço de mecanismos como o orçamento secreto desestruturam os meios de combate. A legalidade das emendas de relator está em votação no Supremo Tribunal Federal; o julgamento, iniciado nesta quarta-feira, 7, será retomado na semana que vem.

Livianu citou ainda que o orçamento secreto fere os princípios da publicidade e da separação dos Poderes. "É mais um sinal dos tempos difíceis que vivemos, da deterioração republicana. Esperamos que o STF, sob relatoria da ministra Rosa Weber, tenha a necessária força de deplorar o orçamento secreto."

Transição

Para Luís Fernando Bovo, é fundamental, por exemplo, que os mecanismos anticorrupção atuem contra o apagão de dados e a cooptação de políticos no congresso nacional. "Em um momento de troca de governos é importante que quem chega tenha propostas claras no campo anticorrupção. Mais do que olhar para o passado, o objetivo é apontar caminhos para o futuro."

Os debates seguem nesta quinta-feira no auditório do Estadão e também são transmitidos pela TV Estadão. Na sexta, o seminário ocorre de maneira virtual. O evento ocorre em comemoração ao dia internacional de combate à corrupção, que é celebrado nesta sexta-feira, 9.

Poderes precisam frear retrocesso no combate à corrupção, dizem especialistas
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (4)
Lucas Souza
Lucas Souza 08.12.2022 14:17
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Lula vai ser preso.
Joao Faria
Joao Faria 08.12.2022 14:08
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O Bozo tem que ser preso imediatamente, o orçamento secreto foi o maior esquema de corrupção do planeta.
JOÃO JORGE
JOÃO JORGE 08.12.2022 13:55
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Primeira atitude : enjaular o cramulhão e jogar a chave fora (Fachin)
Andollinni Magalhães
Andollinni Magalhães 08.12.2022 13:42
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Como? Se o presidente eleito (Luladrão) foi responsável pelo maior esquema de corrupção da história desse país?
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail