Últimas Notícias
Investing Pro 0
🚨 Nossos dados Pro revelam a melhor ação da temporada de balanços Acesse dados

Últimas Notícias

Iguatemi finaliza conversão de ações ordinárias, formando mais 2 milhões de Units

Relator do Orçamento protocola PEC com prazo de 4 anos e impacto de até R$ 198 bi

Política 28.11.2022 19:01
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Relator do Orçamento protocola PEC com prazo de 4 anos e impacto de até R$ 198 bi

O senador Marcelo Castro (MDB-PI), relator-geral do Orçamento de 2023, protocolou nesta segunda-feira, 28, no Senado a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da Transição retirando o Bolsa Família do teto de gastos por quatro anos. Essa foi a principal mudança em relação ao anteprojeto apresentado há quase duas semanas pelo vice-presidente eleito Geraldo Alckmin. O impacto fiscal das medidas no ano que vem é de até R$ 198 bilhões.

Apesar de o texto prever a retirada completa do Bolsa Família do teto de gastos - a regra que limita o crescimento das despesas do governo à variação da inflação - por um período de quatro anos, o PT está disposto a negociar um prazo de dois anos, o que é resultado de pressão dos parlamentares.

A expectativa é que a PEC seja aprovada ainda nesta semana na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), presidida pelo senador Davi Alcolumbre (União Brasil-AP), que quer relatar a proposta. Mas ainda há conversas em andamento. Ele defende que o prazo, por exemplo, seja só para o ano que vem. Para destravar a votação no colegiado que comanda, quer apoio do PT para retornar ao comando da Casa no biênio 2025/26.

Com a dificuldade nas negociações, travadas há duas semanas, integrantes do PT chegaram a considerar a adesão à PEC alternativa apresentada pelo senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), que eleva o teto de gastos em R$ 80 bilhões, ao invés de tirar o Bolsa Família da regra. Castro e alguns petistas, porém, dizem que o valor é insuficiente para recompor despesas do Orçamento de 2023.

Lula precisou vir à Brasília e entrar pessoalmente nas articulações. Era mais uma cobrança feita pelos parlamentares, que estavam reclamando do excesso de interlocutores sem real gerência nas tomadas de decisões. "A ideia inicial era formar texto de consenso, mas a negociação demorou muito. Combinamos com líderes que daríamos entrada e vamos então buscando texto comum", afirmou Castro a jornalistas, ao chegar para uma reunião com Lula no Centro Cultural Banco do Brasil (BVMF:BBAS3) (CCBB), sede do governo de transição. A reunião com políticos do MDB para debater os detalhes da PEC, que ainda podem mudar na tramitação, conta com a participação do ex-ministro Fernando Haddad, cotado para o Ministério da Fazenda.

A previsão inicial do PT era que a PEC fosse aprovada no plenário do Senado nesta terça-feira, 29. Como ainda não há consenso sobre o texto, os petistas já admitem nos bastidores que a votação pode ficar para a semana que vem, com a aprovação nesta semana apenas na CCJ. Na Câmara, dizem os correligionários de Lula, o acordo está mais avançado porque a PEC está atrelada ao apoio do PT à reeleição de Arthur Lira (PP-AL) à Presidência da Casa, que deve ser anunciada amanhã. "É inimaginável que não tenhamos a PEC aprovada este ano", declarou Marcelo Castro.

Além de tirar o Bolsa Família do teto, com um impacto fiscal de R$ 175 bilhões (parcela de R$ 600 mais o adicional de R$ 150 para cada criança de até seis anos), a PEC protocolada por Castro também deixa fora das regras fiscais até 6,5% das receitas extraordinárias do governo, com base em dados de 2021, para direcionar esses recursos a investimentos públicos, com um impacto de até R$ 23 bilhões. O texto também tira do teto doações ambientais e receitas próprias e doações a universidades.

Relator do Orçamento protocola PEC com prazo de 4 anos e impacto de até R$ 198 bi
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (57)
Ricardo Gomes
Ricardo Gomes 29.11.2022 8:49
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
A Venezuela está bem mais próxima que a Argentina! Parabéns você que votou no LADR@O FAZ O L. Afinal também ajudou a destruir o Brasil.
Mathew Newmann
Mathew Newmann 29.11.2022 7:33
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Depois do Bozo furar em 800 bilhões, a vez do Lula repetir. Com Bozo foram 600 bi na pandemia, 120 vi no calote para o mensalão secreto e 60 bi compra de votos decretando estado de calamidade BOZO=LULA=Ladrão Populista
Luiz Otavio Barnabé
Luiz Otavio Barnabé 29.11.2022 7:17
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Fomos enganados novamente!
Luis Guilherme Della Costa
Luis Guilherme Della Costa 29.11.2022 7:17
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Só quem foi estupido o suficiente pra acreditar na quadrilha do bem.
Edson Del Rio
Edson Del Rio 29.11.2022 6:02
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Ao que tudo indica, mais uma vez, a proposta é encaminhada de forma muito inflada, bem acima daquilo pretendido. Vai que a proposta passe . . .
Celso Louzada
Celso Louzada 29.11.2022 5:38
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Não passará!
Thales guimaraes
Thales guimaraes 29.11.2022 4:55
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Aihnnnnnn eu achei que com o barba eu ia comer picanha e choop! Aihnnnn fui enganado pelo bom velinho! O amor venceu e meus investimentos derreteram! Aihnnnn achei que o mercado ia gostar do barba mas ultimamente ele anda nervosinho kkkkkkk! Fazueliiiii
Danilo Fraga
Danilo Fraga 29.11.2022 1:50
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
A trajetória da dívida está sob controle, mesmo com esse gasto adicional, o que tá fora de controle é a miséria, o egoísmo da elite mais cruel e sabotadora do seu próprio país no mundo e o fanatismo boçal de uma horda de aloprados que não têm o menor apreço pela civilidade e pela democracia.
Rodrigo Rigd
Rodrigo Rigd 29.11.2022 0:58
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Fazuele sem bolsa familia !
Carlos carvalho
Carlos carvalho 29.11.2022 0:58
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Tchutchuca do Jair.
Carlos carvalho
Carlos carvalho 29.11.2022 0:58
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Alienado. Porque você não fica 15 dias sem comer para aprender o que é passar fome? Mesquinho do inferno.
João SM
João SM 29.11.2022 0:05
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
👌👈
Leandro Luis Silva
Leandro Luis Silva 28.11.2022 23:30
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Eu acho que 198 bilhoes é pouco…deveria gastar é mais…
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail