Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

China compra cerca de 300 aviões da Airbus, em novo golpe à rival Boeing

Ações 03.07.2022 12:31
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. China compra cerca de 300 aviões da Airbus, em novo golpe à rival Boei

A China fez uma grande encomenda em nome de três de suas maiores companhias aéreas para cerca de 300 jatos da Airbus (EPA:AIR), a primeiro grande compra de novos aviões do país desde antes da pandemia. Pequim, que normalmente compra aeronaves para suas aéreas, era um dos maiores e mais importantes compradores de jatos antes da pandemia. A Boeing (NYSE:BA) (BVMF:BOEI34)citou repetidamente a China como essencial para seus próprios planos de crescimento de produção.

A empresa americana, contudo, perdeu para a rival Airbus na encomenda divulgada nesta sexta-feira, embora isso não impeça um acordo futuro. A China Southern Airlines - a maior cliente do problemático 737 MAX da Boeing na China - estava entre as três companhias aéreas a comprar jatos Airbus. China Southern, Air China e China Eastern Airlines devem receber um total de 292 novas aeronaves a partir de 2023, disseram as empresas em comunicados separados. Juntos, os negócios são avaliados em US$ 37 bilhões antes dos descontos habituais concedidos às companhias aéreas, de acordo com as declarações.

Quando a covid-19 surgiu pela primeira vez na China, as companhias aéreas do país estavam entre as primeiras a cancelar voos, iniciando o que se tornaria uma hibernação global para viagens aéreas. As companhias aéreas de todo o mundo pararam de comprar novos aviões e a Airbus e a Boeing reduziram a produção. Mas o fim das restrições em grande parte do mundo desencadeou novamente a crescente demanda por viagens - e por novos jatos.

As viagens aéreas na China, no entanto, têm tido desempenho inferior ao do restante do mundo. Após uma rápida retomada dos voos domésticos, a demanda caiu novamente, enquanto o país luta contra os surtos de covid-19. Em maio, com o lockdown de Xangai, as vendas domésticas de ingressos caíram 77% em relação ao ano anterior.

Fonte: Dow Jones Newswires.

China compra cerca de 300 aviões da Airbus, em novo golpe à rival Boeing
 

Artigos Relacionados

Rede D'Or tem queda de 25% no lucro do 2º tri
Rede D'Or tem queda de 25% no lucro do 2º tri Por Reuters - 15.08.2022

SÃO PAULO (Reuters) - A rede de hospitais D'Or teve lucro líquido de 358,4 milhões de reais no segundo trimestre, 25% abaixo do desempenho de um ano antes, em resultado...

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (3)
Neto Paes
Neto Paes 04.07.2022 8:34
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Agora comprar da Airbus virou golpe na Boeing?
Valdir Nunes
Valdir Nunes 03.07.2022 23:25
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Se o Nine Fingers estivesse no comando a China teria comprado uns 150 aviões da Embraer. Isso vai mudar 🥩🍻🎅
Hailton Barros
Hailton Barros 03.07.2022 23:25
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Gado está alvoroçado e preocupado.
Neto Paes
Neto Paes 03.07.2022 23:25
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Verdade e a organização criminosa do nine, o PT teriam roubado mais alguns bilhões...
Glauco Mendes
Glauco Mendes 03.07.2022 20:39
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
A Boeing esperava o que? Despachar os 737Max ? A China fez uma escolha focada em estabilidade e segurança. Mas, aos vitimistas americanos isso pode soar como agressão política...
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail