Garanta 40% de desconto
⚠ Alerta de Balanço! Quais ações estão prontas para disparar?
Veja as ações no nosso radar ProPicks. Essas estratégias subiram 19,7% desde o início do ano.
Não perca a lista completa

Empresas de telecom recorrem a Big Techs diante de implementação lenta do 5G na UE

Publicado 29.01.2024, 14:51
Atualizado 29.01.2024, 17:45
© Reuters.

Por Foo Yun Chee

BRUXELAS (Reuters) - O grupo de telecomunicações europeu ETNO pediu novamente às Big Techs que ajudem a financiar a implementação das redes banda larga e 5G, divulgando dados que mostram que a Europa está atrás dos Estados Unidos e da Ásia em redes 5G, computação em nuvem, investimentos e receitas.

Os comentários do grupo, cujos membros incluem Deutsche Telekom, Orange, Telefónica e Telecom Italia, surgem no momento em que a Comissão Europeia prepara uma proposta sobre redes digitais e infraestrutura para 21 de fevereiro.

As esperanças do setor de telecomunicações da União Europeia de conseguir que empresas como Google (NASDAQ:GOOGL), Amazon (NASDAQ:AMZN), Netflix (NASDAQ:NFLX), Meta e Microsoft (NASDAQ:MSFT) ajudem a financiar a implantação do 5G e da banda larga foram frustradas no ano passado, após a Comissão decidir não propor legislação nesse sentido, mas deixar para a próxima equipe em 2025.

© Reuters. Participantes do Congresso Móvel Mundial em Barcelona
03/03/2015
REUTERS/Gustau Nacarino

Apesar de um recorde de investimentos de 59,1 bilhões de euros pelo setor no ano passado, apenas 10 das 114 redes na Europa são 5G autônomas, afirmou a entidade, citando um relatório encomendado ao grupo de pesquisa Analysys Mason.

Na computação de borda, que aproxima as habilidades de computação do utilizador final, a Europa teve apenas quatro ofertas comercializadas em 2023, contra 17 na região Ásia-Pacífico e nove na América do Norte, afirmou.

"O debate moldará a força de longo prazo do setor de telecomunicações europeu, bem como sua capacidade geral de investimento", disse o relatório.

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.