Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Últimas Notícias

Criptomoedas recuperam 30% de seus preços em sete dias

Investidores LGBTQ+: Desigualdade social e legal impacta estratégia, diz UBS

Ações18.06.2021 16:26
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters.

Por Ana Julia Mezzadri

Investing.com - A completa igualdade legal e social não existe em nenhum lugar do mundo. Por isso, de acordo com o UBS, os investidores LGBTQ+ devem considerar diferentes aspectos na hora de montar suas estratégias.

“Quando diferentes grupos enfrentam diferentes ambientes social e legal, eles precisam investir de maneira diferente para lidar com os desafios que encaram. Ainda que as principais preocupações dos investidores sejam as mesmas, independente de gênero ou orientação sexual, os investidores LGBTQ+ tendem a ter necessidades e desafios diferentes”, resume o banco.

De uma maneira geral, segundo o UBS, uma boa abordagem é pensar na carteira de investimentos em três frentes: curto prazo, longo prazo e aposentadoria. 

A porção de curto prazo deve ser encarada como uma reserva para arcar com as despesas do dia a dia ou custos inesperados em caso de imprevisto. Nessa categoria, o banco recomenda ativos de alta liquidez, “mesmo que isso signifique aceitar um retorno menor ou até negativo, ter acesso a esses fundos irá ajudá-lo a evitar problemas de liquidez”, afirma o relatório.

A segunda parte deve ser pensada para cobrir despesas esperadas no futuro próximo. Nesse sentido, é possível considerar ativos com taxa de retorno um pouco mais alta, em troca de liquidez. Finalmente, a terceira parcela pode ser investida em ativos com longa duração, para tirar proveito dos juros.

Particularidades do investidor LGBTQ+

Em primeiro lugar, muitos membros da comunidade LGBTQ+ encaram preconceito dentro de suas próprias famílias e, em alguns casos, optam por cortar ou diminuir relações e, assim, deixam de contar com sua família para suporte financeiro. Isso pode significar, por exemplo, dificuldades para abrir negócios próprios, visto que o financiamento familiar é a maior fonte de investimento para novos empreendedores.

Esse, segundo o UBS, é um dos aspectos que devem ser levados em conta por pessoas LGBTQ+ ao construir suas estratégias de investimento, especialmente no que diz respeito ao curto prazo - uma “reserva de emergência” para cobrir os custos do dia a dia em caso de imprevistos.

Outro fator importante é a segurança de emprego, visto que, em muitos países ao redor do mundo, mesmo onde há proteção legal, pessoas LGBTQ+ podem ter sua estabilidade no emprego prejudicada pelo preconceito social. Até mesmo a necessidade de esconder sua orientação sexual no ambiente profissional pode trazer danos, como uma performance abaixo da esperada devido ao estresse.

Financeiramente, uma maior rotatividade de emprego pode significar menos contribuições à aposentadoria por parte do empregador ou até um número maior de contas de previdência, o que torna sua gestão mais difícil. Por isso, a recomendação do UBS é uma gestão para tirar proveito de cada fundo de aposentadoria e construir uma estratégia.

Um terceiro aspecto a ser considerado é o fato de grande parte da comunidade LGBTQ+, especialmente os jovens adultos, optar pela vida em grandes cidades - que tende a ser significativamente mais cara do que a vida no interior. Assim, esses jovens adultos podem ter mais dificuldade em construir reservas e, por isso, começar sua jornada de investimentos em desvantagem.

Além disso, devido a uma tendência maior de se realocar, a propriedade de imóveis entre a comunidade LGBTQ+ tende a ser menor do que a média da população. Ainda que o aluguel possa trazer vantagens, como uma maior flexibilidade, há uma série de pontos negativos, como uma maior dificuldade no acesso a crédito de baixo custo.

“Por causa desses desafios, é ainda mais importante desenvolver um planejamento financeiro holístico e construir uma estratégia de liquidez”, aponta o banco. Além disso, para investidores que não pretendem adquirir imóveis, é necessário considerar custos maiores na aposentadoria.

Para além dos fatores mencionados, também os gastos com saúde tendem a ter características diferentes para a comunidade LGBTQ+. Pessoas trans, por exemplo, podem ter de arcar com tratamentos ou até viagens para encontrar profissionais especializados. Pessoas LGBTQ+ que queiram ter filhos também podem ter de custear tratamentos.

Além disso, o preconceito, bullying ou dificuldades de aceitação podem acarretar em problemas em relação à saúde mental, o que frequentemente traz consigo custos consideráveis de tratamento. Outro fator a ser considerado é que, em locais em que não há igualdade de casamento, pode não ser possível estender os benefícios de plano de saúde para parceiros, o que representa um custo adicional para as famílias LGBTQ+.

Por isso, a recomendação do UBS é que investidores LGBTQ+ antecipem ou planejem despesas de saúde que provavelmente irão encontrar ao longo da vida e considerem a melhor maneira de arcar com elas - seja utilizando a saúde pública, planos de saúde ou pagamentos particulares.

A aposentadoria de pessoas LGBTQ+ também pode ter particularidades, principalmente para casais. Isso porque muitos países não oferecem ou dificultam a transferência de ativos financeiros de um membro do casal para o outro em caso de morte. Por isso, pode ser interessante pensar em instrumentos como testamentos e procurações.

Finalmente, cada vez mais os investidores, de maneira geral, buscam investimentos que se encaixem em seus valores. No caso da comunidade LGBTQ+, investidores podem tomar decisões financeiras em torno de empresas que busquem igualdade, diversidade e inclusão. 

Isso, segundo o banco, pode ser feito de diferentes maneiras: alguns investidores podem optar por excluir investimentos em companhias que têm históricos ruins em termos de direitos LGBTQ+, enquanto outros podem optar por selecionar companhias cujas características ESG sejam alinhadas com seus valores. Essa segunda abordagem, da inclusão, tende a ser mais eficiente tanto em termos financeiros quanto sociais, na visão do banco.

Investidores LGBTQ+: Desigualdade social e legal impacta estratégia, diz UBS
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (143)
Jhonathan José Oliveira Silva
Jhonathan José Oliveira Silva 22.06.2021 11:05
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
🤦🏽‍♂️
Heller Oliveira
Heller Oliveira 21.06.2021 5:58
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Interessante pensar nas possíveis particularidades da aposentadoria.Achei o tema da matéria interessante e representativo.Boa parte de quem tá reclamando nos comentários não entendeu que a matéria fala de ESTRATÉGIA de investimento. E que isso nada tem a ver com a vida deles ou com a forma que a bolsa funciona ou deixa de funcionar pra eles. Tem gente se doendo demais.. A fragilidade é evidente kkk
Victor do Vale
Victor do Vale 20.06.2021 23:35
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
E eu aqui pensando que o mercado era democrático! Imagine só, o mercado se importar com sua cor de pele, opção sexual, orientação política, religiosa... A próxima notícia será: Sardinhada luta contra desigualdade entre "stoploss" - Deixem meu stop curto em paz!
Pitta Junior
Pitta Junior 20.06.2021 19:54
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Meu Deus, total falta de assunto... estão buscando diferenças onde não existe! Meu dinheiro é diferente, seja qual for a minha opção sexual? Vou investir diferente dependendo da minha orientação? Faça me o favor....
Bruno Zorzaneli
Bruno Zorzaneli 20.06.2021 19:36
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
QUE DESGRAÇA!
Wagner Freitas
Wagner Freitas 20.06.2021 19:36
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Tirou da minha boca, prezado!!
Thiago Henrique
Thiago Henrique 20.06.2021 19:19
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
E a UBS sendo lixo como sempre....
Vinicyus Oliveira
Vinicyus Oliveira 20.06.2021 19:12
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
A minha resposta pra essa matéria vai ser nas urnas ano que vem votando em Jair Bolsonaro.
Fernando Lopes
Fernando Lopes 20.06.2021 19:06
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
a bolsa é o local mais democrático e menos preconceituoso do mundo, ninguém quer saber opinião política, sexualidade, cor de pele, time de futebol, religião, idade, altura....homebroker não se importa com quem está operando, precisa de um cérebro e estudo. o que faz com o próprio corpo não altera as cotações
Heller Oliveira
Heller Oliveira 20.06.2021 19:06
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
ce entendeu que a matéria tá falando de estratégia de investimento? acho que não kk
Fernando Lopes
Fernando Lopes 20.06.2021 19:01
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
homebroker não se importa com quem está operando, precisa de um cérebro e estudo. o que faz com o próprio corpo não altera as cotações
Marcilio Ferreira
Marcilio Ferreira 20.06.2021 18:37
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Quem entrou só pra ver os comentários?
Sartana Johnny
Sartana 20.06.2021 18:37
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Comentário tá melhor que o texto
Carlo Spallazanni
Carlo Spallazanni 20.06.2021 18:37
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
🙋‍♂️
Juliana Resende Bussade
Juliana Resende Bussade 20.06.2021 18:37
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
🤣🤣🤣🙋‍♀️
Sídney de Almeida
Sídney de Almeida 20.06.2021 18:37
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
tem que entra nos comentários pq não dá pra fica indignado sozinho pra que isso qual sentindo chama atenção sei lá
José Artur Medina
José Artur Medina 20.06.2021 18:30
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Ainda bem que não há igualdade, nem em uma mesma árvore existem duas folhas iguais. Aqueles que "buscam fazer um mundo mais justo" por meio da igualdade na verdade são  intolerantes com a diversidade, e querem que todos tenham um mesmo discurso. Que direito essas pessoas tem de tentar modificar a forma de pensar das famílias e da sociedade ? Viva a liberdade de expressão e de pensamento.
Sartana Johnny
Sartana 20.06.2021 18:30
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Belo texto.
Sartana Johnny
Sartana 20.06.2021 18:30
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Querem um mundo igual, se nem mesmo o Criador o fez para o homem.
pablo nunes
pablo nunes 20.06.2021 18:24
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
pu#a que pariu o que isso tem haver com investimentos?
Marcio Mores
Marcio Mores 20.06.2021 18:11
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O que tem a ver as cuecas com as calças...
Carlos Eduardo Ferraz
Carlos Eduardo Ferraz 20.06.2021 17:53
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Que materia lixo
Ludwig da silva
Ludwig da silva 20.06.2021 17:50
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
reportagem LIXO
jonatas souza
jonatas souza 20.06.2021 17:37
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Kkk mercado nao quer saber seu sexo kkkk
Tiago Ramon
Tiago Ramon 20.06.2021 17:31
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Só faltava essa, vou nem ler esse lixo, só pelos comentários...
Gibran Malaquias
Gibran Malaquias 20.06.2021 17:01
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Nao sabia que matematica tinha sexo!Estrategia agora tem sexo feminino e masculino!Materia lixo nem li mas so pelo enunciado ja se percebe a qualidade desse app. Mais algumas magrrias assim eu vou excluir essa porcaria!
Rogerio Joao
Rogerio Joao 20.06.2021 16:55
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Tem diferença entre investidores ?Falta de materia vixxi
Renato Melo
Renato Melo 20.06.2021 16:53
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
vcs são muito chato com isso guela baixo não.
Douglas Grapeia
Douglas Grapeia 20.06.2021 16:43
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Pronto, agora querem colocar opção sexual em investimentos.Ooo povo chato...
Edy Tonel
Edy Tonel 20.06.2021 16:42
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Hétero.
Edy Tonel
Edy Tonel 20.06.2021 16:40
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Façam uma matéria sobre como pessoas como eu (étero) pode ter sucesso nos investimentos, eu não sabia que o mercado tinha olhos. Maceió Alagoas.
Tiago Pichetti
Tiago Pichetti 20.06.2021 16:38
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Quem está achando ruim é porque não tem a menor empatia ao próximo, se não entende e não se coloca ao lugar do outro não tem nem porque comentar. Achei os argumentos válidos e úteis para alguns casos.
Jessica Freire
Jessica Freire 20.06.2021 16:38
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Como a maioria das pessoas que vivem na pobreza no país.
Marcelo Augusto
Marcelo Augusto 20.06.2021 15:40
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Há tempos eu não lia uma matéria tão "non-sense"
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail