Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Juros caem com temor de recessão global reduzindo aposta em BCs agressivos

Ações 01.07.2022 18:18
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
Juros caem com temor de recessão global reduzindo aposta em BCs agressivos

Os juros futuros encerraram a sessão regular em queda. O temor de recessão global traduzido no recuo expressivo dos rendimentos dos Treasuries trouxe alívio às taxas locais em geral, prevalecendo à pressão contrária da alta do dólar e do petróleo, num dia em que também matérias primas agrícolas tiveram queda generalizada.

Os indicadores de gerentes de compra (PMI, em inglês) industriais fracos nos Estados Unidos e na zona do euro reduziram as apostas de política monetária mais agressivas pelos bancos centrais. Por aqui, o cenário fiscal continua preocupante, mas a expectativa de aceleração no trâmite da PEC dos Benefícios para ser aprovada na semana que vem na Câmara sem alterações quanto ao texto que veio do Senado também ajudou a curva a fechar.

A taxa do contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para janeiro de 2023 fechou com taxa de 13,695%, de 13,79% no ajuste de quinta-feira, e a do DI para janeiro de 2024 caiu de 13,381% para 13,325%. O DI para janeiro de 2025 terminou com taxa de 12,63%, de 12,71%, e a do DI para janeiro de 2027, em 12,61%, de 12,65%. Na semana, porém, houve ganho de inclinação, com o diferencial negativo entre os DIs para janeiro de 2027 e janeiro de 2024 passando de -78 pontos na última sexta-feira para -71 pontos neste dia 1º de julho.

As taxas começaram o dia em queda, chegaram a virar para alta no meio da manhã quando o dólar ganhava mais fôlego mas o movimento não se sustentou, dado que os juros dos Treasuries foram ainda mais para baixo dos 2,90% no caso das T-Notes de 2 e 10 anos. "Se tivermos crescimento global menor, a demanda por commodities deve cair e os BCs não deverão precisar ser tão duros", explica o operador de renda fixa da Mirae Asset Paulo Nepomuceno.

O quadro para as contas públicas segue incômodo, com a PEC dos Benefícios aprovada na quinta-feira pelo Senado elevando o gasto extra teto a R$ 41,25 bilhões após inserção de benesses de última hora. Ao menos, teve a boa notícia de que ajuste no texto limitou o potencial de gastos a ser permitido pela decretação do estado de emergência.

O líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), disse que intenção é unir a proposta com a PEC dos biocombustíveis, que já tramita na Câmara, e votar sem alterações. "Se a proposta passar na Câmara da forma como foi aprovada no Senado, vai direto para promulgação pelo Congresso", disse Barros.

Eduardo Velho, economista-chefe da JF Trust, disse que as negociações que estão sendo feitas na Câmara para acelerar a aprovação do texto na Casa trazem algum alento. "Caem as chances de "novas manobras fiscais", disse.

Juros caem com temor de recessão global reduzindo aposta em BCs agressivos
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (1)
José Artur Medina
José Artur Medina 01.07.2022 18:25
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Nos poupe do que o Estadinho acha ou deixa de achar,. este panfleto tem uma visão militante da realidade. Quer informações então pra que ler o Estadinho?
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail