⌛ Perdeu a alta de 13% da ProPicks em maio? Assine agora e receba mais cedo as ações de Junho.Desbloquear ações

Doadores esperam arrecadar mais de U$1 bi para Sudão em 1º aniversário da guerra

Publicado 15.04.2024, 10:32

Por Elizabeth Pineau

PARIS (Reuters) - Uma série de doadores deve prometer "bem mais de um bilhão de euros" (1,07 bilhão de dólares) para o Sudão em uma conferência de ajuda em Paris nesta segunda-feira, no primeiro aniversário de uma guerra civil devastadora, disse uma fonte diplomática.

Os esforços para ajudar milhões de pessoas que foram levadas à beira da fome pela guerra têm sido impedidos pela continuação dos combates, pelas restrições impostas pelos lados beligerantes e pelas demandas dos doadores em relação a outros desastres globais.

"É óbvio que a série de crises - estou pensando em Gaza e na Ucrânia - colocou a crise sudanesa em segundo plano", disse o ministro das Relações Exteriores da França, Stéphane Séjourné, na conferência de Paris.

A UE se comprometerá com 350 milhões de euros, enquanto a França adicionará 110 milhões de euros, segundo três fontes. Os Estados Unidos investirão um total de 147 milhões de dólares, acrescentaram. A Alemanha prometeu 244 milhões de euros nesta segunda-feira.

"Espero que (o valor) seja bem superior a um bilhão de euros", disse a fonte diplomática francesa, sem especificar de onde virá o restante do dinheiro.

"Podemos conseguir juntos evitar uma terrível catástrofe de fome, mas somente se agirmos juntos agora", disse a ministra das Relações Exteriores da Alemanha, Annalena Baerbock, acrescentando que, na pior das hipóteses, um milhão de pessoas podem morrer de fome neste ano.

Na sexta-feira, o Ministério das Relações Exteriores do Sudão, alinhado ao Exército, protestou contra o fato de não ter sido convidado para a conferência. "Devemos lembrar aos organizadores que o sistema de tutela internacional foi abolido há décadas", disse em um comunicado.

O Exército afirmou que não permitirá a entrada de ajuda nas vastas áreas do país controladas por seus inimigos das paramilitares Forças de Apoio Rápido (RSF). As agências de ajuda humanitária têm acusado as RSF de saquearem a ajuda, algo que a organização nega.

A guerra no Sudão, que eclodiu em 15 de abril de 2023, entre o Exército sudanês e as RSF, tem devastado a infraestrutura, provocado alertas de fome e deslocado milhões de pessoas dentro e fora do Sudão.

Milhares de civis foram mortos, embora as estimativas do número de mortes sejam altamente incertas. Cada lado tem sido acusado de crimes de guerra, e as RSF e seus aliados foram responsabilizados pela limpeza étnica em Darfur Ocidental. Ambas as facções negam amplamente as acusações contra elas.

Últimos comentários

Carregando o próximo artigo...
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.