🔥 Ações selecionadas por IA com InvestingPro Agora com até 50% de descontoGARANTA JÁ SUA OFERTA

Bancos Centrais Mundiais Já Sinalizam Aperto; Fed Ficará para Trás?

Publicado 28.05.2021, 10:31
EUR/USD
-
GBP/USD
-
AUD/USD
-
EUR/GBP
-
CAD/USD
-
USD/NZD
-
CL
-
DXY
-

Após semanas de relatórios econômicos importantes de todos os cantos do planeta, a falta de dados capazes de movimentar os mercados de câmbio, com exceção da decisão de juros do Reserve Bank da Nova Zelândia, mostra que possivelmente teremos pregões consolidados.

Nesta semana, entretanto, ocorreu o oposto, já que os bancos centrais do Reino Unido e Nova Zelândia deram indicações de aperto.

A libra esterlina disparou ontem com comentários de Gertjan Vlieghe, do Banco Central da Inglaterra, sobre uma possível alta de juros já na primeira metade do ano que vem, se o mercado de trabalho se recuperar mais rápido do que o esperado.

Logo em seguida, o primeiro-ministro britânico Boris Johnson falou que nenhum dado referente à Covid-19 justificava um atraso da reabertura em 21 de junho.

O otimismo de Vlieghe e o rali na libra são consistentes com a melhora nos dados e a previsão geral do banco central de uma recuperação mais rápida. Em sua última reunião, no início de maio, o BoE disse que esperava que a economia retornasse aos níveis pré-pandemia até o fim do ano.

Apesar da redução do ritmo de compras de ativos, a libra caiu forte no momento, pois o banco central não mudou sua projeção de alta da taxa de juros. Essa foi uma das primeiras vezes em que vimos uma autoridade monetária ser tão específica sobre um aperto precoce e, com isso, nossa expectativa é que o par GBP/USD registre novas máximas de três anos e o EUR/GBP caia em direção às mínimas de 2020 nas próximas semanas.

Isso ocorre após o Reserve Bank da Nova Zelândia prever uma elevação de juros no segundo trimestre de 2022. Essa foi a primeira previsão oficial do banco central desde a pandemia e, por enquanto, mostra-se mais agressiva do que a posição do Federal Reserve e do Banco Central Europeu. Dessa forma, nossa expectativa é que o desempenho das divisas NZD e GBP supere o de outras grandes moedas nas próximas semanas.

A grande questão agora é: Quem será o próximo a mudar seu guidance? Todos os olhos estão voltados ao Federal Reserve e o comportamento do mercado com a divulgação do deflator do gasto com consumo pessoal (PCE, na sigla em inglês) na sexta-feira. Esse indicador é a medida preferida do Fed para a inflação.

Inflação americana fica acima do esperado em abril

O Fed pode não ser o último a fazer um aperto, mas, por enquanto, em vista de números mais negativos do que positivos, o dólar pode se enfraquecer, já que os operadores podem considerar que o Fed ficará para trás na fila.

A alta dos preços do petróleo ajudou o dólar canadense a retomar a alta contra a moeda americana, mas o euro e o dólar australiano não conseguiram embarcar no rali.

Isso pode mudar hoje para a moeda única, já que esperamos elevações nos preços de importação na Alemanha e nos números de confiança na zona do euro. As pressões inflacionárias globais aumentaram, enquanto as reaberturas na zona do euro devem elevar a confiança.

Últimos comentários

Carregando o próximo artigo...
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.