Libere dados premium: até 50% de desconto InvestingProGARANTA JÁ SUA OFERTA

Conheça as empresas que vão colocar dinheiro no seu bolso

Publicado 13.02.2023, 14:18
TEF
-
BBAS3
-
OIBR3
-
AMER3
-
ITUB4
-
VIVT3
-

O Banco do Brasil (BVMF:BBAS3) é uma ação brasileira "queridinha" dos investidores quando estamos falando de dividendos, especialmente após manter o payout de 40% para 2023.

O percentual de lucro (40%) que será repartido aos acionistas é recorrente desde 2021.

No ano, o papel do BB já acumula alta de 19% até o dia 9 de fevereiro, quase recuperando as máximas de 2022, quando bateu em R$ 45.

Selecionei outras duas empresas que são as melhores oportunidades pensando em dividendos.

Essas empresas são maduras e inseridas em grandes mercados, o que é recomendado no momento atual por conta da segurança e previsibilidade de crescimento diante de juros e inflação elevados.

Telefônica Brasil (VIVT4)

A Telefônica Brasil (BVMF:VIVT3), detentora da marca Vivo, trata-se da maior empresa de telecomunicações do país, com 112 milhões de acessos na operação móvel e fixa, 33 mil colaboradores diretos e 101 mil prestadores de serviços e terceirizados.

No terceiro trimestre de 2022 (3T22), a operadora reportou resultados sólidos no período, com uma recuperação de margem consistente e uma aceleração no lucro líquido.

Para 2023, seguimos monitorando as sinergias que podem ser captadas com a consolidação dos ativos da Oi (OIBR3 (BVMF:OIBR3)) na operação da empresa, além de todo o investimento que a companhia vem fazendo nas frentes de Fibra e 5G, podendo eventualmente se traduzir em um gatilho para uma reprecificação de múltiplo (atualmente em 4,5 vezes Ebitda).

O papel da companhia acumula baixa de 19% nos últimos 12 meses. No ano, as ações sobem 5,7%.

Seguimos confiantes com a tese de investimento e acreditamos que a queda recente abre oportunidade de compra.

Pagamento de JCP e dividendos

A Telefônica Brasil aprovou o pagamento de juros sobre o capital próprio (JCP) de R$ 0,37 por ação. O pagamento ocorrerá até dia 31 de julho de 2023, com a data a ser “oportunamente fixada pela administração da companhia”. Terão direito aos JCP da Telefônica todos os acionistas com base acionária no dia 29 de dezembro de 2022.

Já em relação aos dividendos da Telefônica, será pago R$ 0,60 por ação. Terão direito aos proventos todos os acionistas com base acionária no dia 29 de dezembro de 2022, porém o pagamento deverá ocorrer até 31 de outubro de 2023.

Itaú (ITUB4)

Desde que foram descobertas as inconsistências financeiras da Americanas (AMER3), o setor (de bancos e instituições financeiras) tem sido pressionado, porém o impacto no Itaú ((BVMF:ITUB4))) – pensando na carteira de crédito – é menor do que o de outros bancos privados.

Inclusive, os resultados de 2023 virão “limpos” desse impacto porque o Itaú provisionou 100% da sua exposição à varejista no balanço do quarto trimestre de 2022.

O Itaú é uma instituição muito bem preparada para o momento atual, sendo um player de bastante qualidade e conservadorismo.

Em momentos adversos, o banco já se provou e vem conseguindo entregar crescimento na carteira de crédito sem alarmes significativos na inadimplência – o que é positivo para pressões das provisões.

Para 2023, esperamos um crescimento mais moderado na carteira – o que pode ser normal entre os diferentes pares do setor –, podendo abrir naturalmente mais espaço para dividendos. Em linhas gerais, o banco segue se destacando por: i) um bom índice de cobertura; (ii) taxas de inadimplência controladas; (iii) elevados níveis de rentabilidade; (iv) bom histórico de execução em ciclos econômicos passados.

Apesar do prêmio em relação a alguns pares, em especial o Banco do Brasil (com risco de ingerência política por se tratar de uma estatal), o banco ainda negocia a um valuation atrativo (7,5 vezes lucros e 1,3 vezes book, ambos abaixo da média histórica dos últimos 10 anos).

Pagamento de JCP

O próximo pagamento de JCP do Itaú será em 10 de março de 2023. Haverá a retenção de 15% de imposto de renda na fonte, resultando em um rendimento líquido de R$ 0,41 por ação.

O pagamento tem como base de cálculo a posição acionária registrada em 8 de dezembro de 2022. Após essa data, as ações passaram a ser negociadas "ex-direitos".

Telefonica (BME:TEF) Brasil em vermelho e Itaú em amarelo vs. Ibovespa em vinho (acumulado do ano). Fonte: Economatica

Um abraço.

Últimos comentários

Carregando o próximo artigo...
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.