Garanta 40% de desconto
🚀 6 ações que subiram +25% no 1º tri selecionadas pela nossa IA. Quais ações vão subir no 2º tri?Não perca a lista completa

Diminuição de Vacância de Prédios Aumentam Otimismo na Recuperação de FIIs

Publicado 11.05.2022, 10:07
Atualizado 09.07.2023, 07:32

Como esperado, a guerra na Ucrânia terá o impacto de prorrogar a manutenção, ou a trajetória, da taxa SELIC em alta por mais tempo. Os sinais gerais específicos para os fundos imobiliários continuam positivos, com diminuição da vacância, melhora de resultados e spread entre o Dividend Yield dos FIIs e a NTN-B 2035 próximo a máxima histórica e bem acima do spread médio dos últimos anos. Entretanto, a inflação presente superior a 10% a.a. e a alta da SELIC que deve ocorrer novamente em junho deve trazer ainda volatilidade de preços nas cotas, mas vem acompanhada da possibilidade de incremento de renda e, consequentemente, valorização no médio/longo prazo.

O IFIX apresentou em abril o segundo mês consecutivo de performance positiva, o que fez com que o principal índice de fundos imobiliários listados na B3 (SA:B3SA3) passasse para o azul em 2022, com uma alta de +0,29% no ano. Já o Ibovespa apresentou desvalorização de -10,10%, a pior performance mensal desde março de 2020, mês que foi marcado pelo início da pandemia do Covid-19 no Brasil. Dessa vez, o fluxo positivo de capital estrangeiro foi revertido, o que justifica também a valorização do dólar contra o real, sendo que a moeda americana escalou +3,83% em abril, interrompendo uma sequência de 5 meses de valorização da moeda brasileira em relação ao dólar.

O ambiente global foi bastante negativo durante o mês de abril, com indicadores desapontando em relação ao crescimento da economia dos países mais relevantes, como EUA, Europa e China, que passou a implementar medidas mais duras de distanciamento social para conter surtos internos de propagação do Covid-19. Esse movimento do governo chinês e expectativas mais negativas em relação ao crescimento da 2ª maior economia do mundo fez com que os preços das commodities no geral parassem de subir, porém, mesmo assim, os indicadores de inflação mostraram alta generalizada ao redor do globo, principalmente nos EUA e Europa, com índices de preços apresentando as maiores altas em décadas. Esse ambiente negativo fez com que os índices globais de renda variável desvalorizassem substancialmente, com destaque para o índice da Nasdaq, bolsa que concentra as ações de empresa de tecnologia nos Estados Unidos, que caiu 13,3% em abril.

Esse pessimismo externo também foi percebido no mercado local, com a inflação não mostrando sinais de arrefecimento, pelo contrário. O IPCA de março apresentou alta de 1,63%, bem acima das projeções dos analistas, sendo essa a maior alta para março desde 1994. Essa alta pode ser explicada principalmente pela captura dos preços elevados das commodities após o início da guerra na Ucrânia, porém a magnitude do avanço dos preços ao consumidor fez com que os investidores passassem a duvidar do consenso anterior de que o COPOM pararia de elevar a taxa SELIC após a reunião de maio. As expectativas apostam em mais elevações nas próximas reuniões, que devem levar a taxa básica de juros para além de 13% a.a.

Últimos comentários

vai lá! compra fundo imobiliário kkkk
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.