😎 Promoção de meio de ano - Até 50% de desconto em ações selecionadas por IA no InvestingProGARANTA JÁ SUA OFERTA

Discurso de Powell afeta ações de tecnologia; ouro e prata podem subir

Publicado 28.08.2023, 12:30
XAU/USD
-
XAG/USD
-
US500
-
BAC
-
USD/CNY
-
GC
-
SI
-
XLK
-
CTRYY
-
BTC/USD
-
  • O discurso do presidente do Federal Reserve durante o simpósio de Jackson Hole praticamente não trouxe novidades, na semana passada.
  • O setor de tecnologia enfrenta ventos contrários; ouro e prata podem subir.
  • Enquanto isso, a economia da China começa a mostrar sinais de fraqueza.
  • Na semana passada, o mercado estava atento ao que Jerome Powell, presidente do Fed, falaria no evento mais importante do banco central dos EUA em Jackson Hole. A dúvida era se ele tentaria, de novo, adotar um tom cautelosamente mais duro.

    Muitos entenderam suas palavras assim, mas a realidade foi um pouco diferente. Na verdade, não havia muito o que esperar, já que minimizar as preocupações com a inflação era visto como um movimento arriscado.

    Claro, o discurso foi vendido como um evento crucial e, apesar de ter a intenção de transmitir uma mensagem forte, na prática, não trouxe novidades.

    Em resumo, podemos simplificar sua mensagem em uma frase:

    “Nosso objetivo continua sendo alcançar e manter uma taxa de inflação de 2%.”

    Isso não é exatamente uma novidade, o que explica por que a reação do mercado foi relativamente moderada em comparação com as expectativas antes do discurso.

    No momento, as probabilidades de uma alta na taxa de juros em setembro estão em torno de 20%, com a chance de uma alta em novembro em cerca de 45%.

    O Fed parece ter deixado para trás o ano de 2020, quando provocou uma inflação mais alta, ao praticamente jogar dinheiro de helicóptero.

    No entanto, o foco agora mudou, voltando-se para uma inflação mais baixa. É possível que tanto o Federal Reserve quanto outros bancos centrais consigam seu objetivo de promover a desinflação.

    Ações de tecnologia próximas de resistência crítica

    Em 2022, as ações de tecnologia atingiram um pico de 29% dentro do S&P 500, mas enfrentaram uma queda entre o final de 2022 e o início de 2023.

    Fonte: BofA (NYSE:BAC) Global Investment Strategy

    No entanto, elas recentemente ganharam força, reafirmando sua dominância no índice e representando cerca de 28% da capitalização de mercado total.

    Atualmente, o setor de Tecnologia (NYSE:XLK) parece estar enfrentando um obstáculo, mantendo-se abaixo das máximas do ciclo anterior.

    Curiosamente, um padrão de candlestick semelhante ao ocorrido em 2021, que desencadeou uma retração de mais de 30%, reapareceu.

    XLK

    Considerando a possibilidade de mais quedas, é plausível esperar que o valor não caia abaixo da faixa de US$140.

    Possível rali no ouro e na prata?

    Enquanto isso, estamos de olho na prata, esperando por um movimento de valorização. Se a prata subir de forma expressiva, devemos nos preparar para um avanço no ouro.

    Esses dois metais preciosos geralmente têm uma forte correlação, mas a prata costuma superar o ouro.

    Basta pensar em 2022, quando o ouro passou a subir a partir do fim do ano, alcançando novas máximas entre US$ 1800 e US$ 2000 em maio de 2023, níveis similares aos de março do ano anterior.

    Assim como o ouro, a prata também teve um desempenho superior a 30% desde a mínima de outubro de 2022, alcançando picos anuais de US$ 25,681 até maio de 2023. No entanto, a partir de então, os metais preciosos perderam o brilho.

    Relação prata/ouro

    O nível de 0,013 na relação prata/ouro é um ponto crítico de reversão nos últimos dez anos, indicando mudanças de tendência nos ciclos de alta.

    Se a prata romper esse nível, isso sinalizaria um cenário muito favorável para “ambos” os metais (pois um costuma influenciar o outro).

    Por outro lado, a prata tem se mantido acima do suporte de US$22,550. Isso não implica uma tendência de baixa.

    Prata

    Talvez, desta vez, um novo rali possa dar o impulso necessário para que o ouro ultrapasse as máximas anteriores, especialmente a resistência de US$ 2070.

    Ouro

    Crise econômica à frente na China?

    Voltando-se para a China, uma série de eventos recentes levantou temores sobre uma possível crise:

    • A Country Garden (OTC:CTRYY) está prestes a dar calote;
    • O Zhongzhi Enterprise Group está inadimplente nos pagamentos de produtos de investimento de alto risco;
    • A (produção industrial ) caiu para 3,7% ao ano (abaixo dos 4,3% esperados), enquanto as vendas no varejo ficaram em 2,5% ao ano (contra os 4,0% projetados);
    • As vendas de imóveis despencaram para -8,5% ao ano (contra -8,1%), e o desemprego subiu para 5,3% (ante 5,2%), atingindo recordes históricos entre os jovens;
    • O sistema bancário detém US$12,9 trilhões em dívida pública (29% do total) e está exposto a 58 trilhões de iuanes em imóveis;
    • A relação dívida/PIB está próxima de 300%.

    Além disso, o Banco Popular da China (PBOC) cortou drasticamente as taxas de juros, aumentando a pressão sobre a desvalorização do iuan, sua moeda.

    É difícil não lembrar do alarme causado pela desvalorização em agosto de 2015. Esse movimento não só abalou os mercados globais, como também impulsionou uma alta no bitcoin à medida que a liquidez fluía.

    Será que a história está prestes a se repetir?

    (Tradução de Julio Alves)

    ***

    Aviso: Este artigo foi escrito apenas com fins informativos e não constitui qualquer solicitação, oferta, conselho ou recomendação de investimento, não tendo por objetivo incentivar a compra de ativos de nenhuma forma. Cabe lembrar que qualquer tipo de ativo é avaliado a partir de diversos pontos de vista e possui riscos; por isso, a decisão de investir e o risco associado são de sua inteira responsabilidade.

     

Últimos comentários

Carregando o próximo artigo...
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.