Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Mercado Aciona Modo Risk-Off

Por Olivia BullaResumo do Mercado15.05.2018 08:27
br.investing.com/analysis/mercado-aciona-modo-riskoff-200220844
Mercado Aciona Modo Risk-Off
Por Olivia Bulla   |  15.05.2018 08:27
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 

O mercado financeiro não conseguiu manter por muito tempo um rali de alívio (relief rally) entre os ativos e o investidor parece mais disposto em sair do risco, acionando o modorisk-off. As preocupações em torno das questões comerciais, geopolíticas e em relação ao crescimento econômico global deprimem as bolsas, com os índices futuros das bolsas de Nova York no vermelho, ao mesmo tempo em que o juro projetado pelo título norte-americano de 10 anos (T-Note) volta a superar a marca de 3%, ao passo que o dólar avança. Tal movimento tende a pressionar ainda mais os ativos emergentes, diante dos receios crescentes envolvendo Argentina, Turquia, México - e também o Brasil.

O mercado doméstico não gostou nem um pouco dos números mais recentes sobre a corrida presidencial no Brasil. Além do principal candidato de esquerda, Ciro Gomes (PDT), ter crescido na pesquisa CNT/MDA, pesou o fato de o nome preferido do investidor, o tucano Geraldo Alckmin, seguir sem dar sinais de que irá decolar nas intenções de votos.

Para o investidor, o candidato do PSDB é o que mais apresenta um viés reformista, defensor de uma ampla agenda de reformas estruturais, e também fiscalista, intensificando o ajuste das contas públicas. Na liderança, permanece o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mesmo preso. Em um cenário sem o líder petista, o deputado Jair Bolsonaro aparece na frente.

Mas não é somente o cenário eleitoral no país que está turvo. A piora nas previsões para o crescimento econômico e a taxa de câmbio neste ano mostra um tom mais pessimista, o que levou o mercado doméstico a desafiar o Banco Central na sua intenção de cortar a taxa básica de juros em mais 0,25 ponto, amanhã.

O investidor resolveu testar a disposição do BC na intervenção no câmbio, ao mesmo tempo em que questiona os próximos passos da autoridade monetária na condução da Selic. Com isso, o dólar flertou com a marca de R$ 3,64 durante a sessão de ontem, encerrando o dia no maior nível em mais de dois anos, ao passo que a chance de queda do juro básico caiu a 65%.

A reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) começa hoje e, após a sinalização do presidente do BC, Ilan Goldfajn, de que o repasse da pressão cambial à inflação tende a ser baixo, a perspectiva ainda é de que a Selic irá renovar o piso histórico a 6,25% ao ano. As expectativas de inflação ainda ancoradas e a inflação corrente ainda baixa justificam a queda.

Com isso, a expectativa do mercado financeiro reside na possível indicação do Comitê quanto à interrupção do ciclo de queda da taxa básica a partir do próximo encontro, em junho. A previsão é de que a Selic fique estável até o fim deste ano, sendo que em 2019 começa um processo de reversão de tendência, com o juro básico voltando a subir.

Já no exterior, a postura do presidente Donald Trump mostra certa disposição dos Estados Unidos em renegociar acordos, revendo decisões que podem ser prejudiciais à economia norte-americana. Ainda assim, a disputa comercial entre EUA e China, a violência no Oriente Médio e as preocupações com o crescimento global ajudam a consolidar o sentimento de risk-off no mercado financeiro.

Mas a onda vendedora (selloff) nos negócios hoje começou entre os bônus europeus, após comentários mais duros (“hawkish”) vindo de autoridades do Banco Central da zona do euro (BCE), o que acabou pressionando os negócios na Ásia e também em Wall Street. Um aumento no rendimento (yield) dos títulos combinado com um dólar mais forte e bolsas mais fracas estão se tornando uma mistura familiar e desconfortável aos investidores.

Como pano de fundo, estão os dados mistos sobre a atividade na China, que confirmam uma economia já em desaceleração gradual. A produção industrial chinesa cresceu 7% em abril, em relação a um ano antes, mais que a previsão de alta de 6,4% e ganhando ritmo frente ao aumento de 6% em março. Já as vendas no varejo do país desaceleram a 9,4%, crescendo menos que a estimativa de 10% e que a alta de 10,1% em março, ao passo que os investimentos em ativos fixos avançaram 7% no acumulado de 2018, ante projeção de +7,4%.

A agenda econômica do dia no exterior divide as atenções entre os dados de atividade nos EUA e na zona do euro. Logo cedo, sai o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) na região da moeda única no acumulado dos três primeiros meses de 2018. Também será conhecido o índice de sentimento econômico na Alemanha e em todos os 19 países do bloco comum.

Do outro lado do Atlântico Norte, destaque para os dados das vendas no varejo norte-americano em abril e para o índice regional da indústria em Nova York, ambos às 9h30. Depois, às 11h, é a vez dos estoques das empresas dos EUA em março e também do índice de confiança no setor da construção civil neste mês.

À tarde, às 17h, sai o fluxo de capital estrangeiro nos EUA em março. No fim do dia, o Japão divulga a leitura preliminar do PIB do país entre janeiro e março. Já no calendário doméstico desta terça-feira, destaque apenas para o desempenho do setor de serviços (9h), que deve ter seguido fraco em março, prejudicando o resultado do PIB brasileiro no início deste ano.

Mercado Aciona Modo Risk-Off
 

Artigos Relacionados

Julio Hegedus Netto
Uma Quinta Onda? Por Julio Hegedus Netto - 29.11.2021 8

Iniciamos esta semana com vários países fechando suas fronteiras, na expectativa sobre a intensidade desta nova cepa, Ômicron, e se as vacinas disponíveis são eficazes (ou não). A...

Mercado Aciona Modo Risk-Off

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (1)
Marttinez Martins
Marttinez Martins 15.05.2018 11:04
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Parabéns Olívia ótima análise. Te desejo muito sucesso aqui no investing.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail