Garanta 40% de desconto
🚀 6 ações que subiram +25% no 1º tri selecionadas pela nossa IA. Quais ações vão subir no 2º tri?Não perca a lista completa

S&P 500: volatilidade pode voltar com tudo em 2024?

Publicado 13.12.2023, 13:00
Atualizado 07.04.2022, 05:55

Depois de despencar para o menor nível em quase quatro anos, a volatilidade deve repicar nos próximos meses, de acordo com o JPMorgan.

CYBER MONDAY Prorrogada: Tenha mais desconto no plano bianual com cupom “investirmelhor”

O Índice de Volatilidade CBOE (VIX), que mede as oscilações esperadas do S&P 500, atingiu o menor patamar desde janeiro de 2020, refletindo o otimismo dos investidores com o rali das ações americanas.

Previsões do JPMorgan para o índice VIX

Os estrategistas do JPMorgan Chase (NYSE:JPM) projetam que o VIX deve subir no próximo ano, diante de incertezas sobre o cenário macroeconômico e os riscos geopolíticos.

Segundo os especialistas em derivativos de ações do banco, liderados por Brem Kaplan, o nível médio do VIX em 2024 deve ser superior ao de 2023, que ficou em torno de 17. A magnitude do aumento, no entanto, dependerá de fatores como o timing e a gravidade de uma eventual recessão e as turbulências que podem afetar as estratégias de venda de volatilidade de curto prazo.

Hoje, o Índice VIX está em 12,6, o que representa o ponto mais baixo desde antes da pandemia de 2020. Sua queda acompanhou a forte valorização de seis semanas das ações dos EUA, sustentada pela melhora do humor do mercado, que aposta em um desembarque suave da economia americana e em um corte de juros pelo Federal Reserve em algum momento de 2024.

Em um cenário de desembarque suave bem-sucedido, os estrategistas do JPMorgan estimam que o VIX ficaria na faixa média a alta durante o ano que vem, em média. Já em uma hipótese de recessão econômica no segundo semestre de 2024, o VIX poderia avançar para uma média na casa dos baixos 20, afirmaram os analistas.

“Esses cenários pressupõem que os riscos geopolíticos permaneçam latentes e ocasionalmente se agravem, mas que riscos extremos não se materializem. Se ocorrer um evento extremo - por exemplo, uma guerra no Oriente Médio se alastrando para um conflito regional mais amplo, confronto direto entre superpotências, etc. - poderíamos ver níveis de VIX muito mais elevados do que os esboçados acima.”

– Escreveram os estrategistas do JPMorgan.

Expiração recorde de US$ 5 trilhões em opções contém alta das ações dos EUA

Depois de uma série de ganhos nas últimas semanas, que levou o S&P 500 ao seu nível mais alto desde janeiro de 2022, o índice passou a operar dentro de um intervalo mais estreito nas últimas semanas.

Essa movimentação mais moderada pode estar relacionada à expiração sem precedentes de US$ 5 trilhões em opções de ações dos EUA na sexta-feira, das quais 80% estão vinculadas ao S&P 500. Trata-se da maior expiração desse tipo em pelo menos duas décadas, e analistas do mercado disseram que os negociantes que estão encerrando suas posições antes desse evento estão limitando o potencial de alta do mercado, reduzindo assim sua volatilidade.

O S&P 500 acumulou uma alta de mais de 21% em 2023, impulsionado principalmente pelas gigantes de tecnologia que se beneficiam da atual febre de IA.

***

Este artigo foi originalmente publicado pelo The Tokenist em inglês.

Últimos comentários

S&P 500 vai continuar subindo em 2024...
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.