📖 Guia da Temporada de Balanços: Saiba as melhores ações escolhidas por IA e lucre no pós-balançoLeia mais

Petróleo oscila; Opep e embargo proposto pela UE no radar do dia

Publicado 05.05.2022, 10:00
Atualizado 05.05.2022, 14:06
© Reuters
LCO
-
CL
-

Por Peter Nurse   

Investing.com -- Os preços do petróleo oscilavam na quinta-feira, depois de a União Europeia ter anunciado os planos para encerar a importação de petróleo bruto da Rússia às vésperas da última reunião dos principais produtores mundiais. Após amanhecer em alta, a commodity recua no início da tarde.  Às 13h58 (de Brasília), os contratos futuros do petróleo WTI, negociado em Nova York e referência de preços para os EUA, eram negociados com baixa de 0,42%, a US$ 107,36 por barril, enquanto o contrato do Brent, cotado em Londres e referência mundial de preço, recuava 0,18%, para US$ 109,94 por barril. As duas referências ganharam mais de US$ 5 por barril na quarta-feira.

A proposta da UE, que necessita de apoio unânime dos 27 países do bloco, aponta para um embargo sobre o petróleo em seis meses, além da eliminação gradual das importações de derivados até o final de 2022.

"Há o risco de sanções secundárias dos EUA sobre o petróleo russo, o que dificultaria a compra de petróleo da Rússia por qualquer país", afirmaram os analistas do ING, em relatório. "Dado o aperto do equilíbrio entre a oferta e a procura, o mercado não seria capaz de fazer frente a uma perda quase total da oferta de petróleo russa, de modo que, se assistíssemos isso, teríamos preços significativamente mais elevados".

Esta potencial perda extra na oferta global não deve ser compensada pela Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados como a Rússia, grupo conhecido como OPEP+, pelo menos a curto prazo.

A Opep+ vê um superávit de 1,9 milhão de barris por dia (bpd) em 2022, 600.000 bpd acima de uma previsão anterior. 

"Embora possam concordar com este aumento, na prática, é pouco provável que o grupo atinja este objetivo. Há vários meses que os membros da OPEP+ ficam aquém dos seus níveis de produção acordados, com interrupções e falta de investimento em campos, impactando a produção", acrescentou o ING.

Isto provavelmente vai garantir que os preços continuem elevados, dadas as preocupações sobre a procura chinesa mais fraca enquanto o maior importador de petróleo do mundo enfrenta dificuldades para conter o seu mais grave surto de Covid desde o início da pandemia, no final de 2019.

Há mais de um mês que milhões de pessoas estão sob um lockdown rigoroso em Xangai, o centro financeiro do país, e Pequim espera que a testagem em massa e o fechamento de muitos dos seus sistemas de transporte isolem o vírus antes de sua propagação. 

Uma pesquisa junto ao setor privado realizada na quinta-feira revelou que a atividade do setor de serviços da China apresentou a segunda maior taxa de contração já registrada em abril de 2022, sugerindo que as medidas contra a pandemia em vigor já estão tendo impactos sobre a atividade econômica do país.

Os mais recentes dados de inventário da Energy Information Administration doe EUA, publicados na quarta-feira, mostraram que os estoques de petróleo bruto aumentaram em 1,2 milhão de barris na semana passada, após a liberação de mais petróleo das reservas estratégicas.

No setor privado, a britânica Shell (LON:RDSa) anunciou um lucro recorde de US$ 9,13 bilhões, impulsionada pelo aumento dos preços do petróleo e do gás, mesmo depois de contabilizar uma baixa de US$ 3,9 bilhões devido à sua decisão de abandonar as operações na Rússia.

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.