Últimas Notícias
Investing Pro 0
🚨 Nossos dados Pro revelam a melhor ação da temporada de balanços Acesse dados

Últimas Notícias

Lula se reúne com presidente da Petrobras às 17h

Produtores de petróleo dos EUA e Opep não têm pressa para retomar guerra de preços

Commodities 11.03.2022 10:20
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. John Hess fala em conferência 5/03/2018 REUTERS/Maria Caspani
 
LCO
-0,32%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
CL
-0,36%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
EQT
-0,19%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 

Por Liz Hampton

(Reuters) - Os produtores de petróleo não convencional dos EUA e a Opep, que até pouco tempo travavam uma guerra de preços, encontraram-se em lados semelhantes esta semana, conforme que os preços do petróleo subiam bem acima de 100 dólares o barril: sem pressa para aumentar rapidamente a produção.

Menos de uma década atrás, a Opep estava inundando o mercado com petróleo em uma tentativa de expulsar os produtores dos EUA, que desfrutavam do aumento da produção à medida que melhorias no fraturamento hidráulico provocavam o chamado "boom do shale".

Mas na noite de segunda-feira, em uma conferência de petróleo em Houston, os dois lados se reuniram em uma sala privada em um restaurante, e os produtores dos EUA presentearam o secretário-geral da Opep, Mohammad Barkindo, com uma garrafa rotulada "Genuine Barnett Shale" --do campo petrolífero que lançou a revolução da produção não convencional.

Barkindo exibiu orgulhosamente a lembrança ao deixar a reunião, que incluiu executivos da Hess Corp (NYSE:HES), EQT Corp (NYSE:EQT) e Chesapeake Energy (NASDAQ:CHK). A Opep começou a organizar os jantares anuais em 2017 para entender melhor seus rivais.

Embora os preços altos devam aumentar os lucros dos produtores da Opep e dos EUA, os perfuradores temem que o petróleo caro também possa diminuir a demanda, especialmente com os governos pressionando planos para aumentar a energia alternativa. Ambos os lados também se preocupam com o fato de que grandes novos investimentos em perfuração produzirão petróleo somente depois que a crise passar.

“O que não queremos fazer como empresa, e acho que ninguém na indústria quer fazer, é tentar perseguir os preços no curto prazo e fazer com que essa corrida seja ineficaz”, disse o CEO da Chesapeake, Domenic Dell'Osso, em uma entrevista.

Se o "shale" aumentar a produção apenas para que os preços caiam, "destruímos muito valor para os acionistas e não ajudamos o problema", acrescentou.

Produtores de petróleo dos EUA e Opep não têm pressa para retomar guerra de preços
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (7)
Milton Heyde de Macedo
Milton Heyde de Macedo 11.03.2022 16:02
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
bilhões de pessoas pagam pela ganância do "sistema liberal de mercado" como se isso fosse mais importante que a fome, a saúde, a educação, etc
Marcos Xs
Marcos Xs 11.03.2022 11:44
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
e viva o Cartel Privado.
Jônatas Lima
Jônatas Lima 11.03.2022 11:21
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
São uns gângsters, mercenários. A pior quadrilha que existe no mundo.
welington felix
welington felix 11.03.2022 11:19
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
*canalhas
welington felix
welington felix 11.03.2022 11:19
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Quem segura esses canalha?! Caças " soviéticos" já deveriam estar no encalço desses seres repugnantes.
kaio monteiro
kaio monteiro 11.03.2022 11:10
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Lixos da pior espécie.
Christian Martins
Christian Martins 11.03.2022 10:48
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Bando de verme , esses tem um lugar garantido no colo do capeta.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail