Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Governo eleva a 7,9% projeção para inflação em 2022 e mantém alta de 1,5% do PIB

Dados Econômicos 19.05.2022 15:05
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
2/2 © Reuters. Criança está em um carrinho de compras enquanto aponta produtos de limpeza ao lado de sua mãe em um supermercado em São Paulo, Brasil 24/11/2011 REUTERS/Nacho Doce 2/2

Por Bernardo Caram

BRASÍLIA (Reuters) - A Secretaria de Política Econômica (SPE) do Ministério da Economia piorou nesta quinta-feira as projeções oficiais para o desempenho da inflação, embora ainda se mantenha mais otimista do que o mercado, e deixou inalteradas as estimativas para a atividade econômica neste ano e em 2023.

Para a inflação medida pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), a estimativa da equipe econômica subiu para 7,90% em 2022, contra 6,55% da projeção feita em março. Para 2023, o patamar subiu de 3,25% para 3,60%.

O centro da meta de inflação é de 3,5% neste ano e 3,25% no próximo, nos dois casos com margem de tolerância de 1,5 ponto para mais ou para menos.

A projeção do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), que é usado para corrigir o salário mínimo e outras despesas do governo, ficou em 8,10% para este ano, contra 6,70% antes. Em 2023, a estimativa foi de 3,25% para 3,70%.

Em relação ao Produto Interno Bruto (PIB), foi mantida a estimativa do governo de uma alta de 1,5% este ano. Para 2023, a projeção seguiu em 2,5%. A informação sobre a estimativa para o PIB foi antecipada pela Reuters na quarta-feira.

As estimativas fazem parte do boletim usado como base para os cálculos do relatório bimestral de receitas e despesas, a ser divulgado na sexta-feira, que avalia o cumprimento da meta fiscal e do teto de gastos.

No documento distribuído nesta quinta, a SPE afirmou que o mercado vem melhorando projeções para o PIB, impulsionado pela retomada do setor de serviços e ampliação de investimentos. A pasta destacou que analistas também têm previsto situação melhor para a dívida pública.

A secretaria ponderou que riscos externos devem ser monitorados, sobretudo a guerra na Ucrânia e seus impactos nas cadeias globais de valor.

“Nesse contexto adverso, houve uma revisão das taxas de crescimento dos países desenvolvidos e emergentes”, disse.

Agentes de mercado vêm piorando as previsões de inflação, em meio a pressões geradas pela retomada da atividade econômica no país, nova onda de Covid-19 na China e guerra na Ucrânia.

Pesquisa feita pela XP (SA:XPBR31) com investidores institucionais, por exemplo, mostrou na terça-feira que a expectativa para o IPCA está em 8,8% para 2022 e 4,5% em 2023.

O Banco Central suspendeu a divulgação do boletim Focus com as estimativas do mercado por conta da greve de servidores --o último relatório, referente à última semana de abril, trouxe previsão de 7,89% e 4,10% para o IPCA em 2022 e 2023, respectivamente.

Para o PIB de 2022, tem sido observado um movimento de melhora nas avaliações de mercado, com convergência à estimativa do governo. Analistas apontam que a demanda no país foi auxiliada pelo aumento das transferências de renda aos mais pobres por meio do Auxílio Brasil. Além disso, o mercado de trabalho deu sinais de força e a pandemia perdeu intensidade.

Ao mesmo tempo, as expectativas de mercado para 2023 se deterioraram, com a avaliação de que o aperto monetário agressivo conduzido pelo Banco Central para controlar a inflação deve afetar a atividade a partir do segundo semestre deste ano.

A autoridade monetária colocou a taxa básica de juros em 12,75% ao ano em sua última reunião, já sinalizando outro provável aumento para junho, em uma escalada em relação à taxa mínima recorde de 2% vigente em março de 2021.

Goldman Sachs (NYSE:GS) e Credit Suisse (SIX:CSGN) agora veem o PIB brasileiro subindo 1,25% e 1,4% neste ano, respectivamente, contra projeções anteriores de 0,6% e 0,2%. Para 2023, o Goldman Sachs piorou sua previsão de 1,2% para 0,9%, enquanto o Credit Suisse revisou sua estimativa de 2,1% para 0,9%.

O Bank of America (NYSE:BAC) projetou na terça-feira que o Brasil crescerá 1,5% em 2022, ante 0,5% antes. No entanto, a expansão agora é vista em 0,9% em 2023, de 1,8% anteriormente.

Governo eleva a 7,9% projeção para inflação em 2022 e mantém alta de 1,5% do PIB
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (6)
Mant Newmann
Mant Newmann 19.05.2022 22:17
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Jegues falou, Jegues avisou. Dólar alto é bom para o Brasil. O povo que pague pela inflação para aumentar a arrecadação e a roubalheira.
Chris Zoli
Chris Zoli 19.05.2022 19:55
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Economia crescendo, Bolsonaro até 2026🇧🇷📈
Ricardo P Silveira
Ricardo P Silveira 19.05.2022 19:50
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
*** FAKE NEWS *** De acordo com o Mr Jegues, estamos em uma retomada em V de Vôo de galinha ; )
pericles periclesplb
pericles periclesplb 19.05.2022 18:28
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
A inflação aculada de 2022 já é quase isso. Projeção pífia... para enganar o povão....
Uil Costa
Uil Costa 19.05.2022 15:50
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Você é apenas a personificação do bolsonarismo: “sei que o dólar alto e a política de preços da Petrobras vem intensificando a fome e a miséria no país, mas o importante é que estou ganhando muito” #Bolsonaro2022
André Luis Pereira dos Santos
André Luis Pereira dos Santos 19.05.2022 15:40
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Eu te digo que nestes quase 4 anos de Bolsonaro ganhei muito. Muito. Primeiro fez meus ativos no exterior valerem mais com o "Dólar alto é bom para o Brasil". Pro Brasil não foi não, mas pra mim foi ótimo. E depois da lambança no meio do mandato com juros de 2%, passei a ganhar MUITO com a inflação (NTN-B) e SELIC. Mais recentemente me enchi que LTNs a quase 13% a.a. e garanti que vou receber meus pagamentos até 2029 as custas da carga tributária crescente do Brasil que transfere renda dos mais pobres pra mim (na forma de juros indecentes). Eu não sou ruim, mas o Brasil é ruim demais.
Renato Rodrigues
Renato Rodrigues 19.05.2022 15:40
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
este juro vai sobir mais ainda 14%
Uil Costa
Uil Costa 19.05.2022 15:40
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Você é apenas a personificação do bolsonarismo: “sei que o dólar alto e a política de preços da Petrobras vem intensificando a fome e a miséria no país, mas o importante é que estou ganhando muito” #Bolsonaro2022
André Luis Pereira dos Santos
André Luis Pereira dos Santos 19.05.2022 15:40
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Renato Rodrigues  Por isso não me desfiz das posições em SELIC. E se subir, compro mais LTNs nesse fim de ciclo de aperto dependendo da taxa que estiverem pagando. E bora esfolar o Brasil. Nosso país, infelizmente, é assim.
André Luis Pereira dos Santos
André Luis Pereira dos Santos 19.05.2022 15:40
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Uil Costa  Eu não tenho nada com o bolsonarismo. Aliás eu tenho nojo de quem segue essa ideologia que vive da burrice e da ignorância de quem a segue. Só faço o que faço porque no Brasil que está aí, é assim que se ganha dinheiro. Meu capital reservado para investimento no setor produtivo está infelizmente alocado fora do Brasil. Gostaria que fosse aqui, mas o Brasil prefere não ser produtivo. O bolsonarismo é apenas sintoma da decadência deste país. É triste.
carlos tomiello
carlos tomiello 19.05.2022 15:40
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
, perfeita sua linha de pensamento, parabéns
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail