📖 Guia da Temporada de Balanços: Saiba as melhores ações escolhidas por IA e lucre no pós-balançoLeia mais

IPCA: Inflação ao consumidor sobe 0,21% em junho, abaixo do esperado

Publicado 10.07.2024, 09:04
© Reuters.
USD/BRL
-
IBOV
-
BR10YT=XX
-

Investing.com – O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) registrou alta de 0,21% em junho, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), abaixo do esperado, que era de 0,32%. Dessa forma, a inflação em doze meses sobe de 3,93% para 4,23%, acima do centro da meta, mas dentro do intervalo de tolerância. A meta estabelecida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) é de 3%, com limite de 1,5 ponto percentual.

Os dados foram puxados por alimentação e bebidas, que registrou maior impacto, subindo 0,44%. A maior variação, ainda que não o maior impacto, foi em saúde e cuidados pessoais, com alta de 0,54%. Por outro lado, o grupo de transportes recuou 0,19%.

Em alimentação e bebidas, considerando alimentação no domicílio, destaques para variações positivas na batata inglesa, que subiu 14,49%, leite, com alta de 7,43%, e do café moído, que subiu 3,03%, além do arroz, com alta de 2,25%. No grupo de saúde e cuidados pessoais, perfumes apresentaram acréscimo de 1,69%, enquanto os planos de saúde de 0,37%, após reajuste autorizado pelo órgão regulador. A deflação nos transportes foi puxada pela retração nos preços das passagens aéreas, que recuaram 9,88%.

“Além da esperada desaceleração de alimentos, a média dos núcleos também teve boa queda para 0,22% no mês (3,57% em 12 meses)”, aponta Rafaela Vitória, economista-chefe do Inter, em suas redes sociais.

“A tragedia é que se não fosse todos os já conhecidos fatores piorando a perspectiva inflacionária, o BC poderia ainda estar cortando a Selic. Perdemos mais essa oportunidade”, comentou também em sua rede social o economista Tony Volpon, ex-diretor do Banco Central.

Alessandra Ribeiro, economista e sócia da Tendências Consultoria, destaca que a leitura demonstrou devolução dos choques das enchentes no Rio Grande do Sul para preços de alimentos, principalmente preços de alimentos in natura, como batata inglesa, tomate, cebola, arroz e carnes. “É um primeiro efeito positivo no sentido de reversão já inicial desse choques decorrentes”, reforça a economista, que espera aceleração do IPCA em julho, diante de preços administrados, como gasolina e energia elétrica, com reajustes e bandeira amarela.

Como investir em um cenário incerto? Saiba aproveitar as tendências de mercado com ações escolhidas a dedo pelo InvestingPro. Amplie seus lucros com carteiras que superam os índices de mercado. Ao assinar hoje, você ganha até 50% de desconto, a depender do plano escolhido, com nossa promoção de meio de ano! Para desconto extra de até 10%, use cupom INVESTIR.

Veja como aplicar o cupom no vídeo abaixo

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.