x
0

Ilan defende reformas e diz que política monetária não deve reagir a efeitos do câmbio

Economia19.05.2017 16:12
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Ilan Goldfajn fala à jornalistas em Brasília

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, reforçou nesta sexta-feira a importância do país continuar no caminho das reformas na economia apesar do cenário de maior incerteza política e que política monetária não deve reagir à volatilidade do mercado de câmbio.

"A política econômica doméstica mudou de direção há um ano e as reformas implementadas neste curto período mostraram resultados positivos, por isso a importância de se continuar no caminho correto, a despeito do aumento da incerteza política", disse ele durante evento em São Paulo em apontamentos divulgados no site do BC.

Nesta sexta-feira, o dólar caía quase 3 por cento frente ao real, após ter marcado na véspera a maior alta diária desde o início de 1999, por conta de denúncias envolvendo o presidente Michel Temer em delações de executivo da JBS (SA:JBSS3).

Ilan afirmou que num ambiente de expectativas de inflação ancoradas, o Comitê de Política Monetária (Copom) deve buscar identificar efeitos primários de choques em preços relativos, aos quais a política monetária não deve reagir.

"Isso se aplica tanto ao choque de oferta favorável nos preços de alimentos, ocorrido nesse início deste ano, quanto a efeitos advindos do mercado de câmbio", afirmou.

O presidente do BC reiterou que a autoridade monetária tem atuado em coordenação com o Ministério da Fazenda para dar liquidez aos mercados e que possui várias instrumentos à disposição para tanto.

Repetindo comunicação feita na véspera, também disse que a atuação tem como objetivo a manutenção da "plena funcionalidade dos mercados" e que será feita de forma "firme e serena".

Ilan também reiterou que "não há relação direta e mecânica dessa atuação e monitoramento com a política monetária, que continuará a ser definida pelo Copom, em suas reuniões ordinárias, com foco nos seus objetivos tradicionais".

No fim do mês, o BC se reúne para sua próxima decisão sobre a Selic, atualmente em 11,25 por cento ao ano. Nesta sexta-feira, a curva a termo de juros indicava cerca de 70 por cento de chances de a Selic ser reduzida em 0,75 ponto percentual. Até a crise política, as apostas majoritárias indicavam redução de 1,25 ponto.

(Por Marcela Ayres)

Ilan defende reformas e diz que política monetária não deve reagir a efeitos do câmbio
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material  relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias ou ataques pessoais dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de registro no futuro, a critério Investing.com.

 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
Postar
Postar também no :
1000
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
Postar 1000
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
 
 
 
Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Anexar um gráfico a um comentário
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.