Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Investimento estrangeiro em portfólio no país cai em março após 9 meses de alta

Economia26.04.2021 14:00
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Cédulas de dólares

Por Isabel Versiani

BRASÍLIA (Reuters) - Os investimentos estrangeiros em ações e títulos no Brasil voltaram a cair em março após um período de nove meses de alta que havia garantido uma recuperação dos fluxos após as violentas perdas sofridas no primeiro semestre de 2020, sob o impacto da pandemia global do coronavírus.

Números das contas externas divulgados nesta segunda-feira pelo Banco Central mostraram que os não residentes retiraram 2,084 bilhões de dólares de investimentos em carteira do país no mês passado, período de recrudescimento do coronavírus no Brasil. O dado se compara a um fluxo positivo mensal médio de 3,6 bilhões de dólares desde junho do ano passado.

Para o BC, a saída de recursos não pode ser associada ao agravamento da pandemia nem é possível dizer, no momento, se configurará uma nova tendência.

Em entrevista à imprensa, o diretor do Departamento de Estatísticas do BC, Fernando Rocha, destacou que, enquanto em março houve saída de investimentos de ações e fundos de investimento (-2,996 bilhões de dólares) e entrada de recursos para títulos (+912 milhões de dólares), a parcial de abril mostra um fluxo trocado. Até o dia 20, entraram no país 1,154 bilhão para ações e saíram 1,250 bilhão de dólares que estavam investidos em títulos de dívida no mercado doméstico.

"Não dá para falar em tendência ainda, são movimentos voláteis", disse Rocha.

Os investimentos diretos, mais voltados ao longo prazo e por isso tradicionalmente menos voláteis, somaram 6,864 bilhões de dólares em março, pouco abaixo dos 7,386 bilhões de dólares registrado no mesmo mês de 2020. Para abril, a estimativa do BC é que os ingressos totalizem 4,9 bilhões de dólares.

TRANSAÇÕES CORRENTES

Os dados do balanço de pagamentos mostraram, ainda, que o Brasil registrou déficit em transações correntes de 3,970 bilhões de dólares em março, inferior ao déficit computado há um ano, de 4,257 bilhões de dólares.

Essa diferença teria sido bem maior se não fosse o impacto das operações de nacionalização de plataformas de petróleo feitas no âmbito do regime aduaneiro Repetro, computadas como importações pelo Banco Central.

Essas operações somaram 6,5 bilhões de dólares no mês passado, alavancando o volume total das importações e levando o país a registrar um déficit comercial de 437 milhões de reais, segundo o BC.

O Ministério da Economia deixou de computar as operações do Repetro --em que não há entrada ou saída de bens do país-- nos seus dados de balança comercial a partir deste mês, em uma revisão metodológica que envolveu outros ajustes. Com isso, estimou o saldo comercial de março em um superávit de 6,5 bilhões de dólares.

Mas o BC informou que seguirá com os registros do Repetro pois adota normas contábeis adotadas internacionalmente para o balanço de pagamentos em o que define exportações e importações é se há troca de propriedade entre residentes e não-residentes.

A expectativa em pesquisa da Reuters com analistas era de um déficit de 2,5 bilhões de dólares para março.

Em 12 meses, o déficit em conta corrente do país passou a 1,24% do Produto Interno Bruto (PIB), ante 1,26% do PIB em fevereiro, segundo o BC. Para abril, o BC projetou um superávit em transações correntes de 5,7 bilhões de dólares.

Até o dia 20 deste mês, o fluxo cambial ficou positivo em 576 milhões de dólares, disse ainda o BC.

Investimento estrangeiro em portfólio no país cai em março após 9 meses de alta
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (5)
Benicio Zanardi
Benicio Zanardi 26.04.2021 16:32
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Após 9 meses é correção. Vamos ficar de olho no Bidê aumentando impostos.
Francisco Acv
Francisco Acv 26.04.2021 15:01
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Efeito PTralha. O stf exumou o IMUNDO!
Rosildo da Silva
Rosildo da Silva 26.04.2021 14:45
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Investidor estrangeiro não é bobo, diferente dos apoiadores-fanáticos do Bolso que gostam ser passados pra trás.
Edimilson Ramos
Edimilson Ramos 26.04.2021 14:14
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Isso é reflexo do governo genocida, negacionista, e que se esquiva de responsabilidade assim como fez negando ao povo a compra antecipada de vacinas. O responsável um deficiente intelectual, egocêntrico, travestido de mito, falso salvador da pátria
Mn Nve
Mn Nve 26.04.2021 13:59
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Esse país deveria estar voando com a alta dos commodities. O que acontece é justamente o oposto, um governo covarde, corrupto e incompetente fez com que o dolar disparasse e, agora, precisa se preocupar com a inflação nas alturas junto com todas as consequencias da pandemia, que assola todos os paises. Mesmo com os commodities disparando conseguimos ter a pior bolsa do mundo em dolares.
Mostrar respostas anteriores (1)
Mn Nve
Mn Nve 26.04.2021 13:59
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Claudio rocha  A  alta do dolar faz disparar o valor dos produtos e insumos importados. Também faz com que a exportação de qq produto se torne muito mais atraente do que a venda para o mercado interno. O efeito da alta das commodities para a inflação, sem esta disparada louca do dolar, seria residual.
Claudio rocha
Claudio rocha 26.04.2021 13:59
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Desculpa mas não concordo com você, a alta da inflação não é apenas causada pela alta do dólar, essa política de fechar industria e fábricas atingiu várias pequenas empresas ou seja diminuindo a concorrência e a oferta de produtos vai ocorrer inflação
Mn Nve
Mn Nve 26.04.2021 13:59
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Claudio rocha  Sim, concordo que isso afetou também. Mas uma coisa não descarta a outra. Se vocë somar a alta do dolar, que subiu até 5 antes da pandemia, com a alta das commodities e com os efeitos da pandemia nas fabricas, o resultado é este que temos ai.... O segundo e o terceiro estão sendo sentidos no mundo todo. O efeito do dolar é a cereja do bolo que recebemos deste desgoverno, que tornou a nossa moeda uma das mais desvalorizadas do mundo, perdendo somente para paises quebrados ou em guerra. Um exemplo é a gasolina. Se o dolar estivesse no mesmo patamar de quando ele assumiu, a gasolina estaria 3,55!!!! Vale notar que o Petroleo esta praticamente no mesmo valor de jan-19, mas vai ver o preço no posto. Por favor, nào venha falar de ICMS, ele é um absurdo mas não mudou na maioria dos estados de jan-19 para cá.
Claudio rocha
Claudio rocha 26.04.2021 13:59
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
mais uma vez descordo de você petróleo brent desde 19 janeiro já subiu mais de 19% fonte é esse próprio site
Mn Nve
Mn Nve 26.04.2021 13:59
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Claudio rocha  Não tem como discordar de fatos, vocë nào entendeu. O governo assumiu em Janeiro de 2019 com dolar a 3,70 e Brent a 62USD. Hoje o dolar esta 5,45 e o Brent 65USD. Veja ai quem mudou....  Petroleo aumentou 5% e Dolar 50%..... Joga estes +-55% na gasoliina a 3,55 que voce vai chegar no valor da bomba de hoje!
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail