Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Últimas Notícias

Hypera espera compensar pressão de custos com novos produtos

IFIX sobe com destaque para fundos de fundos e de escritórios

FII e Fundos11.10.2021 12:16
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. IFIX sobe com destaque para fundos de fundos e de escritórios

O Índice de Fundos de Investimento Imobiliário (IFIX) da B3 (SA:B3SA3) operava em alta nesta segunda-feira (11), com destaque para os fundos de fundos e para o segmento de lajes corporativas. O índice fechou em alta de 0,21% na sexta-feira (8), aos 2.716 pontos.

O mercado de fundos imobiliários segue apresentando alta volatilidade, e esse momento é visto por investidores mais otimistas como uma oportunidade de entrada em alguns FIIs que sofreram desvalorizações recentes. Dentre esses, destacam-se os fundos de fundos, que foram prejudicados pela desvalorização das cotas dos fundos que compõem seus portfólios, e os fundos de lajes corporativas, que ainda enfrentam taxas de vacância relativamente altas.

Por outro lado, o risco fiscal e a recente deterioração das projeções para a economia brasileira neste ano e no ano seguinte, indicando inflação mais alta e atividade econômica mais retraída do que o esperado, limitam a recuperação do IFIX, inspirando cautela nos investidores.

Destaques

O Autonomy Edifícios Corporativos (SA:AIEC11), do segmento de lajes corporativas, liderava as altas do IFIX, subindo 2,23%, aos R$ 79,60. O Mogno Fundo de Fundos (SA:MGFF11) vinha logo em seguida, com alta de 2,02%, sendo negociado a R$ 68,80. A terceira maior valorização era do Pátria Edifícios Corporativos (SA:PATC11), também do segmento de lajes corporativas, que subia 1,65%, sendo negociado a R$ 63,47.

Na outra ponta, a maior queda era do XP Corporate Macaé (SA:XPCM11), proprietário de um imóvel corporativo situado em Macaé, no Rio de Janeiro, que caía 1,14%, sendo negociado a R$ 25,11. A segunda maior desvalorização era do Capitânia Reit (SA:CPFF11), fundo de fundos, que recuava 0,90% sendo cotado a R$ 78,17. Por fim, a terceira maior desvalorização era do Santander Renda de Aluguéis (SA:SARE11), fundo híbrido, recuando 0,76%, sendo cotado a R$ 78,60.

Ao fim da manhã, o IFIX subia 0,22%, aos 2.722 pontos.

Por Mercado News

IFIX sobe com destaque para fundos de fundos e de escritórios
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (1)
Dirceu Machado
Dirceu Machado 11.10.2021 12:20
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Preços da commodity tiveram altas de até 10% em portos chineses.O minério de ferro na Bolsa de Dalian, na China, fechou em alta de 6,5%, a 797,50 yuanes por tonelada, pouco abaixo da máxima da sessão de 799,50 yuanes, nesta segunda-feira (11/10), a mais alta desde 1º de setembro.Na Bolsa de Valores de Cingapura, a matéria-prima do aço subia 10,1% para US$ 137,25 a tonelada às 4h08 (horário de Brasília). Já no Porto de Qingdao, a commodity fechou o dia com aumento 9,44%, a US$ 135,03.O minério de ferro spot também foi sustentado pela volta dos traders chineses e a retomada das operações nas usinas na sexta-feira após o feriado da Golden Week.Carvão metalúrgico e coque disparam
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail