📖 Guia da Temporada de Balanços: Saiba as melhores ações escolhidas por IA e lucre no pós-balançoLeia mais

Ações da Meta sobem após lançamento do Threads; confira reação dos analistas

Publicado 06.07.2023, 08:58
© Reuters
WFC
-
META
-
M1TA34
-

Investing.com - A Meta Platforms (NASDAQ:META) lançou o Threads, plataforma de mídia social que concorre diretamente com o Twitter, na quarta-feira, 5. O novo serviço atraiu milhões de usuários em poucas horas. O CEO da companhia, Mark Zuckerberg, afirmou que o aplicativo recebeu 10 milhões de inscrições em apenas sete horas.

Celebridades, como Kim Kardashian, Jennifer Lopez e a deputada democrata Alexandria Ocasio-Cortez, aderiram rapidamente à nova plataforma.

"Vamos lá! Bem-vindos ao Threads", escreveu Zuckerberg em sua primeira postagem no aplicativo.

A gigante das redes sociais espera utilizar sua vasta base de usuários e experiência em publicidade para monetizar uma nova plataforma, em um momento em que o Twitter passa por grandes transformações. Similar à empresa de Elon Musk, o Threads permite que os usuários façam postagens curtas de texto, repostem e respondam.

"Nosso objetivo com o Threads é levar o que o Instagram faz de melhor e expandir isso para o texto, criando um espaço positivo e criativo para expressar ideias. Assim como no Instagram, com o Threads, é possível seguir e se conectar com amigos e criadores que compartilham interesses, incluindo pessoas que você segue no Instagram e além", afirmou a Meta em um post no blog.

O Threads está atualmente disponível em mais de 100 países.

As ações da Meta fecharam o pregão de quarta-feira com uma alta de quase 3% em Nova York e avançaram mais 1,7% após o horário regular de negociação.

Apesar da reação positiva do mercado, analistas do Wells Fargo (NYSE:WFC) não esperam um impacto significativo no curto prazo com o lançamento. Os analistas estimam que, quando estiver completamente estabelecido, o Threads poderá representar um impacto anualizado de 1 a 3% na receita e no lucro por ação.

"Vemos o Threads como uma oportunidade adicional para impulsionar o uso da Meta e acreditamos que a monetização inicial será limitada aos EUA", escreveu Gawrelski em uma nota.

Já os analistas do KeyBanc elevaram o preço-alvo do papel para US$ 335 por ação, contra os US$ 280 anteriores. Eles demonstraram otimismo com o lançamento do Threads, já que o aplicativo parece resolver vários dos problemas enfrentados hoje pelo Twitter.

"Embora isso possa representar vários bilhões de dólares em receita com publicidade em um cenário mais otimista (assumindo uma adoção significativa nos EUA e internacionalmente), acreditamos que terá uma contribuição insignificante no curto prazo, pois a Meta provavelmente se concentrará na adoção, em vez de na monetização", escreveram os analistas.

O maior preço-alvo reflete o aumento nos produtos principais de publicidade da Meta.

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.