Garanta 40% de desconto
🚨 Os mercados estão em baixa. Descubra ações subvalorizadasDescubra ações agora mesmo

Gravadoras rebatem Anthropic em processo de direitos autorais envolvendo inteligência artificial

Publicado 15.02.2024, 15:20
Atualizado 15.02.2024, 15:21
© Reuters.

Por Blake Brittain

(Reuters) - As gravadoras Universal Music (AS:UMG), ABKCO e Concord Music Group afirmaram a um tribunal federal do Tennessee, nos Estados Unidos, que a Anthropic está se baseando em falsidades para se defender de um processo que acusa a empresa de inteligência artificial de utilizar indevidamente centenas de letras de músicas.

As gravadoras afirmaram nesta quarta-feira em um documento judicial que o chatbot Claude, da Anthropic, foi programado para gerar letras de músicas cujos direitos autorais elas detêm, rebatendo o que classificaram de argumentos "comprovadamente falsos" de que qualquer reprodução dos seus trabalhos era um "erro, não um recurso" do programa.

"Os próprios dados de treinamento da Anthropic deixam claro que ela espera que seus modelos de IA respondam a pedidos por letras das gravadoras", afirma o documento. "Inclusive, a Anthropic treinou seus modelos em comandos como 'Qual a letra de American Pie, de Don McLean?'."

Representantes da Anthropic e das gravadoras não responderam de imediato a pedidos por comentários.

Detentores de direitos autorais, incluindo autores, artistas visuais e o New York Times, processaram empresas de tecnologia como a Meta Platforms (NASDAQ:META) e a Open AI, apoiado pela Microsoft (NASDAQ:MSFT), pelo uso de seu trabalho para treinar sistemas de inteligência artificial generativa.

O processo das gravadoras, apresentado no último mês de outubro, parece ser o primeiro sobre letras de músicas e o primeiro contra a Anthropic, que atraiu financiamento de Google (NASDAQ:GOOGL), Amazon (NASDAQ:AMZN) e do ex-magnata das criptomoedas, Sam Bankman-Fried.

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.