Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Últimas Notícias

Méliuz amplia prejuízo líquido para R$ 28,2 mi no 2º trimestre

Índices futuros recuam com PMI industrial em foco

Ações 01.07.2022 10:12
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters

Por Peter Nurse

Investing.com – As ações americanas devem abrir em baixa na sexta-feira, estendendo as perdas do seu primeiro semestre mais fraco em mais de 50 anos, com os investidores preocupados com a inflação aquecida e o aperto da política monetária.

Às 10:09, o índice Dow Jones Jones recuava 54,6 pontos, ou 0,15%, enquanto o S&P 500 Futuros cedia 5,8 pontos, ou 0,15%, e o Nasdaq 100 Futuros perdia 33,5 pontos, ou 0,31%.

Os principais índices em Wall Street fecharam em forte queda na quinta-feira, com o benchmark mais amplo S&P 500 encerrando os primeiros seis meses do ano com uma desvalorização de mais de 20%, seu maior declínio para o período desde 1970, depois de ceder mais de 16% no segundo trimestre.

Já o Dow Jones Industrial, composto por blue-chips, registrou perdas de um pouco mais de 11% no trimestre e de 15% no semestre, enquanto o Nasdaq Composite, com maior peso de tecnologia, despencou mais de 22% no trimestre, o pior desde 2008, resultando em perdas de quase 30% no acumulado do ano.

O Federal Reserve elevou as taxas de juros em 75 pontos-base em sua reunião de junho, a maior alta desde 1994, e seu presidente, Jerome Powell, reiterou, no início da semana, o compromisso do banco central americano de continuar apertando a política monetária para reduzir a inflação.

O risco de mais uma liquidação nos mercados acionários ainda é alto, de acordo com o Goldman Sachs (NYSE:GS), embora os investidores estejam precificando apenas uma recessão leve.

“Grande parte da redução dos valuations neste ano se deve a taxas mais altas de inflação/juros”, disseram em nota os analistas do Goldman. “A menos que as taxas dos títulos comecem a recuar, amenizando os prêmios de risco nas ações por conta dos temores de recessão, os valuations dos papéis podem cair ainda mais”.

A disparada da inflação não é o único problema nos EUA. Os preços ao consumidor na zona do euro atingiram nova máxima recorde em junho, saltando para 8,6%, avançando em relação a 8,1% em maio, devido, em particular, à disparada dos preços de energia e alimentos.

Entre os dados a serem divulgados nos EUA na sexta-feira, o grande destaque é o PMI industrial do ISM para junho. A expectativa é que o índice mostre uma queda no sentimento, recuando para 54,9 em comparação com 56,1 no mês anterior.

No setor corporativo, a Micron (NASDAQ:MU) estará em foco depois de a fabricante de chips fornecer uma projeção pessimista para todo o ano, sugerindo que o excesso de estoques e desaceleração nos gastos com eletrônicos de consumo prejudicarão a demanda.

A Kohl's (NYSE:KSS) também estará no centro das atenções, após reportagens indicarem que a rede de lojas de departamento suspendeu as tratativas sobre sua aquisição pela proprietária da Vitamin Shoppe, o Franchise Group (NASDAQ:FRG). 

Os preços do petróleo se recuperavam na sexta-feira, em razão de dúvidas quanto a um retorno rápido do óleo iraniano ao mercado mundial, após a imprensa citar autoridades dos EUA sugerindo que as tratativas em Doha, com o objetivo de retomar o acordo de não proliferação de 2015 da ONU, não pareciam estar progredindo bem.

Ainda assim, o mercado petrolífero está rumo à sua terceira queda semanal consecutiva, pior sequência neste ano, por preocupações com o vigor da economia dos EUA, maior país consumidor de petróleo do mundo, e com o fato de a Organização dos Países Exportadores de Petróleo e seus aliados aumentarem a oferta em 648.000 barris por dia em julho e agosto.

Às 10:11, o petróleo norte-americano subia 2,72%, a US$ 108,64 por barril, enquanto o Brent ganhava 2,61%, a US$ 111,87. Ambos os contratos se desvalorizaram cerca de 3% na sessão anterior e estão prestes a registrar uma perda de 2% nesta semana.

Além disso, o ouro futuro caía 0,79%, a US$ 1.793,00 por onça-troy, ao passo que o euro era negociado em baixa de 0,75%, a 1,0402.

Índices futuros recuam com PMI industrial em foco
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail