Libere dados premium: até 50% de desconto InvestingProGARANTA JÁ SUA OFERTA

Nova CEO da Petrobras defende apoio à indústria de fertilizantes

Publicado 27.05.2024, 19:57
© Reuters.
PETR4
-

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Petrobras (BVMF:PETR4) precisa ajudar a desenvolver o mercado de fertilizantes no Brasil, setor que historicamente enfrenta dificuldades no país devido aos custos mais altos do gás, importante insumo para a indústria, disse a nova presidente executiva da estatal, Magda Chambriard, nesta segunda-feira.

LEIA MAIS: Nova CEO da Petrobras diz que preços de combustíveis seguirão "abrasileirados"

Em sua primeira entrevista a jornalistas após assumir o cargo, ela afirmou ainda que a Petrobras tem "obrigação" de ajudar a reforçar as cadeias produtivas nacionais.

"Está no nosso planejamento estratégico a questão dos fertilizantes. O Brasil importa 80% dos fertilizantes que utiliza, e uma grande parte são fertilizantes nitrogenados. A Petrobras vende petróleo e gás. Então, se ela tem um produto gás, faz sentido ser vendido para fertilizantes", afirmou.

Chambriard afirmou que, se Petrobras tiver que baixar um pouco o preço do gás para ganhar mercado, "está valendo", desde que a operação seja lucrativa também.

Ela reforçou que a venda de gás para indústria de fertilizantes nacional "não será a qualquer preço".

Tanto o desenvolvimento da industria de fertilizantes no país, grande produtor de alimentos, como o reforço da indústria naval, importante geradora de empregos, estão entre as preocupações do presidente Luiz Inácio Lula da Silva que precisam ser atendidas pela Petrobras, segundo pessoas do governo.

Um acordo da Petrobras com a Unigel para a retomada da operação de duas unidades de fertilizantes nitrogenados enfrentou barreiras do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

A nova CEO da estatal acrescentou que será preciso explicar aos órgãos de controle que o apoio à produção de fertilizantes pode, ainda assim, ser lucrativo, atendendo ainda uma prioridade nacional, já que o Brasil importa grande parte de suas necessidades de adubos.

Para Chambriard, não pode haver regras de compliance que gerem "um imobilismo" da companhia.

Ela ainda opinou que a exploração de petróleo na Margem Equatorial, que enfrenta desafios ambientais na Foz do Amazonas, precisa ter debates mais aprofundados no Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) à luz dos interesses nacionais de desenvolvimento de uma nova fronteira petrolífera.

 

(Por Rodrigo Viga Gaier e Fábio Teixeira)

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.