x
Últimas Notícias
0

5 Razões Pelas Quais os Preços do Petróleo Voltaram a se Movimentar

Por Ellen R. Wald, Ph.D.Commodities11.10.2017 05:05
br.investing.com/analysis/5--razoes-pelas-quais-os-precos-do-petroleo-voltaram-a-se-movimentar-200218109
5 Razões Pelas Quais os Preços do Petróleo Voltaram a se Movimentar
Por Ellen R. Wald, Ph.D.   |  11.10.2017 05:05
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 

Artigo publicado originalmente em inglês no dia 11/10/2017

Depois de um início de semana lento, provavelmente devido ao feriado de Columbus Day nos Estados Unidos, os preços do petróleo estão se movimentando novamente. O WTI começou a manhã da terça-feira com um salto acima de US$ 50 por barril, e atingindo até US$ 51 por barril antes de diminuir ligeiramente. Esta é, provavelmente, uma reação a diversos acontecimentos com relação a Arábia Saudita e Opep.

A Saudi Aramco anunciou na segunda-feira que reduzirá as alocações de novembro aos clientes em cerca de 500 mil bpd. Isso ocorre apesar da forte demanda por petróleo da Arábia Saudita, em mais de 7,711 milhões bpd. Esta é uma notícia de alta para os preços do petróleo. A produção saudita provavelmente diminuirá ainda no mês de novembro, porque quando chegarem os meses mais frios de inverno o reino não precisará de tanto petróleo para a geração de eletricidade doméstica.

A empresa também celebrou a abertura de um novo escritório na Índia. O CEO da Aramco, Amin Nasser, disse que a empresa está ansiosa para fazer novos investimentos na Índia à medida que o mercado de petróleo desse país está em crescimento. A Índia, disse ele, "tem todos os sinais de uma economia próspera que está em movimento. Este é um mercado prioritário para investimentos, não mais uma escolha. "O governo indiano acolheu os planos da Aramco para um "mega investimento" no país, apesar do recente anúncio de que até 2030 a Índia não venderá mais veículos de combustão interna. A Aramco, aparentemente, não coloca muita fé na política de veículos elétricos porque projeta que a demanda de petróleo indiano chegará a 10 milhões de bpd em 2040.

Mesmo que ainda falte mais de um mês para reunião habitual da Opep em novembro, os líderes da organização já estão enviando sinais de que os cortes na produção serão transferidos para o segundo trimestre de 2018. O ministro saudita do petróleo, Khalid al Falih, disse no dia 8 de outubro que até agora está "Satisfeito com o progresso" do acordo de produção reduzida, mas que "devemos manter nossos olhos na estrada e continuar segurando o volante".

Mohammad Barkindo, Secretário Geral da Opep, foi mais contundente. Disse à imprensa no domingo que "para que isso se sustente no próximo ano algumas medidas extraordinárias podem ser tomadas". Ainda deve ser visto se isso significa o fim de isenções especiais de cotas para a Líbia e a Nigéria, empurrando o Iraque para finalmente cumprir plenamente suas cotas, ou, como alguns sugeriram, convidando novos produtores de petróleo a se juntarem ao acordo.

Muitas conversas sobre estender o acordo de redução de produção em março de 2018, no entanto, poderiam deixar a Opep em uma situação difícil em novembro. A organização corre o risco de repetir o que aconteceu na reunião de maio de 2018, quando a Opep deixou claro que os cortes na produção continuariam em 2018. No entanto, houve rumores de que a Opep e seus parceiros não-Opep poderiam concordar em cortes ainda mais profundos e, quando isso não aconteceu, os preços do petróleo caíram, apesar de anunciarem que o acordo de redução da produção da Opep-não-Opep seria continuado.

Até agora, o mercado de petróleo reagiu de forma voraz, mas novembro ainda está muito distante.

5 Razões Pelas Quais os Preços do Petróleo Voltaram a se Movimentar
 

Artigos Relacionados

5 Razões Pelas Quais os Preços do Petróleo Voltaram a se Movimentar

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material  relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias ou ataques pessoais dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de registro no futuro, a critério Investing.com.

 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Escreva o que você pensa aqui
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
Postar
Postar também no :
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
Postar 1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
 
 
 
Anexar um gráfico a um comentário
Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Registrar-se com Google
ou
Registrar-se com o e-mail