Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Últimas Notícias

Ações da China e iuan recuam após postura mais dura do Fed contra inflação

Commodities nesta Semana: Brexit Gera Incerteza no Petróleo; Ouro Segue de Lado

Por Investing.com (Barani Krishnan/Investing.com)Commodities21.10.2019 11:29
br.investing.com/analysis/commodities-nesta-semana-brexit-gera-incerteza-no-petroleo-ouro-segue-de-lado-200432030
Commodities nesta Semana: Brexit Gera Incerteza no Petróleo; Ouro Segue de Lado
Por Investing.com (Barani Krishnan/Investing.com)   |  21.10.2019 11:29
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 

O movimento de vida ou morte do primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, no Brexit deixou em pânico os investidores do petróleo nesta semana, bem como as incertezas com o crescimento econômico na China e rumores de que a Rússia estaria ignorando os cortes de produção estabelecidos pela Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep).

o ouro pode não se distanciar muito do patamar de US$ 1.500, graças ao suporte gerado pela determinação inicial do Reino Unido de deixar a União Europeia em 31 de outubro. Mas Johnson solicitou ao bloco mais um prazo de três meses, após seu plano de saída sofrer uma derrota parlamentar no sábado.

O primeiro-ministro tentará realizar outra votação no parlamento britânico nesta segunda-feira. Uma saída sem acordo, também chamada de “Hard Brexit”, pode ter graves consequências para os mercados de risco globais, inclusive para o petróleo, que teve dificuldade no último mês para romper o teto de US$ 55 por barril no petróleo norte-americano WTI e de US$ 60 no britânico Brent.

Limbo do Brexit pode trazer instabilidade para os ativos de risco como um todo

Fiona Cincotta, analista do forex.com, alertou, em uma nota, que “os ativos de risco como um todo podem sofrer instabilidade” com outra derrota acachapante no plano de divórcio do Reino Unido.

Outro calcanhar de Aquiles para o petróleo tem sido os dados econômicos decepcionantes que a China vem apresentando.

O crescimento do PIB da segunda maior economia do mundo derrapou para 6% nos três meses encerrados em setembro, uma queda em relação aos 6,2% do trimestre passado, segundo dados apresentados na sexta-feira. Trata-se do nível mais fraco desde que China começou a divulgar dados trimestrais em 1993.

Dados anêmicos na China continuam prejudicando o petróleo

Dominick Chirichella, diretor de risco e negociação do Instituto de Gestão Energética, em Nova York, declarou:

“O mercado está ficando cada vez mais preocupado com a desaceleração econômica na China, pois isso pode derrubar o crescimento da demanda mundial de petróleo, haja vista que a China é o motor principal do crescimento da demanda petrolífera.”

WTI 300 Minutos
WTI 300 Minutos

O petróleo está preso em uma consolidação de US$ 5 após o ataque de 14 de setembro a instalações petrolíferas na Arábia Saudita.

No domingo, a Rússia diminuiu o já combalido apetite pelo risco no petróleo, ao admitir que havia produzido mais petróleo em setembro do que o previsto em seu acordo com a Opep, sua aliada no suporte de preços nos últimos três anos.

Jogo da Rússia com a Opep+ também está pesando sobre o mercado

A Rússia, a Opep e outros produtores de petróleo, em uma aliança conhecida como Opep+, concordaram, em dezembro, em reduzir a oferta em 1,2 milhão de barris por dia (bpd) a partir do início deste ano. Moscou afirmou, no fim de semana, que ultrapassou a cota de produção da Opep+ no mês passado, após um aumento na produção de condensados de gás durante sua preparação para o inverno.

Apesar de diversos membros da Opep já terem reclamado da prática seletiva da Rússia ao honrar o compromisso com a Opep no passado, a Arábia Saudita, líder do cartel, tem evitado criticar abertamente o país por causa disso, em vista da importância do papel de Moscou como aliado não membro.

Alguns analistas dizem que esse fato incentiva ainda mais a Rússia a agir como bem entender com a Opep, em prejuízo dos outros membros do grupo de 14 países.

Novo projeto entre Arábia Saudita e Kuwait pode disponibilizar mais barris indesejados

Para piorar a situação do petróleo, o Kuwait e a Arábia Saudita estão tentando retomar a produção de 500.000 bpd em campos operados conjuntamente pelos dois países na Zona Neutra.

A imprensa kwaitiana, citando fontes não identificadas, declarou que dois membros-chave da Opep haviam concordado em retomar a produção em campos petrolíferos na zona dividida por Arábia Saudita e Kuwait. O vice-ministro de relações exteriores do Kuwait vem descrevendo até agora as negociações sobre o projeto como “muito produtivas”.

Analistas, no entanto, não estavam tão animados com a possibilidade de os dois gigantes do Golfo aumentarem a oferta petrolífera em um mercado que mais uma vez enfrenta o fantasma da superprodução.

Stephen Innes, estrategista de mercado da AxiTrader, foi citado pela Reuters ao dizer:

“Esses barris a mais não poderiam entrar no mercado em um momento mais inoportuno."

Ouro pode permanecer próximo do nível de US$ 1.500

O ouro registrou ganho semanal, mas os investidores do ativo de segurança e aqueles que tradicionalmente acreditam na alta do metal ficaram de fora, permitindo que os preços recuassem antes da votação do Brexit na sexta-feira.

A commodity também se desvalorizou diante de sinais de que menos bancos centrais ao redor do mundo estariam dispostos a entrar em mais uma rodada de flexibilização monetária.

Ouro 60 Minutos
Ouro 60 Minutos

Na semana, tanto os contratos futuros de ouro quanto o lingote se valorizaram levemente, apesar de terem permanecido um pouco abaixo do importante limiar altista de US$ 1.500.

Commodities nesta Semana: Brexit Gera Incerteza no Petróleo; Ouro Segue de Lado
 

Artigos Relacionados

Scot Consultoria
Estabilidade na Praça Paulista Por Scot Consultoria - 26.01.2022

Por Jéssica Olivier As escalas dos compradores estão confortáveis, resultando em menor ímpeto de compras nos últimos dias. As cotações dos bovinos destinados ao abate não tiveram...

Commodities nesta Semana: Brexit Gera Incerteza no Petróleo; Ouro Segue de Lado

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail