Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Creditas Está Indo na Contramão do Que é Rentável

Por Danielle LopesAções24.01.2022 17:54
br.investing.com/analysis/creditas-esta-indo-na-contramao-do-que-e-rentavel-200447322
Creditas Está Indo na Contramão do Que é Rentável
Por Danielle Lopes   |  24.01.2022 17:54
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 

Fundada um ano antes do Nubank (SA:NUBR33), a fintech de crédito Creditas, ainda pouco conhecida no Brasil, iniciou uma movimentação para listagem nos Estados Unidos. Espera-se que a oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) aconteça no segundo semestre deste ano. Segundo o Valor Econômico, a estimativa da empresa é uma avaliação de mercado de 7 a 10 bilhões de dólares na estreia.

Nesse sentido, a fintech se assemelha ao Nu: a ambição em ser a maior estreia em bolsa de uma companhia brasileira — e você lembra o que aconteceu com o banco do cartão roxo… precisou reduzir em -20 por cento o preço para seu IPO.

Por que a listagem nos EUA?

Sobre o IPO em Nova York, dando um bypass na B3 (SA:B3SA3), Sergio Furio, fundador e CEO da Creditas, respondeu ao editor Ivan Ryngelblum, para o Seu Dinheiro, “nossos investidores são fundos de private equity estrangeiros, que preferem ver a empresa listada nos Estados Unidos, onde os investidores entendem e estão mais abertos a teses de investimentos como da Creditas e onde as regras de governança são mais rígidas”, disse.

Creditas, fintech especializada em crédito com garantia.
Creditas, fintech especializada em crédito com garantia.

Creditas, fintech especializada em crédito com garantia. Foto: Divulgação

A história da fintech

Fundada em 2012, a Creditas é a maior plataforma online de crédito com garantia do Brasil. Atualmente, trabalham com três produtos principais:

- empréstimo com imóvel em garantia;

- empréstimo com carro em garantia;

- empréstimo consignado privado.

Segundo a empresa, a grande vantagem é que eles conseguem oferecer um valor de crédito maior, taxas de juros mais baixas e parcelas de acordo com o orçamento de cada cliente.

Novo unicórnio brasileiro

Em 2020, a Creditas recebeu um aporte de 255 milhões de dólares e foi avaliada em 1,75 bilhão de dólares, tornando-se um unicórnio.

— A título de curiosidade, um unicórnio nasce quando uma startup alcança o valor de mercado de 1 bilhão de dólares.

Na época, a companhia fundada pelo espanhol Sergio Furio conseguiu novos sócios internacionais, como os fundos LGT Lightstone, Tarsadia Capital, Wellington Management, e.ventures e Advent International, por meio da afiliada Sunley House Capital.

De lá pra cá, a Creditas captou 569 milhões de dólares em cinco rodadas de financiamento e mantém, no quadro de acionistas, empresas como Softbank (T:9984) e a Advent International.

Na contramão de um negócio rentável

business da Creditas não é rentável e depende muito da economia. Se olharmos a proposta, fica ainda mais claro que  a empresa está indo na contramão de um negócio rentável focando somente em crédito.

lucro líquido recorrente (R$ bilhões) e ROE (%).
lucro líquido recorrente (R$ bilhões) e ROE (%).

Como vemos no gráfico acima, a exemplo do maior (novamente o maior) Banco da América Latina, o Itaú Unibanco (SA:ITUB4), focar somente em crédito deixa a companhia à mercê da economia — crises elevam inadimplência, apetite para risco por parte das instituições e juros altos com aumento de desemprego reduzem a demanda por crédito —, o que não é interessante para um negócio. Para crescer no longo prazo, a empresa precisa achar formas rentáveis de remunerar seu negócio e gerar valor aos seus acionistas.

Acreditamos que ao fazer empréstimos pessoais com garantia de imóveis e carros, embora tenha ajudado a expandir sua atuação para áreas como consignado e benefícios para funcionários, há chance de calote da dívida com credores (pessoas físicas) e, portanto, não consegue fazer o bloqueio judicial de contas bancárias como fazem os grandes bancos.

“Então a Creditas empresta dinheiro a quem quiser e a pessoa paga quando puder?" Não é bem assim. Em caso de inadimplência, a empresa toma o bem colocado como garantia.

Isso cria outro grande problema porque, na verdade, esses ativos adquiridos são grandes geradores de passivos. Em resumo, ela precisa vender esses carros e imóveis que eram garantias – faz as reformas necessárias e parcerias com concessionárias – para dar vazão e estancar as perdas do negócio principal.

Por esse mesmo motivo, a operação acabou ganhando novas frentes de atuação, como o Creditas Auto (para vender ou trocar seu veículo), Creditas Home (para vender ou trocar seu imóvel) e algumas linhas de crédito para financiar a reforma do imóvel ou a venda de carros.

O “Nubank Verde” precisa de margem

A proposta de valor da Creditas é oferecer empréstimo pessoal com uma taxa melhor do que os bancos. Mas já sabemos onde isso acaba, já que o negócio roda em prejuízo para captar clientes.

A Creditas tem dificuldade para oferecer a melhor taxa e rentabilizar o negócio ao mesmo tempo, já que a proposta é roubar mercado de crédito dos bancos. No entanto, os grandes bancos são capitalizados o suficiente para negociar taxas com clientes relevantes a fim de não perderem as negociações.

Mas como anda o desempenho?

Nesse ponto, a Creditas e Nubank têm mais semelhanças do que parece: ambos operam no prejuízo desde o início. Com receita de 551,4 milhões de reais nos nove primeiros meses de 2021, a Creditas teve prejuízo de 215,8 milhões de reais no mesmo período.

receita líquida e lucro líquido
receita líquida e lucro líquido

Conclusão

Apesar de parecer algo genial e inserido em uma proposta totalmente alinhada com a cultura do brasileiro (grandes tomadores de crédito), a forma como o negócio existe hoje não é saudável para o longo prazo, do ponto de vista de resultados.

Além disso, é importante que os investidores levem em consideração:

- alto centro de custos: mais de 2.500 colaboradores;

- rentabilidade baixa do segmento crédito (como vimos no gráfico de Itaú);

- pouca margem de manobra para negociar taxas e reter o cliente como os grandes bancos.

Dessa forma, no momento não vemos motivos que justifiquem a entrada no IPO da Creditas caso ele se concretize.

Ficaremos de olho nas próximas divulgações de dados e prospecto da companhia para atualizar vocês.

Creditas Está Indo na Contramão do Que é Rentável
 

Artigos Relacionados

Creditas Está Indo na Contramão do Que é Rentável

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (3)
Astro B Campos
Astro B Campos 24.01.2022 19:36
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Ao analisar a fundo o modelo de negócios da Crédita é possível tirar várias conclusões importantes:- Diferentemente de empresas como o Nubank, que tem uma base de clientes recorrente e faz sentido gastar para trazer novos clientes, a Creditas tem produtos não recorrentes e one-off, ou seja, tem que sempre gastar muito para trazer novos clientes.- o crédito imobiliário feito pela Creditas com quase +4 mil funcionários é o mesmo feito por bancos com menos de 100 (bancos são mais eficientes, mais tecnológicos inclusive).- o Santander é a maior plataforma de crédito com garantia do Brasil, com quase R$ 3 bilhões em ativos (Creditas tem menos de R$ 1 bilhão). Detalhe que o Santander faz 3 vezes o volume com 1/10 dos funcionários.- a empresa está pivotando o modelo de negócios para comercialização de veículos pois viu que não teria sucesso no crédito imobiliário e também pq é avaliada por múltiplo de receita e vender carro não é rentável mas a receita é alta.
Alexandre Lugani
Alexandre Lugani 24.01.2022 19:04
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Excelente materia! Altissimo custo operacional, alto investimento em “filiais” em outros paises e retorno sobre capital nulo. Hoje realmente eles não tem no portifolio produtos que gere rentabilidade e recorrência, dependentes 100% de credito e da economia local.
juca rocha
juca rocha 24.01.2022 18:59
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Fintechs são bem mais leves e movimentam com muito mais rapidez
Astro B Campos
Astro B Campos 24.01.2022 18:59
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
A tech da creditas é capital infinito e funcionário
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail