Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Últimas Notícias

ONS eleva previsão de carga de energia em setembro; vê menos chuvas no Sul/Sudeste

Dominando o Ciclo de Mercado

Por Marilia FontesResumo do Mercado03.08.2021 14:49
br.investing.com/analysis/dominando-o-ciclo-de-mercado-200443715
Dominando o Ciclo de Mercado
Por Marilia Fontes   |  03.08.2021 14:49
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 

Está circulando nos grupos do mercado financeiro a última carta da Oaktree Capital Group (NYSE:OAK_pa) escrita por ninguém menos que Howard Marks.

Para quem não conhece a lenda, HM é um dos maiores gestores do mundo, com 120 bilhões de dólares em ativos. Não preciso falar mais nada, não é mesmo?

Pois é, mas essa lenda andou polemizando muito nessa última carta. Ele começa o texto falando o seguinte (com a tradução por minha conta):

"Leitores regulares das minhas cartas sabem que eu e a Oaktree consideramos previsões macroeconômicas com um alto grau de ceticismo. Na verdade, um dos seis pilares da filosofia de investimento da Oaktree diz que nós não baseamos nossas decisões de investimento em previsões macroeconômicas. A Oaktree não emprega nenhum economista, e raramente os convidamos ao escritório para trocar visões."

Ao ler isso, eu fiquei absolutamente chocada!

Pensei em parar de ler e jogar o artigo no lixo. Mas como tinha sido escrito pela lenda, eu insisti, imaginando que a errada certamente deveria ser eu.

O cara passou as próximas duas páginas dizendo o quanto macro era inútil, sempre errava as previsões, dentre outros absurdos. Esse é o tipo de coisa que você encontra muito por aí. O pessoal adora falar que economia não serve para nada. Virou quase um mantra dos investidores de ações. Como eles não querem olhar para o macro, eles dizem que não é importante. Aí, pronto! Estão automaticamente livres.

Nessa hora, eu já estava me perguntando aonde o cara queria chegar, mas insisti…

Eis que chega ao final da segunda página e ele diz: "Eu vou dedicar o resto deste artigo a pensar sobre o futuro. Por quê? [...] O futuro macroeconômico pode não ser conhecido, mas certamente é importante."

Bom, daí ele passa as próximas 14 páginas falando sobre cenário macro e o impacto disso nos investimentos. Não preciso falar mais nada sobre a importância do cenário macro para investidores, preciso? Mas vou falar…

Esse mesmo cara (genial), que passa duas páginas desdenhando o cenário macro, passou um capítulo do seu livro "The Most Important Thing" dizendo como era importante considerar os ciclos econômicos na hora de investir. Além disso, ele dedicou um livro inteiro, "Dominando os ciclos de mercado", a isso. Inclusive, na página oficial do livro, ele escreveu: "Se você estudar com atenção os ciclos passados, entender suas origens e permanecer alerta para os próximos ciclos de alta e de baixa, você não terá que reinventar a roda para entender todos os ambientes de investimento. E você terá uma menor probabilidade de ficar despreparado frente a eventos inesperados."

Mas não é só de Howard Marks que vive o cenário macro. Você sabia que o bom velhinho, nosso querido Warren Buffett, também se preocupa com o cenário macro?

Nos anos 70 e 80, época em que a inflação era uma grande preocupação americana, WB escreveu uma série de cartas de investimento ensinando como investir em um cenário de inflação alta. Dentre as qualidades que você precisava procurar nas empresas, estava a de conseguir repassar preços.

"Oras, mas Buffett não é daqueles que diz que macro não importa?"

Vai entender esse pessoal, não é mesmo?

O que acontece é que algumas pessoas acham, erroneamente, que olhar para o cenário macro é fazer previsões sobre o futuro e apostar nessas previsões.

Exemplo: a inflação daqui a 5 anos será 3,28 por cento.

Qual a chance de eu estar correta na minha previsão? Eu mesma lhe digo: quase nula!

É bem difícil eu dizer para você o número exato de uma variável em um tempo distante. Os modelos econométricos de previsão funcionam traçando correlações entre variáveis e estabelecendo sensibilidades. Aí, você consegue "prever" quanto estará uma certa variável caso tudo mais fique constante.

O problema é que nada fica constante! Muitas coisas podem e vão acontecer nesse meio tempo, e vão influenciar o resultado final. Aí, caso você tenha apostado cegamente nesse número, é bem provável que perca dinheiro.

Acontece que não é isso que os investidores que olham macro fazem. Não é estimar um modelo e ir apostando nisso. Seria ingênuo e infantil pensar que é isso o que um economista faz.

Quer saber como funciona de verdade?

Imagine que você queira sair de férias com a sua família agora em agosto e precise escolher um lugar. Suponha que você tem duas opções: (1) uma casa na praia, pequena, mas de frente para o mar; e (2) uma casa no campo, grande, mas sem muitas atividades. Se estiver sol e as crianças puderem ir para a praia, a primeira casa será muito mais legal. Mas se estiver um tempo de chuva, a casa de frente para o mar não vai servir de nada, além de ficar um pouco claustrofóbica (quem tem criança pequena vai me entender).

O que você faria para tomar essa decisão?

Acho que a resposta é bem óbvia: olharia para a previsão do tempo! Caso estivesse calor, você reservaria a primeira casa. Caso a previsão fosse de chuva e frio, você escolheria a segunda.

Oras, mas a previsão do tempo não é algo estático! Ela muda o tempo todo, não é mesmo? Quantas vezes você já reclamou que a previsão era de sol, mas teve chuva?

Por mais que ela não seja perfeita, ela lhe dá um cheiro! O erro da previsão acontece, mas é suave. Não é que você chega lá esperando 30 graus e acaba recebendo -5, entende? É só para ajudá-lo a não cair em grandes furadas.

A noção macro ajuda exatamente com isso! Imagine que você está em um cenário em que o governo cresce muito os gastos, começa a intervir nas empresas e na economia, descuida do controle da inflação e cresce a dívida.

É claro que é impossível dizer para onde exatamente vão a inflação, o câmbio e a taxa de juros. Mas não precisamos ser da NASA para saber que o câmbio será pra cima, assim como a inflação e a taxa de juros.

E isso é mais que o suficiente para tirar você de grandes furadas!

Não entendo como um investidor em sã consciência pode escolher simplesmente fechar o olho e não prestar atenção nesse cenário.

"Ahhhh não, eu não estou nem aí pra macro e vou investir em uma importadora altamente alavancada em pós-fixados, afinal, ela está barata".

A alta da taxa de juros juntamente com a desvalorização cambial pode simplesmente quebrar uma empresa assim. Se ela sobreviver, certamente sobraria com um bom desconto em cima do valor inicial.

Não conseguir acertar o nível exato do câmbio ou da inflação não é desculpa para não olhar o cenário.

O cenário macro muda completamente as assimetrias dos investimentos! O cenário macro é a correnteza, e investir sem olhar macro é como remar contra a maré. Você pode ter o melhor barco, o melhor remo, ser forte pra caramba, e ainda assim não conseguir sair do lugar. É gastar muita energia para não dar resultado.

Mostrei para os meus alunos como foi a performance das 10 melhores e piores ações do Ibovespa durante 2 ciclos econômicos.

O primeiro era de crescimento, durante o superciclo de commodities. Olha como foi:

Fonte: Bloomberg
Fonte: Bloomberg

Note que: (1) os ganhos das 10 maiores ações foram no mínimo 10 vezes maiores do que o CDI. (2) A não ser que você tenha escolhido as duas piores ações da bolsa, suas perdas nas 10 piores giraram em torno de 20 por cento ou menos. Bem tranquilo, não é mesmo?

Agora, vamos para o segundo período, época de aumento de gastos, descontrole inflacionário, crise econômica e intervencionismo:

Fonte: Bloomberg
Fonte: Bloomberg

Note que: (1) se você não acertou de fato as 4 melhores ações da bolsa, você levou para casa provavelmente por volta de 2 vezes o CDI. Ou seja, o risco quase não compensou o retorno. E (2) as perdas das 10 piores ações foram quase o valor total dos investimentos. Ou seja, você perdeu quase tudo.

Percebe? No primeiro cenário, você era um remador com braço fininho, numa canoinha, e por estar a favor da correnteza, acabou indo longe.

No segundo cenário, se você não era o melhor gestor, com as melhores ações, não levou nem o CDI para casa.

Se depois de tudo isso você ainda quiser ignorar por completo o cenário macro, fique à vontade. Todos aqui são adultos e vacinados (eu espero).

No entanto, para mim, esse tipo de atitude sempre vai ser aquele caso clássico que você diz para a sua mãe: "mas todos os meus amigos fazem assim", e ela volta com um: "mas se eles pularem do precipício, você pula também?".

Não pule!

Qualquer informação que ajude a evitar furadas deve ser considerada, ainda mais uma tão importante e influente como essa. Lembre-se: o cenário macro não é o 0,01 por cento pra lá e pra cá. Não precisa ser da NASA, é a tendência.

Dominando o Ciclo de Mercado
 

Artigos Relacionados

Julio Hegedus Netto
Tentações Populistas Por Julio Hegedus Netto - 17.09.2021 29

Fomos dormir ontem com a notícia de que o governo resolveu elevar o IOF para pessoa física e jurídica, visando o financiamento do novo Bolsa Família (chamado “Auxílio Brasil”). Tal...

Dominando o Ciclo de Mercado

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (28)
Abilio Reis
Abilio Reis 06.08.2021 10:58
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Esse cara sabe uma coisa, "Quem sabe muito não ganha dinheiro, não fica rico", para ficar rico tem que ter mente rica, não é pensar na riqueza a achar que tem mente rica. Conheci um cara que as oportunidade para ganhar dinheiro chegara até ele de uma forma incrível, sem ele ir a traz, não é me falaram, eu presenciava, pois convivi com ele. Uma pessoa que é formada se baseia sempre numa logica, mas o mundo não funciona assim.  Quantas pessoas você conhece que tem uma  voz linda mas não se tornou famoso? Quantas pessoas que você conhece  que mal sabe assinar o nome e ficaram ricas, eles tinha dentro da mente a riqueza.
Russo trilionario
Russo trilionario 04.08.2021 22:36
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
vai ser uma lavada tao grande do lula em cima do bolsonaro ano q vem, acho q essa galera q gosta do bolsonaro nao tem nenhuma percepçao da realidade que os cerca, pessoal, acordem, vai ser tipo flamengo x madureira, 10 x 1, vai ser muita grande a diferença de votos
Tadeu Machado
Tadeu Machado 04.08.2021 22:36
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Kkkkk esse coitado nao investe em acoes
Everardo Coelho
Everardo Coelho 04.08.2021 10:24
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
excelente artigo, abriu minha mente
Raphael de Oliveira
Raphael de Oliveira 04.08.2021 8:36
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Excelente artigo, parabéns pela opinião com bons argumentos.
Carmen Naves
Carmen Naves 04.08.2021 8:03
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Excelente artigo Marilia! Entender o cenario macro nos sjuda a criar os cenarios possoveis e assim tomarmos as melhores decisoes! “Nada é estatico”! Valeu!
José Rossetto
José Rossetto 04.08.2021 6:06
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O processo de estagflação já se iniciou com este desgoverno - um mix de Collor x Sarney, corrupção com inflação e o aumento de juros deve chegar ir aos 8% ou 14%, via de regra de governos direitistas. Enquanto o Ibovespa busca a retração de 61.8% aos 93K da alta eufórica dada pela liquidez dos governos devido à pandemia. Somando a isto no cenário de curto até eleições teremos um governo desesperado por voto, furando o teto de gastos sem limites e favorecendo a grilagem de terras, mau visto pelo mercado internacional...dowgrade à vista!
Mauro Figueiredo Pinto
Maurof 04.08.2021 1:41
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Excelente artigo. Muito Obrigado. Interessante a relação das ações mensionadas, pois apliquei nas principais positivas do primeiro ciclo, e hoje estou me preparando para o segundo ciclo, usando a mesma logica.
Júnior Teles
Júnior Teles 04.08.2021 0:00
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
UAU!!!! Aqui está um contador, com formação em auditoria e administração, estudando Direito, maravilhado com esse excelente texto que me faz abrir ainda mais os olhos para a questão macro! Vou sempre "olhar a previsão do tempo"! Grazie mille, Mariília Fontes!
edher camargo pereria
edher camargo pereria 03.08.2021 18:32
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Bem interessante, mas seja como for, e independentemente do ciclo, quem investe em renda variável, precisa, antes de tudo conhecer bem a empresa e o negócio em que ela atua, eu por exemplo, só compro ações de elétricas, saneamento e seguradoras, por exemplo, tenho sanepar que já chegou a valer mais de 30 e hj vale menos de 20, ocorre que tão importante quanto as análises, também é importante entender os movimentos de negociação para aproveitar as oscilações e extrair dinheiro do mercado, não vou dizer que é fácil, mas é possível minimizar as perdas vendendo e recomprando suas ações, no caso da sanepar, mesmo ela caindo mais de 33% eu não tive prejuízo algum.
Abbey Road
Abbey Road 03.08.2021 15:58
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Ainda mais fim do ano e início do ano que vem com eleições pela frente.
Daniel Tavares
Daniel Tavares 03.08.2021 15:40
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Fernando Ramos
Fernando Ramos 03.08.2021 15:24
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Ótimo texto. Parabéns, mas a pergunta que fica é no cenário macro futuro próximo quais as possibilidades? Ou seja, quais as melhores ações para se investir nesse cenário macro?
A r l i n d o B a s t o s Filho
A r l i n d o B a s t o s Filho 03.08.2021 15:24
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Aᴄʜᴏ ϙᴜᴇ Vᴄ ɴᴀᴏ ᴇɴᴛᴇɴᴅᴇᴜ ᴏ ᴛᴇxᴛᴏ... A sᴜᴀ ᴘᴇʀɢᴜɴᴛᴀ ᴇϙᴜɪᴠᴀʟᴇ ᴀ ᴀϙᴜᴇʟᴀ ᴅᴇ sᴇʀᴀ́ ϙᴜᴇ ᴀ ɪɴғʟᴀᴄ̧ᴀ̃ᴏ ᴠᴀɪ ᴇsᴛᴀʀ 3⃣,x% ᴅᴀϙᴜɪ ᴀ 5⃣ ᴀɴᴏs...Nᴀ̃ᴏ ᴇ́ ϙᴜᴇᴍ ᴏᴜ ϙᴜᴀɴᴛᴏ ᴍᴀs COMO ᴠᴄ ᴠᴀɪ sᴇ ᴍᴇxᴇʀ QUANDO
anderson souza
anderson souza 03.08.2021 15:15
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Muito bom. No Brasil, longo prazo é no máximo 6 meses. Tudo muda o tempo todo então é necessário estudar o "clima" econômico, político e as empresas.
Edivaldo Lima
Edivaldo Lima 03.08.2021 15:15
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Sua análise é simplesmente PERFEITA.
Mauro Amado
Mauro Amado 03.08.2021 15:12
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Foco no que temos controle: aportes periódicos, alocação diversificada com boa relação risco-retorno, rebalanceamentos periódicos, baixos custos. Focar no cenário macro é focar no que não temos controle, costuma não ser eficiente
Alessandro Gagliardi
Alessandro Gagliardi 03.08.2021 15:09
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
e eu perdi tempo lendo essa Bíblia inútil
NEUSA costa
NEUSA costa 03.08.2021 15:09
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
texto longo né kkkk
Felipe Lins
Felipe Lins 03.08.2021 15:00
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Bacana. Parabens pela clareza nas ideias.
NEUSA costa
NEUSA costa 03.08.2021 14:59
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Nossa podia ser mais objetiva,texto longo sem necessidade!!!
José Artur Medina
José Artur Medina 03.08.2021 9:55
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Fantástico seu texto, se escrever um livro avise seu público.
Leocir Luiz Rosa
Leocir Luiz Rosa 03.08.2021 9:29
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Parabens Marilia. Foste cirurgica
Leocir Luiz Rosa
Leocir Luiz Rosa 03.08.2021 9:29
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Parabens Marilia. Foste cirurgica
Jose Santos
Jose Santos 03.08.2021 8:45
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Como sempre, a Marília detonando no artigo!!! A única daqui que sigo! Muito aprendizado sempre!
Edson Gomes de Oliveira
Edson Gomes de Oliveira 03.08.2021 7:10
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Artigo ótimo! A macroeconomia verde amarela, depende do sinal dos Juros Americanos! Quando os EUA subirem os juros, os individados, os alavancados lá e aqui serão varridos do mapa!
Mario Goto Jr
Mario Goto Jr 03.08.2021 6:16
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Muito Bom!
Flavia Gualberto
Flavia Gualberto 02.08.2021 21:52
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Nossa. Que artigo!
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail