Garanta 40% de desconto
🚀 6 ações que subiram +25% no 1º tri selecionadas pela nossa IA. Quais ações vão subir no 2º tri?Não perca a lista completa

Mecanismos financeiros são chave para garantir a produtividade agrícola com zero desmatamento

Publicado 30.11.2023, 06:00
Atualizado 29.11.2023, 15:54

O Brasil está diante de um desafio significativo: atender à crescente demanda global por produção de alimentos, ao mesmo tempo em que conserva e restaura seus ecossistemas naturais. A mudança do uso da terra em países tropicais é um importante contribuinte para as emissões globais de gases do efeito estufa e o Brasil é responsável por uma parcela significativa dessas emissões, devido principalmente ao desmatamento e à expansão agrícola. Com a projeção de um aumento de quase 50% na demanda global por alimentos até 2050, é vital encontrar maneiras de expandir a produção de alimentos sem abrir novas áreas de vegetação nativa. Oportunamente, o país possui vastas áreas de pastagens plantadas de baixa produtividade que podem ser usadas de maneira mais eficiente.

CYBER MONDAY Prorrogada: Tenha mais desconto no plano bianual com cupom “investirmelhor”

Em escala global, o Brasil desempenha um papel crucial na transição para uma produção agrícola mais sustentável. Existem 89 milhões de hectares de pastagens que poderiam ser utilizadas de forma mais eficiente. Modelos de produção comprovados podem atender à futura demanda global sem a necessidade de converter áreas de vegetação nativa em terras agrícolas. Esses modelos incluem a expansão agrícola em pastagens de baixa produtividade, combinada com a intensificação sustentável da pecuária, a proteção e restauração da vegetação nativa, bem como a implantação de sistemas agroflorestais e manejo sustentável de produtos florestais não madeireiros.

A produtividade média da pecuária na Amazônia e no Cerrado é atualmente muito baixa e, com tecnologias amplamente conhecidas, o rendimento dessa atividade pode ser aumentado de três a cinco vezes em relação ao nível atual. Em paralelo, melhores práticas agrícolas no Cerrado poderiam aumentar a produtividade nas fazendas de soja em até 30%.

Há uma discussão acadêmica sobre se a intensificação, e consequente aumento de oferta de produtos agrícolas, geraria uma diminuição da pressão por expansão para novas áreas, reduzindo o desmatamento, ou se, ao contrário, o aumento de oferta reduziria os preços estimulando a demanda e gerando ainda mais pressão sobre áreas naturais (Paradoxo de Jevons). Existem poucos estudos testando as duas hipóteses, mas Szerman e colaboradores (2022) sugerem que, no Brasil, entre 1960 e 2000, o ganho de produtividade e diversificação das atividades na agropecuária contribuiu para a redução das taxas de desmatamento no período.

Para acelerar a transição produtiva nos biomas Amazônia e Cerrado, é necessário um aumento significativo dos fluxos financeiros de longo prazo para o setor agropecuário, estimado em pelo menos US$ 30 bilhões, até 2030. Mecanismos financeiros, como financiamento com taxas de juros atrativas, fundos de participação, recebíveis agrícolas securitizados e estruturas baseadas em carbono, desempenham um papel fundamental na aceleração desses investimentos e na prestação de assistência técnica aos agricultores.

Iniciativas como a Inovação Financeira para Amazônia, Cerrado e Chaco (IFACC) buscam apoiar instituições financeiras, empresas da cadeia de abastecimento e gestores de ativos na criação desses mecanismos financeiros inovadores para a transição agrícola no Brasil, Paraguai e Argentina.

A transição agrícola não apenas traz benefícios ambientais, como a conservação de vegetação nativa e manutenção da biodiversidade, mas também benefícios sociais e econômicos, incluindo o aumento da renda dos agricultores e uma maior segurança hídrica para todos. Para medir e monitorar o impacto dessas ações, existem diversas diretrizes e ferramentas disponíveis, como o Guia de Monitoramento de Impacto do IFACC.

Dentro de uma estrutura sólida de governança social e ambiental, é possível alcançar esses objetivos de forma responsável e rentável. O argumento comercial para investir em modelos de produção mais sustentáveis é respaldado tanto pela comunidade científica quanto pelas instituições financeiras pioneiras. Mecanismos financeiros precisam de pelo menos três tipos de inovação para acelerar a implementação, a primeira é o desenvolvimento de abordagens inovadoras para fechar lacunas de mercado, a segunda é aprender com os casos de sucesso para promover a replicabilidade, e a terceira está na escala desses instrumentos para suprir a demanda global por alimentos, alinhada ao cenário de aumento da temperatura global abaixo de 1,5°C.

Últimos comentários

Grato e parabens pelo belo artigo.
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.