⌛ Perdeu a alta de 13% da ProPicks em maio? Assine agora e receba mais cedo as ações de Junho.Desbloquear ações

Não seja o Botafogo de 2023 nas suas finanças

Publicado 06.12.2023, 06:00
Atualizado 09.07.2023, 07:32

Seus investimentos estavam indo muito bem e agora o desempenho está horrível, o que está acontecendo?
Se você não gosta de futebol, ou não está acompanhando o “desenrolar” do principal  campeonato do Brasil, aqui vai um resumo rapidinho: a temporada de 2023 está no fim, enquanto escrevo este artigo falta somente 1 rodada para o encerramento.

O Palmeiras está com grandes chances de se tornar campeão, só depende dele mesmo e está 3 pontos na frente do segundo colocado. Esse segundo bloco tem 2 times disputando, caso o Palmeiras não confirme essa vantagem.

Dependendo de quando você ler este artigo, você já saberá quem é o campeão, o vice, saberá quem são os times rebaixados (outra disputa sempre emocionante) e aqueles que estão classificados para a Copa Libertadores de 2024.

Mas o que chamou mesmo a atenção de todos neste ano foi o desempenho do Botafogo, o popular Fogão. O clube carioca foi, sem dúvida, o que ocupou as maiores manchetes e as conversas das redes sociais neste ano, e por quê?

Desempenho passado muito acima da média

O campeonato, que é jogado em 2 turnos, com jogos de ida e volta, teve o Botafogo como o grande líder do primeiro turno, tendo alcançado a respeitável marca de 47 pontos, ficando com 13 pontos à frente do segundo colocado. Isso é um desempenho “matador”, como é dito no futebol.

Porém, no segundo turno, algo estranho aconteceu (ou muitas coisas) e o desempenho avassalador não se repetiu. Até aqui, o Botafogo só conseguiu ganhar 18 pontos no segundo turno. Menos da metade dos pontos atingidos no primeiro turno, com um desempenho indo ladeira abaixo. O time ficou um mês inteiro sem conseguir ganhar um ponto sequer.

Lições deste evento para as finanças

Longe de querer fazer a análise dos motivos técnicos responsáveis pela piora surpreendente de desempenho do clube carioca, vamos estabelecer relações entre o ocorrido neste campeonato com o que pode estar acontecendo com nossa vida financeira - e o que dá para aproveitar como um alerta.

Lembro aqui que, na nossa vida, as conexões vão além do mero acaso. O que quer dizer que o modelo de decisões que levam um time de futebol para uma situação ou outra são decisões de pessoas. E a qualidade das decisões, tanto para administrar um time de futebol, como administrar suas finanças, guardam semelhanças. E refletir sobre elas será útil para você, tenho convicção

Rentabilidade passada é garantia de rentabilidade futura?

O Botafogo e sua situação se assemelham à situação de um investidor que achou um determinado ativo ou investimento para decidir colocar seu dinheiro, e em um determinado período, teve um desempenho excelente. Uma rentabilidade de encher os olhos e os bolsos. Alegria pura, como uma sequência de vitórias do líder, vamos para o estádio e nos alegrar.

À medida que o tempo vai passando, nosso investimento preferido vai perdendo força, tração, reduzindo seu yield. O nosso investidor já não está tendo aquela rentabilidade maravilhosa. Tipo, estou 100% alocado na renda fixa com um retorno de 100% da Selic e a bolsa está voando com uma média de 300% da Selic e não estou nessa.

E agora? O mercado mudou, a Selic baixou, a inflação também, e os juros no mercado idem. E o nosso investidor não conseguiu fazer o rebalanceamento. O rebalanceamento, para quem não sabe, é ajustar a sua carteira de investimento para que siga sua estratégia definida anteriormente e proteja seus investimentos. É uma atitude ativa de avaliar e fazer uma mudança de carteira.

Como evitar esses problemas?

No caso do nosso investidor hipotético, ele já estava em “condição de impedimento” no mundo dos investimentos. Concentrar 100% de seu capital apenas em um ativo já seria motivo para o técnico tirá-lo de campo e mandar para o chuveiro.

A diversificação é a melhor arma para proteger os investidores de cometerem erros na vida financeira. Você coloca os ativos em diferentes classes, que tenham comportamento assimétrico (descorrelacionado), ou seja, se um se desvaloriza, a tendência do outro é se valorizar e a mágica acontece.

A segunda forma de buscarmos não ter um resultado declinante em nossos investimentos é bem óbvia e, talvez, esquecida por alguns: o monitoramento do que acontece com sua carteira e a busca de se entender o porquê dos movimentos. O acompanhamento da sua carteira deve ser regular e qualificado.

Aqui, vale lembrar que periodicidade regular não quer dizer olhar a rentabilidade todos os dias, nem toda hora olhar o home broker da corretora, como muitos fazem. Mas é definir um período para, de tempos em tempos, fazer isso de maneira séria. E a qualificação vem de uma análise fria, objetiva e prática do que está acontecendo e o que fazer na sequência.

Olhe para seus investimentos a cada 3 ou 6 meses e avalie se aconteceu algo no seu ativo que seja uma mudança estrutural, definitiva, que vai fazer mudar sua estratégia, e que não seja apenas um queda ou movimento pontual nos preços. Prepare-se para agir, mas só quando valer a pena. Lembre-se da história do menino que gritava “fogo” no cinema, mas na maioria das vezes era mentira…

Um exemplo de razão genuína para uma tomada de decisão: mudou-se a legislação no mercado de maneira profunda, ou houve mudança na concorrência (no caso de ações de empresas), que vai inviabilizar a resposta da companhia em que você investe. Isso sim deve fazer mudar sua estratégia, no mais é ruído

O que resta fazer em casos assim?

Será que o Botafogo monitorou de maneira adequada o que estava acontecendo e tomou as melhores decisões que poderiam ter levado a um desfecho diferente do ocorrido? Eles mudaram o técnico há pouco tempo (a solução padrão no futebol brasileiro - muitas vezes injusta), mas talvez meio tarde a decisão.

Por último, na analogia entre um time em decréscimo de resultado e um investidor que está perdendo dinheiro nos seus investimentos, lembre-se de se dedicar a estudar e aprender mais sobre o tema, ser humilde em relação ao assunto e nunca se contentar em usar apenas o que já se sabe. Essas atitudes vão ajudar a melhorar e ampliar as alternativas para buscar um plano de melhoria.

Boa sorte ao Botafogo, este ano está muito difícil e não deu para ganhar o campeonato, mas se o time ficar mais atento aos riscos, como você deve fazer sempre nos seus investimentos, estará bem competitivo para 2024!

Últimos comentários

Carregando o próximo artigo...
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.