Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

O Copom e o Regime Fiscal

br.investing.com/analysis/o-copom-e-o-regime-fiscal-200445451
O Copom e o Regime Fiscal
Por José Francisco Lima Gonçalves   |  21.10.2021 13:46
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 

Um ambiente político que estimula o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) a buscar melhora em sua aceitação com um programa pensado para a eleição de 2022, e estimula o Congresso a dividir ônus e bônus de mais uma ampla e frágil claraboia instalada na marra, decorre de falsas promessas e ingenuidades verdadeiras.

Depois de vários meses alertando para o risco da mudança no regime fiscal, e sem dizer o que seria isso, as atas do Copom passaram a definir a avaliação de tal risco como dentro do regime de metas de inflação. Assim, as expectativas de inflação, alimentadas pelos modelos, por sua vez alimentados por preços de mercado, embutiriam o efeito do risco fiscal.

A discussão sobre o que seria indicador de mudança de regime fiscal foi prosperando. Uns até aceitam algum desaforo temporário, desde que limitado em valor e tempo. Outros colocam o limite na indexação de salários e benefícios. Assim, cabe alguma concessão, embora o principal seja manter algum controle sobre o crescimento do gasto público.

A inépcia do governo no trato de suas promessas e dívidas justifica atualizações quase diárias nas projeções de variáveis sujeitas a expectativas de curto prazo. Uma alta de 150 pontos na taxa Selic no próximo Copom pode colocar o comitê à frente da curva. Onde ele precisa estar nesse ambiente dificílimo.

O comitê pode, com algum tempero no comunicado, reduzir as taxas de juros curtas. As longas, só com o mercado digerindo um extra teto definido, com o aval do ministro da Economia. O dólar, fica combinado, vai para novo patamar, com o BC entrando para evitar rupturas nas operações dando liquidez.

O Copom não pode mudar de ideia sobre o risco fiscal e abrir mão de tentar levar a inflação para a meta. Membros do Copom se alternam em dizer que o comitê fará o que puder, o que for necessário, para levar a inflação à meta.

Alteramos nosso call para duas altas de 150 pontos nas próximas reuniões.

E ressalvamos que a inflação não vai ceder de modo relevante no horizonte relevante, dada sua natureza. A alta do dólar vai dar um piso para a desaceleração da alta de preços industriais e de combustíveis, com efeitos endógenos no IPCA.

A combinação dá já alta taxa de juros vai onerar o resultado nominal do setor público e sufocar iniciativas relevantes de investimento nos próximos trimestres. Assim, a renda fica condenada em termos nominais pela ocupação e pela remuneração baixa e precária, além da queda já verificada em termos reais.

O Copom e o Regime Fiscal
 

Artigos Relacionados

O Copom e o Regime Fiscal

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (3)
Fergra Comercio
Fergra Comercio 22.10.2021 8:56
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
chama o governo de burro, que é um ignorante, já que você é o sabe tudo vai lá contribuir, ficar de fora criticando é fácil.
Altair Sanches Espanha Junior
Altair Sanches Espanha Junior 21.10.2021 19:13
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
já colocaram a culpa no Bolsonaro???? a economia a gente vê depois...o depois chegou...ha há há glu glu ieie
Wagner Jordão Vianna
Wagner Jordão Vianna 21.10.2021 19:13
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O fanatismo político não pode ignorar o fato que todo gasto público precisa ser justificado sua origem.
Breno Gontijo
Breno Gontijo 21.10.2021 19:13
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
ou vc é burro ou mal caráter.
Nathan Silva
Nathan Silva 21.10.2021 19:10
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Esquece análise. Governo enterrou nosso futuro. Acabou economia. Só teremos muita inflação e juros a partir de agora.
Rafael Marques
Rafael Marques 21.10.2021 19:10
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Quem tem dinheiro se beneficiará com os juros exorbitantes, taxas de 13%a.a,13,5%a.a. até mais. Os pobres passarão um período muito difícil, inflação é um problema humanitário.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail