Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Os Caprichos do Sr. Mercado

Por Larissa QuaresmaResumo do Mercado14.05.2021 13:27
br.investing.com/analysis/os-caprichos-do-sr-mercado-200441960
Os Caprichos do Sr. Mercado
Por Larissa Quaresma   |  14.05.2021 13:27
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 

A semana é de resultados, mas não se fala em outra coisa a não ser na alta de juros, após reunião do Copom que levou a Selic para 3,5% ao ano. Além disso, a inflação americana, que veio acima da expectativa, elevou as estimativas de juros futuros nos Estados Unidos. 

Com isso, mesmo empresas com fundamentos sólidos tiveram seus preços penalizados. 

Explico. (E perdão pelo adendo técnico em plena sexta-feira.)

Companhias com perspectivas de alto crescimento, principalmente as de tecnologia, têm previsão de fluxos de caixa positivos somente para um futuro distante. Muitas delas dão prejuízo no presente.

Para fazer as contas de valuation e, em última instância, chegar a um “preço justo” para as ações das empresas, os investidores descontam esses fluxos para o valor presente usando taxas que incorporam os juros atuais.

Para essas empresas, com fluxos relevantes somente no futuro, pequenas variações nos juros fazem bastante diferença nos montantes a valor presente, dado o grande lapso de tempo em que a taxa de desconto vai se acumulando. Com efeito, a conta resulta em preços justos mais baixos.

Então, com a perspectiva de juros mais altos no Brasil e no mundo, os investidores passam a questionar os preços de tela. Será que Amazon (NASDAQ:AMZN) (SA:AMZO34) não está cara demais? O que dizer da Tesla (NASDAQ:TSLA) (SA:TSLA34)? Mercado Livre (NASDAQ:MELI) (SA:MELI34) então nem se fale... 

-- 

Daí veio o caos. 

Nasdaq caiu. NYSE caiu. Bovespa derreteu.

E os fundamentos?

Ah, sei lá...

Será que faz diferença?

A lógica top-down tomou conta até dos investidores mais escolados no bottom-up.

Antes disso, o mercado vinha quente. Empresas com histórias bem contadas, com alto crescimento em qualquer métrica que fosse, dominavam os portfólios e a lista de IPOs. Seja na Faria Lima, seja em Wall Street. 

Não que esse bolo de empresas contenha só teses fajutas. Longe disso.

Observe o caso de MercadoLibre. Um dos meus professores prediletos, cuja experiência é maior que minha própria idade, disse-me uma vez que a empresa foi piada nos círculos financeiros à época do seu IPO, em 2007.

E veja onde esse foguete chegou: em 2020, processou R$ 100 bilhões em valor bruto de mercadorias (GMV). No primeiro trimestre deste ano, R$ 34 bilhões, alta anual de inebriantes 110%. Veja, essa taxa não é comum para uma empresa que fatura R$ 24 bilhões anualmente. 

E não é que dá prejuízo. No ano passado, o MercadoLibre teve um lucro operacional de R$ 664 milhões. Gerou um fluxo de caixa livre para os acionistas de R$ 5 bilhões. Isso representou um free cash flow yield de 1% — não é um yield de empresa de energia, mas, com o crescimento que tem, diria que ela pode vir a se tornar, para quem entra cedo. 

Amazon vai na mesma linha. Méliuz (SA:CASH3) também, numa escala bem menor.  

Todos esses são casos sólidos. 

Todavia...

Essas empresas acabam atraindo também investidores que não se atentam a esses detalhes. Entram nesses papéis — o pacote padrão do investimento de alto crescimento — na base da análise setorial, quando muito. Com efeito, inflam os preços.

Não há demérito nenhum nessa abordagem. Há quem prefira procedimentos mais temáticos. Sem juízo de valor.

O problema é que, quando o tema sai de moda, esse grupo, de novo em bloco, sai desesperadamente da cesta de tecnologia. E acaba deixando para trás um rastro de prejuízo para quem está comprado pelo fundamento. 

O reajuste de preço, quase sempre, vem exagerado, para depois se equilibrar. Vide as recuperações da Bovespa e de Wall Street ontem.

Paciência… Aliás, essa é uma das virtudes de um bom investidor.

Não resisto em citar um já desgastado bordão de Warren Buffett: “Seja medroso quando os outros estão gananciosos, e ganancioso quando os outros estão medrosos”.

Ultimamente, tem sido raro ouvir sobre os clichês do Oráculo de Omaha. Na recente euforia dos mercados, o velhinho já estava quase fora de moda. Pior que ele está quase sempre certo. Eu não consigo não gostar dele...

Enfim.

Não siga movimentos de manada. Vá a fundo. Atente-se, sempre, aos fundamentos. 

E vamos juntos, navegando em meio aos caprichos do Sr. Mercado, maravilhosamente retratado por John Brooks em seu clássico “Aventuras Empresariais”.

Tudo bem.

Mar calmo não faz bom marinheiro.

Um abraço.

Os Caprichos do Sr. Mercado
 

Artigos Relacionados

Os Caprichos do Sr. Mercado

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (4)
Eric Nunes
Eric Nunes 17.05.2021 2:05
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
ótima analise.
Leo Sad Falleiros
Leo Sad Falleiros 14.05.2021 18:00
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Belo texto! parabéns
Charles Silva
Charles Silva 14.05.2021 14:45
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Conteudo relvante e simples compreensao
Euler Washington
Euler Washington 14.05.2021 13:37
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
muito bom o texto
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail