Últimas Notícias
Investing Pro 0
🚨 Nossos dados Pro revelam a melhor ação da temporada de balanços Acesse dados

Petrobras (PETR4) segue exigindo cautela

Por Guilherme TigliaAções02.12.2022 12:59
br.investing.com/analysis/petrobras-petr4-segue-exigindo-cautela-200453786
Petrobras (PETR4) segue exigindo cautela
Por Guilherme Tiglia   |  02.12.2022 12:59
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
 
PBR
-1,36%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
PETR3
-2,60%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
PETR4
-2,41%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
BVSP
-1,16%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
PRIO3
-2,34%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
RRRP3
-0,05%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 

O Ibovespa fechou o primeiro dia de dezembro em queda com o peso da Petrobras (BVMF:PETR4). As ações preferenciais da empresa (PETR4) caíram -4,01%, a R$ 25,59, enquanto as ordinárias (PETR3 (BVMF:PETR3)) tiveram baixa de -3,75%, a R$ 29,25.

A queda reflete o temor de que o plano estratégico apresentado pela Petrobras deve passar por muitas mudanças com a sucessão de poder em Brasília.

Plano de investimento da Petrobras

A Petrobras anunciou na noite de quarta-feira, 30, seu plano estratégico para os próximos cinco anos. A previsão da empresa é investir US$ 78 bilhões entre 2023 e 2027, 15% acima do previsto no plano passado.

Segundo o Plano Estratégico da empresa, a prioridade continua a ser a exploração e produção (E&P) de petróleo, sobretudo no pré-sal. A companhia fala ainda em manter a atual política de dividendos nos próximos cinco anos.

O plano da Petrobras não traz grandes surpresas, uma vez que leva à continuidade do ritmo atual de crescimento.

Em linhas gerais, observamos uma continuação da estratégia que vem sendo trilhada pela empresa ao longo dos últimos anos, portanto o plano divulgado não traz grandes novidades. Fazendo um breakdown, serão aplicados 83% em Exploração e Produção (E&P) com maior foco no pré-sal; 12% em Refino, Gás e Energia; 2% em Comercialização e Logística; e 3% em Corporativo.

Adicionalmente, além dos US$ 78 bilhões, a Petrobras informou que vai alocar ainda cerca de US$ 20 bilhões em afretamentos (aluguéis) de novas plataformas, o que representa quase US$ 100 bilhões em projetos.

A estratégia pode mudar?

Considerando que o plano deve ser revisto pela nova equipe de transição, que tem manifestado interesse em transformar a Petrobras em uma empresa de energia (com foco em fontes renováveis), Tiglia esse ponto não pode ser ignorado.

O novo plano está sendo definido pelo atual comando da empresa, mas sabemos que existem indefinições com relação aos próximos passos a partir do ano que vem, a depender da conduta a ser adotada pelo novo governo. Isto é, podemos ter uma mudança da água para o vinho de forma repentina com relação a todo esse planejamento estratégico.

O que pode afetar dividendos?

Em plena transição de governo, a Petrobras confirmou que pretende manter a atual distribuição de proventos, com uma previsão de pagamento entre US$ 60 bilhões e US$ 70 bilhões no período de 2023 a 2027.

Os valores são os mesmos previstos no plano estratégico anterior e representam 60% do fluxo de caixa livre estimado do período.

Assim como existem incertezas com relação a investimentos, também existem incertezas com relação a dividendos. Tudo pode ser alterado devido à sucessão de poder em Brasília, e é justamente aí que mora a incerteza”.

Hora de investir ou não na estatal?

A Petrobras é uma gigante e isso é incontestável, entretanto, quando falamos de uma empresa estatal, a política é o grande risco.

Apesar de o plano estar alinhado com o foco da empresa, voltado para geração de resultados e saúde financeira (o que a tornou uma grande pagadora de dividendos), não podemos tomá-lo como certo e direto considerando o risco de ingerência política que existe por trás da companhia.

O governo eleito fez críticas em relação à alocação de capital da Petrobras, logo, como o plano está em linha com o que vinha sendo adotado (buscando melhoria operacional), fica a dúvida para o mercado (com um tom de certo ceticismo) com relação à manutenção do caminho que estão seguindo.

Assim sendo, vemos o momento como negativo para as ações no curto prazo, mesmo negociando a 1,7x EBITDA.


Prefiro olhar de fora o desenrolar de tudo isso, uma vez que as incertezas sobre o futuro da companhia são consideráveis, principalmente em função das atitudes do novo governo com relação a: i) alocação de capital; ii) distribuição de dividendos; iii) política de preços; e iv) desinvestimentos.

Nossa preferência


Nossa preferência dentro do setor está para as ações da 3R Petroleum (BVMF:RRRP3), PetroReconcavo (BVMF:RECV3) e Prio (PRIO3 (BVMF:PRIO3)), com base nos múltiplos também atrativos e no crescimento esperado superior.

 

 

Gráfico apresenta valorização das ações nos últimos três anos.
Gráfico apresenta valorização das ações nos últimos três anos.
Valorização das ações nos últimos três anos. Fonte: Bloomberg
Petrobras (PETR4) segue exigindo cautela
 

Artigos Relacionados

Petrobras (PETR4) segue exigindo cautela

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (4)
Marcelo Mattos
Marcelo Mattos 02.12.2022 21:21
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Petrobras exige cautela ou coragem ?kkkk
Fernando Bueno
Fernando Bueno 02.12.2022 15:45
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Inexperiência nem sempre é sinônimo de incompetência.Todos ja fomos inexperiente um dia meu amigo.
Gilberto Carmo
Gilberto Carmo 02.12.2022 15:45
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Inexperiência do Investing em colocar o rapaz na fogueira. Não tem desculpa
William Mendes
William Mendes 02.12.2022 15:19
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Gilberto Carmo
Gilberto Carmo 02.12.2022 13:39
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Investing coloca um garoto inexperiente pra comentar uma das ações mais negociadas do Ibovespa. Não sabe nem onde está parado, o inocente. Nem olharam a cotação antes de postar. Sofrível!
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail