Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Atualize já

Julio Hegedus Netto

Inscrito: 07.05.2014
  • Análises

Julio Hegedus Netto Análise
Um arquivo completo dos artigos de Julio Hegedus Netto, inclusive as opiniões e análises atuais.

Mais uma semana e a impressão é que vai se tornando remota uma solução “negociada” para a guerra da Ucrânia. Pelo lado dos ucranianos há até o esforço por um desfecho menos traumático, mas a...
Semana se inicia com os mercados atentos ao desenrolar das negociações entre os países da OTAN e a Rússia. Uma boa notícia foi nesta madrugada Macron avançar nos diálogos com Putin. Um acordo pode...
Quinta-feira (17) foi dia de aversão generalizada ao risco, diante da crescente possibilidade de uma guerra na  Ucrânia. Putin colocou na mesa uma série de exigências, como a retirada da possível ida...
A ata do FOMC acabou levemente mais dovish do que o esperado, sem sinalizações de um aperto monetário mais rigoroso a partir de março, não mais em 0,50, mas talvez em 0,25 pp. Os diretores do Fed...
Terça-feira (15) foi dia de muitos investidores voltarem com apetite ao “game”, diante do esvaziamento da crise  geopolítica na Ucrânia. No Brasil, não foi diferente, com o dólar derretendo 1%,...
Parece que Vladimir Putin recuou da sua intenção de invadir a Ucrânia. Isso porque parece que este país está  desistindo, ou adiando, da sua intenção de fazer parte da OTAN. Continuará como “satélite...
Chegamos a um ponto de tensão máxima na ameaça de um “conflito aberto” na Ucrânia. Na complicada “engenharia geopolítica” da região o que se tem é a disputa pela parceria estratégica deste pequeno...
São crescentes os “sinais” de que a política monetária americana deve ser mais “aguda” do que o esperado na próxima reunião do FOMC em março.  O CPI de janeiro (0,6% mensal e 7,5% no anual), acima do...
O tom mais duro da ata do Copom e as várias declarações de diretores, nos levam a acreditar numa política  monetária ainda mais dura nos próximos meses. Isso se reflete no mercado de futuro, com os...
A sinalização da ata do Copom indica que a Selic pode ir muito além da taxa de juros (12%) utilizada no seu cenário de referência. Seu tom acabou mais hawkish do que o esperado, meio que esvaziando o...