Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Petróleo - Calendário da semana: 28 de janeiro a 1º de fevereiro

Commodities27.01.2019 10:02
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters.

Investing.com - A Venezuela deve ficar nas manchetes esta semana já que a turbulência política em Caracas despertou preocupações de que suas exportações de petróleo em breve poderiam ser interrompidas.

Em meio a violentos protestos de rua, o líder da oposição venezuelana declarou-se presidente interino na semana passada, ganhando apoio de Washington e de grande parte da América Latina, incluindo o Brasil e a Colômbia.

Isso levou Nicolas Maduro, líder do país desde 2013, a cortar os laços com os EUA, o que indicava que o país poderia impor sanções às exportações de petróleo da Venezuela.

A evolução da situação na Venezuela assume uma importância ainda maior para o mercado de petróleo, considerando que o país detém a presidência rotativa da Opep neste ano, ressaltam os analistas.

Os comerciantes de petróleo também estarão atentos a mais manchetes nesta semana, já que as autoridades chinesas devem chegar aos EUA na quarta-feira para a próxima rodada de negociações destinadas a resolver a longa guerra comercial entre os dois países.

Além da retórica política e comercial, novos dados sobre os os estoques comerciais de petróleo capturarão a atenção do mercado esta semana.

Os preços do petróleo subiram nesta sexta-feira, apoiados por preocupações com o abastecimento vinculado à Venezuela.

O petróleo bruto West Texas Intermediate encerrou a sessão de sexta-feira com alta de 56 centavos, ou cerca de 1%, a US$ 53,69 o barril na Bolsa Mercantil de Nova York. Durante a semana, no entanto, a referência americana caiu 0,2%, com um forte aumento semanal nos estoques nacionais de petróleo.

Enquanto isso, a referência global os contratos de petróleo Brent com vencimento em março na Bolsa de Futuros ICE em Londres ganhavam 55 centavos, ou 0,9%, para chegar a US$ 61,64 por barril. O contrato perdeu cerca de 1,7% para a semana, o primeiro declínio semanal em quatro semanas.

Depois de encerrar 2018 em queda livre, o petróleo ganhou cerca de 17% desde o início de janeiro. No geral, o recente avanço para o complexo de energia foi impulsionado pela evidência de um declínio na produção global.

A Opep, liderada pela Arábia Saudita e seus aliados não-membros, liderados pela Rússia concordaram em cortar coletivamente a produção em um total de 1,2 milhão de barris por dia (bpd) durante os primeiros seis meses de 2019, em um esforço para evitar um excesso global de suprimentos.

Antes da próxima semana, o Investing.com compilou uma lista dos principais eventos que provavelmente afetarão o mercado de petróleo.

Terça-feira, 29 de janeiro

O Instituto Americano de Petróleo deverá publicar sua atualização semanal sobre a oferta de petróleo nos EUA.

Quarta-feira, 30 de janeiro

A Administração de Informações de Energia dos EUA deverá divulgar seus dados semanais sobre estoques de petróleo.

Sexta-feira, 1 de fevereiro

Baker Hughes divulgará dados semanais sobre a contagem de sondas nos EUA.

- Reuters contribuiu com esta reportagem

Petróleo - Calendário da semana: 28 de janeiro a 1º de fevereiro
 

Artigos Relacionados

Os Futuros de Ouro subiram durante a sessão asiática
Os Futuros de Ouro subiram durante a sessão asiática Por Investing.com - 13.05.2021

Investing.com - Os Futuros de Ouro subiram durante a sessão asiática na quinta-feira.Na divisão Comex da Bolsa Mercantil de Nova York, Os Futuros de Ouro em Junho foram negociados...

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (5)
Ronaldo Lima
Ronaldo Lima 28.01.2019 0:05
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
comprar PETR4....para recuperar o prejuízo de vale3
Thiago Rocha
Thiago Rocha 27.01.2019 18:13
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Quanto despencará a vale, qual o fundo??? eis a questão
Big Boss
Big Boss 27.01.2019 18:13
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Por AT será 47 e depois 37, sendo esses pontos topos e Fibonacci. Devido ao desastre é toda a política, só o tempo nos dirá!
Rafael Verdasca
Rafael Verdasca 27.01.2019 17:35
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Vender Vale e Comprar Petro
José Luis Cardoso
José Luis Cardoso 27.01.2019 17:35
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Muitos gringos farão isso
Ernani Mathias
Ernani Mathias 27.01.2019 17:24
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Tudo isso ficará em 2o plano. Em primeiro virá a Vale..
João Silva
João_Silva 27.01.2019 17:17
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail