Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Autoridades do Fed acenam para alta de juros em março com inflação nas alturas

Dados Econômicos13.01.2022 19:30
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Fachada da sede do Federal Reserve em Washington, EUA 19/03/2019 REUTERS/Leah Millis/File Photo

Por Lindsay Dunsmuir e Ann Saphir

(Reuters) - A diretora do Federal Reserve (Fed, banco central norte-americano) Lael Brainard tornou-se na quinta-feira (13) a mais recente e sênior autoridade do banco central dos EUA a sinalizar que a instituição está se preparando para começar a subir as taxas de juros em março com o intuito de combater a inflação que tem corroído o valor dos recentes ganhos salariais de trabalhadores e colocado os membros do Fed na mira da classe política.

O Fed "projetou vários aumentos dos juros ao longo do ano", disse Brainard ao Comitê Bancário do Senado, que está considerando sua indicação pelo presidente dos EUA, Joe Biden, ao cargo de vice-chair do Fed.

"Estaremos em condições de fazer isso... assim que nossas compras forem encerradas", afirmou ela em referência a um programa separado de compra de ativos do Fed cujo término está previsto para o próximo mês, o que abre as portas para um possível aumento das taxas de juros na reunião de política monetária do Fed de 15 e 16 de março.

O banco central anunciou em dezembro planos de comprar sua última parcela de títulos do governo dos EUA em fevereiro, mais cedo do que havia projetado apenas um mês antes.

Com a inflação anual batendo 7% em dezembro, a mais alta em quase 40 anos, formuladores de política monetária do Fed estão ansiosos para fazer mais e mais cedo, com altas dos juros esperadas para os próximos meses e planos de redução do estoque de ativos de quase 9 trilhões de dólares do banco central tomando forma rapidamente.

"Estamos claramente em uma situação em que a postura da política monetária está equivocada" contra a inflação, disse o presidente do Fed de Chicago, Charles Evans, em evento organizado pelo Milwaukee Business Journal nesta quinta-feira.

Ele chamou a projeção recente dos formuladores de política monetária de três aumentos de 0,25 ponto percentual em 2022 de "um bom começo", mas acrescentou que "podem ser quatro se os dados não melhorarem rápido o suficiente".

Foi um pensamento comum nesta semana, conforme autoridades pareceram firmar planos de um aumento nos custos de empréstimos em março e colocar em jogo a possibilidade de uma quarta alta nos juros em 2022.

Esta semana é a última antes que as autoridades do Fed entrem em uma espécie de período de silêncio --ou seja, sem publicização de comentários-- antes de sua reunião de política monetária de 25 a 26 de janeiro, quando podem estabelecer mais bases para uma subida nos juros em março.

A taxa de juros está perto de zero, patamar em que tem sido mantida desde o início da crise desencadeada pela pandemia de coronavírus.

"Minha previsão é que teríamos um aumento de 25 pontos-base em março desde que não haja qualquer mudança nos dados", disse o presidente do Fed da Filadélfia, Patrick Harker, em evento virtual organizado pelo Philadelphia Business Journal nesta quinta-feira.

"Definitivamente, vejo aumentos de juros chegando, até mesmo já a partir de março", afirmou a presidente do Fed de San Francisco, Mary Daly, na quarta-feira.

O presidente do Fed de Atlanta, Raphael Bostic, o presidente do Fed de St. Louis, James Bullard, e a presidente do Fed de Cleveland, Loretta Mester, também ventilaram elevação dos juros em março em comentários na quarta-feira.

REDUÇÃO DO BALANÇO PATRIMONIAL

Em dezembro, a maioria dos formuladores de política monetária do Fed considerou que precisaria subir as taxas de juros pelo menos três vezes neste ano, mas nas últimas semanas --com dados mostrando que a inflação tem permanecido bem acima da meta de 2% e o mercado de trabalho perto do pleno emprego-- as autoridades se concentraram em começar esse processo em março.

Com um aumento da taxa de juros em março agora firmemente em discussão, várias autoridades --incluindo Brainard nesta quinta-feira-- também sinalizaram desejo de começar a reduzir o balanço patrimonial de 8 trilhões de dólares do Fed neste ano. Isso também removeria a acomodação da política monetária e diminuiria a pressão de baixa sobre os custos de empréstimos de longo prazo.

Atualmente, investidores veem probabilidade de 86% de que o banco central eleve sua taxa de empréstimo de referência de um dia em sua reunião de política monetária de 15 e 16 de março, de acordo com a ferramenta FedWatch, do CME Group, que mostra ainda outros três aumentos de juros neste ano.

CONFIRA: Monitor da Taxa de Juros do Federal Reserve do Investing.com

No início desta semana, o chair do Fed, Jerome Powell, também comentou sobre um firme aperto da política monetária em 2022. Ele argumentou que a economia forte não "precisa nem quer" tanto estímulo, apesar do salto nos casos de Covid-19 devido à variante Ômicron.

Harker, do Fed da Filadélfia, disse nesta quinta-feira ver a redução do balanço do Fed no fim de 2022 ou início de 2023 e que sua composição final ainda está sendo debatida.

Brainard, por sua vez, disse que o Fed tentará conter a inflação "o mais rápido possível, mas de forma consistente com uma recuperação forte e sustentada".

(Por Lindsay Dunsmuir, Jonnelle Marte e Ann Saphir)

Autoridades do Fed acenam para alta de juros em março com inflação nas alturas
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (24)
Emanuel Arthur
Emanuel Arthur 15.01.2022 7:14
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Militante de esquerda dando discurso sobre economia. é, estamos perto do fim do mundo msm
suzana lima
suzana lima 14.01.2022 11:05
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
o bozo tirou a economia das mãos do paulo jegues e passou pro centrão, que vergonha. fora bozo.
Fabio Piloto
Fabio Piloto 14.01.2022 10:41
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O FED está prevendo quatro aumentos de 0,25 o que resulta em 1% aa em 2023 para debelar uma inflação de 7%???
claudio villaça
claudio villaça 14.01.2022 10:32
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Por quê o FED não cala a boca e deixa o mercado de ações seguir o fluxo. Atrapalha mais do que ajuda.
Rodrigo Coelho
Rodrigo Coelho 14.01.2022 10:18
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O aumento do juros nos estados unidos é culpa do Guedes
Felipe Johansen
Felipe Johansen 14.01.2022 8:59
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
resumindo: impressora de dólares ligada até março, enquanto isso a principal comodites que é petróleo segue o fluxo e sem o freio pode chegar a 120 dólares o barril
jaco antonio san martin
jaco antonio san martin 14.01.2022 8:48
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Lá, estão aterrorizados com inflação perto dos 7%.Aqui, os preços de produtos e serviços sobem mais de 100% e nflação oficial gira e torno de 10%. E isso não é nada. Nem é motivo para reajuste de salarios.Assim, os assalariados são massacrados como se fossem escravos indignos de valor, humanidade. Tudo para enriquecer mais os ricos e poderosos. Claro, a custa da miséria de 95% da população brasileira.
Michel Fagundes
Michel Fagundes 14.01.2022 8:48
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Você está equivocado, a inflação atual lá é maior que do Brasil. Porém os preços sempre foram baixos lá o que no fim não influenciava tanto e também lá existe um mercado muito maior de produtos tendo disponibilidade para todo o comércio.
Victor Mancini
Victor Mancini 14.01.2022 8:48
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Cara , inflação alta nos EUA é maito mais preocupante que no Brasil, estamos falando de maior potencia do mundo , com a moeda mundial , com um mercado muito mais competitivo, onde não se via inflação alta desde o inicio dos anos 80, quando uma nação dessa registra inflação de 7% é bem preocupante , sem contar que os juros estão a taxas proximas a zero.
YouTube nomics
YouTube nomics 14.01.2022 8:41
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Let's go Brandom
Rodrigo Matos
Rodrigo Matos 14.01.2022 8:39
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Vai derreter
Regys Mendoza
Regys Mendoza 14.01.2022 8:27
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Sem dúvida culpa de Bolsonaro... Quando esses juros refletir no Brasil vamos colocar culpa no Bozo pra eleger nosso Lulo o ladrão safadinho..
Rod Cst
Rod Cst 14.01.2022 8:27
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Tiago Fontana
Tiago Fontana 14.01.2022 8:17
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
se os juros nos proximos anos passar de 2.5% o sistema quebra, bolsa vai cair uns 50%
Julimar Pieri
Julimar Pieri 14.01.2022 8:03
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Thiago R Silva
Thiago R Silva 14.01.2022 8:03
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Com a inflaçao a 7 por lá, todos vao correr para o juros de 0,75 a 1% por lá … só que nao … midia apertando o play na hora certa, medo temor receio kkkkk o golpe esta ai cai quem quer
Thiago R Silva
Thiago R Silva 14.01.2022 7:59
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Dormem e acordam com um só nome … Bolsonaro Bolsonaro Bolsonaro Bolsonaro … meu deus quanto fanatismo … a teta secou de verdade mesmo … comportamento de crianca desmamada …
Miguel Castro
Miguel Castro 14.01.2022 7:54
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Mercado precifica desde dezembro tais políticas, porém a matéria vem para orientar até quem não acompanhou de perto a evolução das conversas e dados de inflação em uma forma de resumo...muito bom!
Paulo Avanço
Paulo Avanço 14.01.2022 7:54
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Precifica nada amigo, no momento em q o fed comercar reduzir suas posicoes vai ser sangue. Sao 8 tri de dolares.
JulianaKatz Lang
JulianaKatz Lang 14.01.2022 7:47
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Investidores de fato nas esperam as notícias saírem aqui para tomar decisões... Já sabem disso a muito tempo...kkkkkk
Thiago R Silva
Thiago R Silva 14.01.2022 7:47
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Aleluia você postou algo coerente … sem citar o seu mestre amado kkkk
JulianaKatz Lang
JulianaKatz Lang 14.01.2022 7:47
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Deu medo agora.. se Thiago, militonto, acha coerente... preciso rever isso... kkkk
JulianaKatz Lang
JulianaKatz Lang 14.01.2022 7:47
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Resta saber, quem o cérebro plano desse militonto, "acha" que tenho "mestre amado" kkkkkkk
Ricardo Nogueira
Ricardo Nogueira 14.01.2022 7:44
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
o mundo já sabe disso desde a última reunião. mas a notícia aparece como uma bomba para justificar uma correção.
Mamoru Uehara
Mamoru Uehara 14.01.2022 7:41
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
terror de novo na midia comecou olha o titulo como se fosse acabar o mundo
Julius Latrellis
Julius Latrellis 14.01.2022 7:41
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Exatamente os juros 0,75 / 1,00% para todo o ano
jonatas souza
jonatas souza 14.01.2022 7:34
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Fed segue injetando $$$ e muito
suzana lima
suzana lima 14.01.2022 0:06
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
agora sim temos que torcer para o bozo não fazer besteira.
Alberto Fab
Alberto Fab 14.01.2022 0:06
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
A lacrolandia é a terra dos derrotadas. Não aprendem e bebem gás, quando não estão chapados.
JulianaKatz Lang
JulianaKatz Lang 14.01.2022 0:06
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Desgoverno BozoNazi acabou! Enterro marcado para outubro, mas as futuras viuvas já tem autorização para chorar abaixo ou acima... kkkk 👇👆
André Costa
André Costa 13.01.2022 23:32
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Amanhã o bambú vai chorar novamente.
Ricardo P Silveira
Ricardo P Silveira 13.01.2022 23:11
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O que é melhor (ou pior) ??? Uma inflação brasileira = 10.6% + carga tributária > 35% x IDH = 0.70 *** Ou uma inflação estadunidense = 7% + carga tributária > 24% x IDH = 0.90 *** FÓRMULA da (in) COMPETÊNCIA ***
zeni moura
zeni moura 13.01.2022 23:11
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Sem nenhuma pandemia .. O Brasil dos “grandes avanços sociais” promovidos pelos petralhas ocupava a 75° posição no índice de desenvolvimento humano (IDH) e a 1° posição em número de assassinatos, cerca de 13% dos casos registrados no planeta.
Ricardo P Silveira
Ricardo P Silveira 13.01.2022 23:11
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Em 2008, em plena "marolinha", IDH 0.71 ....... Em 2019, em plena "gripezinha", IDH 0.76
Daniel Freiberger
Daniel Freiberger 13.01.2022 22:52
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Enquanto vcs brincam de quem é a culpa, o Brasil tá uma M* . Nunca vi tanta gente reciclando lixo. O brasil tem 1 governo que não traz uma notícia boa... Governo muito ruim ! Não sou de esquerda. Este Lula foi o maior BANDIDO da história do Brasil.
Marlon Borges
Marlon Borges 13.01.2022 22:52
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
A falta e boas noticias é mundial! Se for pra esbravejar tem que ligar la pro Xi Ji-China e danar com ele…. As vezes penso que as pessoas sentem saudades de ser enganados! “É melhor ter boas novas mentirosas do que nao ter nada”. Espero mesmo que não seja de esquerda…
Milton Silva
Milton Silva 13.01.2022 22:52
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Daniel, será que você está vendo as notícias nas mídias certas? Procure ver as realizações de obras deste governo e você vai se surpreender com tantas notícias boas!
JulianaKatz Lang
JulianaKatz Lang 13.01.2022 22:52
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Desconfio que as "mídias certas" do Milton sejam Brasilparalerdos, jovem passa pano, lives do genocida, etc... kkkk
zeni moura
zeni moura 13.01.2022 20:12
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Inflacao nos USA culpa d quem d quem ... bolson!!??
Gustavo Costa Oliveira Da Costa
Gustavo Costa Oliveira Da Costa 13.01.2022 20:12
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
nos EUA eu não sei, mas aqui se não é do governo deve ser minha então! !!
zeni moura
zeni moura 13.01.2022 20:12
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Gustavo Costa Oliveira Da Costa se vc gritou fiqueemcasa pode ser mesmo
JulianaKatz Lang
JulianaKatz Lang 13.01.2022 20:12
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
A bozotralha está perdidinha, nem sabe de quem é a culpa da inflação nos EUA. kkkkk
JulianaKatz Lang
JulianaKatz Lang 13.01.2022 20:12
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Interessante, que agora, tá todo mundo na rua e a economia piorou! kkkkkkk A desculpinha do "fique em casa" não cola mais.... kkkk
zeni moura
zeni moura 13.01.2022 20:12
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
JulianaKatz Lang simmm ficar 1 ano e meio alimentando uma populacao d 200 milhoes.. deve ficar mt barato... vamos quitar toda a conta do ficaemcasa em 2 ou 3 meses pode ter certeza...... sinceramente é impossivel debater com esquerdista ... pois esperamos argumentos e nao alienacoes .... surreal
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail