Garanta 40% de desconto
⚠ Alerta de Balanço! Quais ações estão prontas para disparar?
Veja as ações no nosso radar ProPicks. Essas estratégias subiram 19,7% desde o início do ano.
Não perca a lista completa

BCE fecha 2023 com prejuízo após atuação para manter estabilidade de preços

Publicado 22.02.2024, 10:15
Atualizado 22.02.2024, 13:41
© Reuters.  BCE fecha 2023 com prejuízo após atuação para manter estabilidade de preços

O Banco Central Europeu (BCE) registrou prejuízo em 2023, após quase duas décadas de lucros, diante das iniciativas necessárias para cumprir o principal mandato da instituição, que é o de garantir estabilidade de preços no sistema que compartilha a moeda única europeia, o euro. Em relatório gerencial publicado em seu website, o BCE informou que registrou prejuízo de 1,266 milhão de euros no ano passado, após resultado nulo em 2022.

O BC da zona do euro informou que o resultado não atrapalhará seu objetivo principal de garantir a estabilidade dos preços. O prejuízo será lançado no balanço patrimonial do BCE para ser compensado por lucros futuros.

O balanço patrimonial do BCE caiu 24,4 bilhões de euros em 2023, para 674,5 bilhões de euros, como resultado do reinvestimento apenas parcial dos pagamentos de principal dos títulos vencidos da carteira do programa de compras de ativos (APP,na sigla em inglês) entre março e junho de 2023 e da interrupção total desses reinvestimentos a partir de julho de 2023.

O balanço do BCE expandiu-se significativamente no período de 2019 a 2022, principalmente devido às compras de títulos pelo BCE no contexto da implementação da política monetária do sistema do euro.

No contexto do APP, o BCE e os bancos centrais nacionais adquiriram uma variedade de ativos, incluindo obrigações de dívida pública, títulos emitidos por instituições supranacionais europeias e por empresas para influenciar as condições financeiras gerais e, consequentemente, o crescimento econômico e a inflação.

Desse total do seu balanço patrimonial, os ativos denominados no euro para fins de iniciativas de política monetária respondiam por 63% da carteira.

O Conselho do BCE pretende continuar a reinvestir, em sua totalidade, os pagamentos de capital dos títulos vincendos adquiridos ao abrigo do Programa de Compras de Emergência durante a Pandemia (PEPP,na sigla em inglês) durante o primeiro semestre de 2024, segundo o relatório. O BCE pretende, então, reduzir a carteira do PEPP em 7,5 bilhões de euros por mês, em média, durante o segundo semestre de 2024 e interromper os reinvestimentos no final de 2024.

O relatório pontua que o conselho do BCE continuará a aplicar flexibilidade no reinvestimento dos resgates vencidos na carteira do PEPP, com vista a fazer um contraponto a riscos para o mecanismo de transmissão da política monetária relacionados com a pandemia.

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.