Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Dólar cai com esperança sobre precatórios, mas aguarda Fed e Copom

Moedas21.09.2021 17:50
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Nota de dólar dos EUA 26/05/2020 REUTERS/Dado Ruvic

Por José de Castro

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar fechou em queda ante o real nesta terça-feira, num movimento iniciado por uma trégua externa, mas intensificado pela perspectiva local de alguma resolução para os precatórios.

A moeda oscilou numa faixa estreita até perto de 12h30, quando despencou em linha quase reta enquanto autoridades políticas tentaram se mostrar empenhadas e coesas nos esforços em prol de um acordo sobre os precatórios, após reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes, para tratar do tema.

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), disse que a PEC para resolver o problema dos precatórios no Orçamento do ano que vem preverá uma limitação do crescimento dessas despesas pela mesma dinâmica da regra do teto de gastos. E o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), ressaltou o compromisso de respeito ao teto de gastos e criou a comissão especial que analisará o mérito da PEC dos precatórios.

O receio do mercado de uma resolução capenga para essa conta disparou depois do discurso inflamado do presidente Jair Bolsonaro no 7 de Setembro, quando atacou ministros do STF. Isso porque a solução de limitar pagamento dos precatórios nos moldes da regra do teto de gastos --que agrada ao mercado-- foi costurada inicialmente no campo jurídico, com presença ativa do presidente do STF, Luiz Fux.

Um experiente operador de mercado ponderou que o momento agora deveria ser de pelo menos "parar de piorar". "A política já atrapalhou tanto o fundamento (de mercado) que com qualquer sinalização melhor dela os ativos reagem de forma positiva", disse.

No fim do dia, o dólar à vista caiu 0,81%, a 5,2854 reais na venda, após variar de 5,3381 reais (+0,18%) a 5,2632 reais (-1,23%).

A baixa percentual é a mais forte desde o último dia 13 (-0,84%).

Lá fora, a moeda dos EUA perdia valor frente à maioria de seus pares. O real esteve entre os melhores desempenhos do dia, mas era acompanhado de perto por rivais emergentes como rublo russo e lira turca --sensíveis à percepção global de risco, assim como a divisa brasileira.

Para além do noticiário político local, o viés de baixa do dólar também era amparado pela recuperação de ativos de risco no exterior, após a liquidação da véspera por temores relacionados à incorporadora chinesa Evergrande.

Mas as atenções também estão voltadas para as decisões de política monetária no Brasil e nos EUA. Aqui, o mercado espera alta de 1 ponto percentual nos juros e indicações sobre os próximos passos diante da escalada da inflação. Nos EUA, o foco se volta para se o Fed citará algum tipo de cronograma para redução de compras de ativos.

"O real deve contar com outro aumento agressivo de juros pelo BCB e uma decisão favorável a emergentes pelo Fomc para evitar uma terceira semana de perdas", disseram profissionais da área de pesquisa de multiativos do banco francês Société Générale (PA:SOGN).

Eles notaram que o par dólar/real se estabeleceu acima da nuvem diária do Ichimoku --uma ferramenta de análise técnica baseada em médias móveis. Segundo eles, a atual posição da linha da taxa de câmbio indica possibilidade de mais altas do preço do dólar, podendo ir à faixa entre 5,46 reais e 5,48 reais.

Os patamares de 5,25 reais, 5,16 reais e 5,11 reais são os suportes mais próximos, ainda de acordo com os profissionais do banco.

Dólar cai com esperança sobre precatórios, mas aguarda Fed e Copom
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (2)
Giovanni Dos Santos
Giovanni Dos Santos 21.09.2021 22:23
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Kkkkkk Essa turma não tem mais o que inventar, uns palhaços kkkk
Mant Neuman
BombeiroAmigo 21.09.2021 18:14
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O importante é o que o Jegues falou que Dolar alto é bom para o Brasil... Vamos confiar!!!
André Conceição
André Conceição 21.09.2021 18:14
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
isso. continuem confiando nesse ultraliberal estupido, pra quebrar a cara logo mais.
Alexandre Neinas
Alexandre Neinas 21.09.2021 18:14
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
É só escutar o Guedes que dá tudo certo. Agora vão limitar o valor dos precatórios, que era exatamente o que ele falou no início kkk
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail