Garanta 40% de desconto
🚨 Mercados voláteis? Descubra joias escondidas para lucros extraordináriosDescubra ações agora mesmo

Dólar fecha estável mesmo com leilão extra de swaps do BC

Publicado 02.04.2024, 17:16
Atualizado 02.04.2024, 17:30
© Reuters. Notas de dólar
20/03/2019
REUTERS/Mohamed Abd El Ghany.

Por Fabricio de Castro

SÃO PAULO (Reuters) - O anúncio de um leilão extra de swaps do Banco Central chegou a pesar sobre as cotações do dólar nesta terça-feira, mas a moeda norte-americana se recuperou durante a sessão e fechou estável no Brasil, novamente acima dos 5 reais.

O dólar à vista fechou o dia cotado a 5,0589 reais na venda, estável.

Às 17h02, na B3 (BVMF:B3SA3) o contrato de dólar futuro de primeiro vencimento subia 0,08%, a 5,072 reais na venda.

A sessão começou com um movimento firme de baixa do dólar ante o real, com investidores reagindo ao anúncio da véspera de que o BC faria leilão extra de 20.000 contratos de swap cambial tradicional, no valor de 1 bilhão de dólares.

A oferta extra de swaps, cujo efeito é equivalente à venda de dólares no mercado futuro, tinha como objetivo atender a demanda gerada pelo resgate do título NTN-A3, atrelado ao câmbio, previsto para 15 de abril.

Em reação, o dólar à vista marcou a cotação mínima do dia, de 5,0242 reais (-0,68%), já na abertura dos negócios, às 9h.

A NTN-A3 é um título público indexado ao dólar que há anos não é negociado pelo Tesouro Nacional, mas ainda há no mercado brasileiro instituições que detêm o papel em suas carteiras.

Em 15 de abril vencem um total de 18,534 bilhões de reais em NTN-A3s que foram negociadas em 1997. Em valores atuais, os papeis equivalem a cerca de 3,7 bilhões de dólares.

Os detentores das NTN-A3s no Brasil, ao longo dos anos, também carregaram algumas posições vendidas em dólar para cobrir a exposição a estes títulos. Como agora os papéis vão vencer, os detentores precisam encerrar estas posições vendidas -- o que é feito por meio da compra de dólares.

Anúncio de terceiros. Não é uma oferta ou recomendação do Investing.com. Leia as nossas diretrizes aqui ou remova os anúncios .

Embora o BC tenha indicado que o leilão de swaps desta terça-feira seria para atender esta demanda pontual, evitando distorções no mercado, alguns profissionais ponderaram que a instituição pode ter usado o momento para conter uma alta maior do dólar.

Apesar disso, durante a manhã o dólar foi recuperando força ante o real, ainda que no exterior o viés para a divisa dos EUA fosse negativo. No leilão, ocorrido entre 12h30 e 12h40, o BC vendeu todos os 20.000 contratos de swap ofertados.

Operador ouvido pela Reuters ponderou que, passado o efeito inicial do leilão de swaps, a alta dos rendimentos dos Treasuries no exterior -- em meio à visão de que o corte de juros nos EUA ficará para mais tarde -- voltou a dar certo suporte ao dólar.

Às 14h39 -- já após o leilão de swaps – o dólar à vista marcou a máxima de 5,0629 reais (+0,08%).

Às 17h14, o índice do dólar --que mede o desempenho da moeda norte-americana frente a uma cesta de seis divisas-- caía 0,21%, a 104,780.

Pela manhã, o BC vendeu, em operação regular, todos os 16.000 contratos de swap cambial tradicional ofertados para rolagem dos vencimentos de junho.

Últimos comentários

Banco central é muito inerte com o câmbio. O dolar janais era pra passR dos 5,00. Mas tem uma turma de mololoides la
vende a 4.90 então...sabichão
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.