Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

E-commerce domina novas locações de galpões na América Latina

FII e Fundos24.11.2021 14:41
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. E-commerce domina novas locações de galpões na América Latina

O Mercado Livre (NASDAQ:MELI) (SA:MELI34) liderou a locação de galpões logísticos no Brasil e no México, as duas maiores economias da América Latina, este ano. Foram quase 350,2 mil m² novos nos dois países. No Brasil, a segunda maior expansão foi de Magazine Luiza (SA:MGLU3) (133,6 mil m²) e da Amazon (NASDAQ:AMZN) (SA:AMZO34) (118 mil m²), no México.

Os números foram compilados pela SiiLA, uma empresa multinacional que atua com inteligência de dados no mercado imobiliário comercial.

POR QUE ISSO É IMPORTANTE?

A expansão das locações de galpões logísticos mostram a resiliência do setor de e-commerce mesmo com o arrefecimento da pandemia nas duas maiores economias regionais.

O setor havia experimentado forte expansão durante o período de pico das medidas de isolamento e restrições na circulação, com muitos consumidores aderindo às compras pela internet para evitar sair de casa.

“A pandemia acelerou bastante o setor de galpões e muitas empresas, mesmo lojas que só tinham presença física, em shoppings centers, por exemplo, migraram para o modelo híbrido”, disse Giancarlo Nicastro, CEO da SiiLA.

Segundo a empresa, a expansão do e-commerce nos condomínios logísticos está fortemente ligada à mudanças de comportamento trazidas pela pandemia, enquanto no México o aumento da presença do setor é impulsionada pelos serviços de last mile – isto é, o trecho final da cadeia logística até a entrega ao consumidor.

CONTEXTO

Conforme a plataforma, o segmento no México fechou o terceiro trimestre de 2021 com 4,42% de vacância, enquanto a taxa de vacância geral foi de 8,95% no mercado de galpões monitorados no Brasil registrou a menor taxa histórica desde o início do monitoramento da empresa no país, chegando a 8,95%.

No Brasil, os principais ocupantes do setor são empresas com atuação em transporte e logística (28,96% da área locável em galpões logísticos), seguido por empresas de varejo (20,30%) e e-commerce (9,36%).

O perfil é diferente no México: veículos e peças (28,96%), bens de capital (13,40%) e transporte e logística (8,86%).

Ver mais em Bloomberg Línea Brasil

E-commerce domina novas locações de galpões na América Latina
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (1)
Jadson Esquivel
Jadson Esquivel 29.11.2021 8:12
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O prejuízo vai ser grande
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail