Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Atualize já

Apostas sobre Selic e exterior positivo derrubam taxas de juros antes do IPCA

Ações 08.08.2022 18:20
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
Apostas sobre Selic e exterior positivo derrubam taxas de juros antes do IPCA
 
US10Y...
+0,02%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 

Os juros futuros fecharam em queda nesta segunda-feira, em movimento ainda protagonizado pelos vértices longos. As taxas dos principais contratos de Depósito Interfinanceiro (DI) com vencimento partir de 2025 encerraram abaixo de 12%, influenciadas pelo bom humor no ambiente internacional, com recuo no retorno dos Treasuries e o dólar enfraquecido. O alívio reflete ainda a ideia de que o Copom, a confirmar na ata de terça-feira a sinalização do comunicado, terá encerrado o ciclo de altas da Selic e, tão logo o cenário permita, vai inaugurar o ajuste de baixa da taxa básica.

A taxa do DI para janeiro de 2023 fechou em 13,745%, de 13,766% no ajuste de sexta-feira, e a do DI para janeiro de 2024 caiu de 13,018% para 12,92%. O DI para janeiro de 2025 encerrou com taxa de 11,855% (mínima), de 12,097%. A do DI para janeiro de 2027 caiu de 12,004% para 11,66%.

Com agenda esvaziada tanto aqui quanto lá fora, o mercado deu sequência ao que já vinha fazendo na semana passada, mas, nesta segunda-feira, com o estímulo adicional da valorização do câmbio e da trajetória baixista dos Treasuries. Desde o comunicado do Copom na última quarta, que deixou um espaço apenas residual para voltar a elevar a Selic no encontro de setembro, o mercado iniciou uma corrida aos elevados prêmios de risco embutidos na curva, na medida em que o próximo passo da autoridade monetária para alterar a Selic, seja quando for, será de cortes.

"O comportamento do mercado externo hoje permitiu que o investidor continuasse a operar a precificação de fim de ciclo. Vamos ver se isso se mantém ao longo da semana", afirmou o estrategista-chefe da CA Indosuez Brasil, Vladimir Caramaschi, lembrando que o índice de inflação ao consumidor (CPI, em inglês) dos EUA, na quarta-feira, pode mudar o cenário lá fora.

O mercado tentou também se antecipar à agenda doméstica desta terça-feira, que tem a ata do Copom e IPCA de julho como destaques. Sobre a ata, as atenções estarão voltadas à confirmação da expectativa de fim de aperto e a detalhes sobre a menção do Banco Central ao cenário de 12 meses até o primeiro trimestre de 2024. "O mercado reagiu ao comunicado da decisão da semana passada com um grande rali nos juros, e a ata pode corroborar ou contrariar essa visão do mercado, que aposta cada vez mais em quedas próximas", afirmam os economistas da SulAmérica (BVMF:SULA11) Investimentos.

No caso do IPCA, a mediana das estimativas coletadas pelo Projeções Broadcast aponta taxa negativa de 0,66% em julho, que seria a maior deflação do índice na era do Plano Real. Do mesmo modo, para a abertura do dado, a expectativa é de deflação histórica para preços administrados (-4,36%), segundo a mediana das previsões.

"O mercado vem digerindo bem a ideia de fim de ciclo, muito por causa da inflação em queda, ainda que de forma 'mandrake'", avalia Caramaschi, referindo-se ao fato de que o alívio de preços deve ser devolvido em 2023, quando cessam as medidas de desoneração tributária. Na pesquisa Focus desta segunda, a mediana para o IPCA do ano que vem subiu de 5,33% para 5,36%, cada vez mais distante do teto da meta de 4,75%.

No exterior, os Treasuries se ajustaram em baixa, corrigindo a alta desencadeada pela surpresa com o payroll forte em julho na sexta-feira. A taxa da T-note de dez anos projetava 2,75%, de 2,83% na tarde de sexta-feira. O dólar teve queda generalizada, fechando no Brasil em R$ 5,1129.

Apostas sobre Selic e exterior positivo derrubam taxas de juros antes do IPCA
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (6)
Sandro Edgar
Sandro Edgar 09.08.2022 1:06
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Paulo Jegues é "Jênio" para seus interesses próprios!!!
José Artur Medina
José Artur Medina 09.08.2022 1:06
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Inteligente é você (muita droga)
Pedro Majeau
Pedro Majeau 08.08.2022 20:18
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
... esse Paulo é PHOOOODA!!! Ministro Paulo Guedes PA RA BÉNS!!
Ozeas Souza
Ozeas Souza 08.08.2022 20:15
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Deflação do meus eggs
Eduardo José Nicolau Feliz
Eduardo José Nicolau Feliz 08.08.2022 20:09
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Guedes mandou bancos, analistas, gestores de fundos pras cordas. 23 ibov bomba com arrecadação recorde e fiscal contido. O cara é gênio
Caciano Caciano
Caciano Caciano 08.08.2022 20:08
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
deflação sim, quem não aceita são os adoradores dos ladrões petistas
Daniel Oliveira
Daniel Oliveira 08.08.2022 20:00
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
“Deflacao” em Julho, me engana que eu gosto Brasil. So estão mascarando e empurrando a inflação para 2023.Vale tudo pela reeleição!!
Renato Matos
Renato Matos 08.08.2022 20:00
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Kkkkkkkjkkk
José Artur Medina
José Artur Medina 08.08.2022 20:00
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Fica claro que você não tem ideia do que está falando. #PG é fodaralho, números são irrefutáveis
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail