Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Boa Safra tem prejuízo de R$7 mi no 1º tri com custos; pedidos de sementes sobem 60%

Ações 16.05.2022 21:05
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Plantio de soja 16/05/2022 REUTERS/Shannon Stapleton

Por Nayara Figueiredo

SÃO PAULO (Reuters) - A Boa Safra Sementes SA (SA:SOJA3) reportou prejuízo líquido de sete milhões de reais para o primeiro trimestre, ante perda de 2,8 milhões no mesmo período do ano passado, pressionado pelos custos, porém a expectativa para 2022 é positiva diante do aumento de 58,8% nos pedidos de sementes, que já somam 742 milhões de reais.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) saiu de um desempenho negativo de 145 mil reais nos três primeiros meses de 2021 para 16,3 milhões negativos entre janeiro e março deste ano.

A receita operacional líquida saltou 455% no mesmo comparativo, para 74,5 milhões de reais, com a venda de estoques de grãos da safra passada --o que, por outro lado, também afetou as despesas da empresa.

"O aumento dos custos dos produtos vendidos é atribuído substancialmente ao maior volume de venda de grãos da safra passada, que foram vendidos no primeiro trimestre de 2022, às variações de marcação a mercado dos contratos de commodities e estoques", disse a companhia.

O diretor Financeiro e de Relaçõe com Investidores da Boa Safra, Felipe Pereira Marques, afirmou à Reuters que, em geral, as vendas de estoques de grãos --em sua maioria soja-- são realizadas no final de cada ano, mas em dezembro de 2021 houve um gargalo logístico que fez com que a comercialização fosse postergada para o início de 2022, período em que a companhia tem mais dificuldade para diluir as despesas da operação.

Segundo dados da empresa, os custos saltaram de 9,96 milhões de reais no primeiro trimestre do ano passado para 84,78 milhões nos três primeiros meses deste ano.

Do ponto de vista da demanda, ele afirmou que o cenário de aumento de despesas para o agricultor na safra 2022/23, que começa em setembro, com disparada nos preços de fertilizantes e defensivos, tem feito com que o produtor rural busque sementes de melhor qualidade para garantir a produtividade da lavoura.

"Com aumento no custo dos insumos, o produtor está ávido em ter a melhor semente... De certa forma, está ampliando um movimento que nós já vínhamos sentindo", disse Marques.

O CEO da companhia, Marino Colpo, afirmou que o mais importante a observar no momento é a carteira de pedidos, pois ela sinaliza o que deve ser convertido em vendas ao longo do ano.

"A gente espera que esses pedidos aumentem até um pouco mais e se tornem vendas efetivas a partir do terceiro e quarto tri", disse ele.

Segundo a companhia, contribuíram para o aumento de quase 60% no valor dos pedidos o incremento no preço, a antecipação das negociações e o maior volume.

Em 2021, 80,7% ddas sementes vendidas pela Boa Safra foram com biotecnologia. "Em 2022, até o momento, temos em nossa carteira de pedidos 90% de sementes com biotecnologia", informou a empresa, sinalizando a busca dos agricultores por produtos de maior retorno produtivo.

Boa Safra tem prejuízo de R$7 mi no 1º tri com custos; pedidos de sementes sobem 60%
 

Artigos Relacionados

Eneva levanta R$4,2 bi em oferta de ações
Eneva levanta R$4,2 bi em oferta de ações Por Reuters - 25.06.2022 1

SÃO PAULO (Reuters) - A Eneva (SA:ENEV3) levantou 4,2 bilhões de reais em uma oferta de ações precificada a 14 reais por papel, informou a empresa na madrugada deste sábado. A...

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail