Garanta 40% de desconto
🚀 6 ações que subiram +25% no 1º tri selecionadas pela nossa IA. Quais ações vão subir no 2º tri?Não perca a lista completa

Bolsas da Europa sobem e Paris salta com setor de bens de luxo, após resultado da LVMH

Publicado 26.01.2024, 11:25
Atualizado 26.01.2024, 14:40
© Reuters.  Bolsas da Europa sobem e Paris salta com setor de bens de luxo, após resultado da LVMH

As bolsas europeias fecharam majoritariamente em alta nesta sexta-feira, 26, após o desempenho misto da quinta-feira. As ações da indústria de luxo se destacaram entre as altas, após a receita acima das expectativas da LVMH, a dona da marca Louis Vuitton, renovar o otimismo dos investidores com ativos do setor.

Em Paris, o CAC-40 disparou 2,28%, aos 7.634,14 pontos. O FTSE-100, de Londres, subiu 1,40%, aos 7.635,09 pontos, enquanto o DAX, de Frankfurt, ganhou 0,32%, aos 16.961,39 pontos.

Em Paris, as ações do grupo LVMH Moet Hennessy Louis Vuitton saltaram 12,81%, após a empresa obter receita de 86,15 bilhões de euros (US$ 93,46 bilhões) em 2023, cerca de 13% acima do registrado no ano anterior. O resultado também superou expectativas de analistas da FactSet, de vendas anuais de 85,74 bilhões de euros.

O desempenho contaminou outros papéis da indústria de luxo. As ações da empresa especializada em vinhos e bebidas alcoólicas Pernod Ricard (EPA:PERP) avançaram 7,85%, as da Hermès, 6,63% e as da Kering (EPA:PRTP), dona da Gucci, 6,59%.

"O resultado da LVMH tranquilizou os investidores, mostrando que vamos ter uma aterrissagem suave com continuidade do crescimento positivo, ainda que com uma taxa mais moderada após vários anos de expansão descomunal de dois dígitos", disse o analista de bens de luxo da Bernstein Luca Solca.

O clima positivo para o setor de luxo também ultrapassou as fronteiras e impulsionou nomes como Salvatore Ferragamo (7,61%) e Moncler (9,64%) em Milão. O FTSE MIB, referencial amplo do mercado, terminou a sessão em alta de 0,73%, em 30.379,33 pontos.

Ainda em Paris, os papéis do Casino Guichard-Perrachon encerraram o pregão com ganho de 0,42%, após o grupo varejista francês receber US$ 400 milhões por venda de fatia direta de 34,05% na rede colombiana Éxito, na sequência de uma oferta pública de aquisição do Calleja. O Grupo Pão de Açúcar (BVMF:PCAR3), controlado pelo Casino, recebeu US$ 156,4 milhões por sua fatia de 13,31% no Éxito.

Em Madri, o Ibex-35 subiu 0,20%, aos 9.936,60 pontos. O PSI 20, de Lisboa, descolou-se dos mercados da região e cedeu 0,30%, a 6.275,73 pontos.

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.