Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Calendário Econômico - Fique por dentro dos assuntos relevantes da semana

Ações 21.11.2021 16:15
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters

Por Noreen Burke

Investing.com -- Os investidores estarão bem atentos à ata da reunião do Federal Reserve (Fed) de quarta-feira, em busca de novos insights sobre o impacto do aumento da inflação na trajetória futura das taxas de juros.

Os mercados também aguardam um pronunciamento do presidente Joe Biden quanto à sua escolha do líder do banco central dos EUA, com uma possível decisão esperada para antes do feriado de Ação de Graças de quinta-feira.

Haverá uma enxurrada de dados econômicos dos EUA na quarta-feira, véspera do feriado, enquanto os dados de PMI da zona euro, do Reino Unido e dos EUA ao longo da semana vão esboçar o impacto das questões de cadeia de fornecimento e da inflação na atividade empresarial. Enquanto isso, a Black Friday dá início ao período crítico de compras de fim de ano.

No Brasil, as atenções estão voltadas para Brasília, especialmente com a tramitação da PEC dos Precatórios no Senado e a divulgação do IPCA-15 de novembro.

Aqui está o que você precisa saber para começar a sua semana.

CONFIRA: Calendário Econômico completo do Investing.com

1. Ata do Fed

Na quarta-feira, o Fed publicará a ata da sua reunião de Novembro, na qual os dirigentes decidiram que a economia dos EUA estava forte o suficiente para começar a reduzir seu programa de compra de ativos, implantado a fim de estimular a recuperação após a eclosão da crise do coronavírus.

Desde então, a recuperação econômica continuou a se acelerar, com o aumento dos números de postos de trabalho e a escalada contínua da inflação, levando o Vice-Presidente do Fed, Richard Clarida, a convocar na semana passada uma discussão sobre uma redução mais rápida do programa de estímulo, fazendo o Fed elevar as taxas de juros mais cedo.

Na quinta-feira passada, o presidente do Fed de Chicago, Charles Evans, conhecido pela sua postura dovish em termos de política monetária, disse que "sua mente está mais aberta" para um aumento das taxas de juros no ano que vem do que estava há seis meses. Separadamente, o presidente do Federal Reserve de Atlanta, Raphael Bostic, indicou seu apoio para um aumento das taxas em meados de 2022.

O Fed deve publicar novas previsões trimestrais após a sua próxima reunião, em meados de dezembro, as quais poderão proporcionar uma melhor leitura sobre o quanto os pontos de vista dos dirigentes mudaram.

CONFIRA: Monitor da Taxa de Juros do Federal Reserve

2. A escolha de Biden para o Fed

A Casa Branca disse na semana passada que o Presidente Joe Biden provavelmente decidirá antes do Dia de Ação de Graças se irá manter o atual Presidente do Fed, Jerome Powell, no cargo por mais um mandato ou se promove a atual Governadora do Fed, Lael Brainard, para o posto.

Os analistas esperam alguma volatilidade do mercado de ações em torno do anúncio, especialmente se Brainard for escolhida.

Powell, cujo mandato termina em fevereiro do ano que vem, foi nomeado em 2018 pelo então presidente Donald Trump. Brainard, faz parte do conselho do Fed desde 2014, é a preferida dos democratas progressistas e é vista como mais dovish que Powell.

Se Brainard for nomeada, os mercados podem reprecificar o calendário de futuros aumentos das taxas de juros, enquanto as perspectivas de taxas de juros mais baixas por mais tempo poderiam desencadear uma sequência de vendas dos títulos do Tesouro dos EUA, impulsionada pelas expectativas de inflação mais elevada.

LEIA MAIS: Petróleo cai quase 10% em 4 semanas; avanço da Covid pode aprofundar perdas?

3. Senado vota a PEC dos Precatórios? Qual texto?

O tópico é uma pergunta porque está prevista para próxima quarta-feira (24) a votação na CCJ. Caso aprovado, a tramitação segue para o plenário da Casa.

A incerteza é em relação à qual texto será apreciado: o que foi aprovado pela Câmara dos Deputados em 2 turnos, ou se ele passível de alteração e até fatiamento, para acelerar a aprovação do trecho que destina recursos para o Auxílio Brasil, novo programa de transferência de renda que substitui o Bolsa Família.

Caso haja alteração ao aprovado na Câmara ou o fatiamento, a matéria precisa retornar a Câmara dos Deputados se for aprovado na CCJ e no plenário do Senado.

Em relação à divulgação de indicadores econômicos, o mais importante é o IPCA-15 de novembro. A expectativa é de alta de 1,1%, o que seria uma desaceleração do índice de outubro, quando foi registrado 1,2%. No entanto, não se descarta um dado acima da projeção, o que ocorre constantemente nos últimos meses.

Além do tradicional Boletim Focus na segunda-feira de manhã, a semana terá: Receita Tributária Federal, dados do mercado de trabalho do Caged de outubro, Confiança do Consumidor da FGV de novembro, Transações Correntes de outubro, Investimento Direto Estrangeiro do mês passado e Empréstimos Bancários em outubro.

LEIA MAIS: Bank of America projeta Ibovespa em 125 mil pontos, mas destaca riscos

4. Os indicadores econômicos no exterior

Os EUA vão divulgar uma série de dados econômicos na quarta-feira, antes do fechamento dos mercados para o feriado de quinta-feira. O destaque serão os números sobre renda e gastos pessoais, que incluem o índice central de preços PCE, que segundo rumores é o indicador de inflação favorito do Fed.

O calendário econômico também inclui dados revisados sobre o PIB do terceiro trimestre, pedidos iniciais de auxílio-desemprego, encomendas de bens duráveis, vendas de novos imóveis residenciais e sentimento do consumidor.

Os relatórios sobre vendas de imóveis residenciais existentes e dados de PMI de novembro, que deve indicar apenas uma modesta melhoria, serão anunciados na segunda e terça-feira, respetivamente.

Enquanto os dados do PMI de novembro dos EUA devem mostrar um aumento modesto na atividade comercial, pesquisas semelhantes da zona do euro e do Reino Unido devem indicar desaceleração das atividade dos setores de manufatura e serviços.

O aumento do número de infeções por coronavírus está acarretando novas restrições em algumas partes da Europa, ao passo que a escalada dos preços do gás natural está alimentando a inflação, agravada por uma crise global da cadeia de fornecimento.

O Banco Central Europeu está sob crescente pressão para apertar a sua política monetária extremamente frouxa a fim de compensar o impacto sobre o poder de gastos das famílias, mas a Presidente do BCE, Christine Lagarde, se mostrou contrária, argumentando que uma política mais rigorosa agora poderia sufocar a recuperação econômica.

Enquanto isso, o Banco da Inglaterra deve se tornar o primeiro dos grandes bancos centrais do mundo a elevar as taxas de juros desde o início da pandemia, com investidores e economistas esperando um aumento na sua próxima reunião, em 16 de dezembro.

CONFIRA: Cotação dos principais índices globais

5. Black Friday

A temporada de compras de fim de ano começa na sexta-feira, em um contexto de inflação crescente e escassez de fornecimento.

Havia certa preocupação que a inflação elevada poderia reduzir os gastos dos consumidores, mas um aumento nos números de vendas do varejo de outubro indicou que os americanos começaram a comprar cedo a fim de contornar a escassez de oferta. Os fortes resultados do varejo no terceiro trimestre também se somaram aos sinais positivos para as compras de fim de ano.

"Nos resultador do 3T, uma das tendências que vimos é a força retumbante do consumidor norte-americano", disse Jessica Bemer, gerente de portfólio da Easterly Investment Partners, disse à Reuters na sexta-feira.

VEJA TAMBÉM - Black Friday: Ativa seleciona cinco ações baratas na bolsa brasileira

"Esta semana, ouvimos relatos dos varejistas de que os consumidores estão de volta às lojas, desfrutando a experiência de compras e se preparando para o fim de ano. Faz sentido, mas foi realmente validado durante a temporada de resultados".

- Com informações de Reuters

Calendário Econômico - Fique por dentro dos assuntos relevantes da semana
 

Artigos Relacionados

Inter lucra R$16 mi do 2º tri
Inter lucra R$16 mi do 2º tri Por Reuters - 15.08.2022 5

SÃO PAULO (Reuters) - O Inter divulgou nesta segunda-feira lucro líquido de 16 milhões de reais para o segundo trimestre, ante prejuízo de 30 milhões positivos obtidos no mesmo...

Mineração derruba resultado da CSN no 2º tri
Mineração derruba resultado da CSN no 2º tri Por Reuters - 15.08.2022 2

SÃO PAULO (Reuters) - A CSN (BVMF:CSNA3) divulgou nesta segunda-feira queda de 60% no resultado operacional ajustado do segundo trimestre, mas o desempenho veio praticamente em...

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (3)
Zecharia Sitchin
Zecharia Sitchin 21.11.2021 22:14
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
tem que manter Jerome Powell
Nikolas Filpi
Nikolas Filpi 21.11.2021 20:45
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Ansioso pra festa dos 100k
Marco Dangot
Marco Dangot 21.11.2021 16:38
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Bolsonaro em 2022
Mostrar respostas anteriores (8)
Adriano nunes
Adriano nunes 21.11.2021 16:38
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Bozo 2022 e a bolsa aos 50.000 pontos e caindo sem paraquedas. Inflação aos 20% e selic na casa dos 22%. Amazônia em chamas e o bozo é seu filhos no trono curtindo e rindo do povo. Sai lixo.
FELIPECARLOS PICCOLI
FELIPECARLOS PICCOLI 21.11.2021 16:38
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
bozo perde até para doria
Billie Jean
Billie Jean 21.11.2021 16:38
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Síndrome de avestruz ou masoquista ou faz parte do esquema do Bozo
Roberto De Neves
Roberto De Neves 21.11.2021 16:38
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Bolsonaro é um FDP! 2022 só se for para forca!
Roberto De Neves
Roberto De Neves 21.11.2021 16:38
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Bolsonaro é um miliciano corrupto! 2022, só se for para a forca ;
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail