Últimas Notícias
Investing Pro 0
PROMOÇÃO prorrogada Cyber Monday: Até -60% no InvestingPro+ GARANTA A OFERTA

Crash de 2022 no mercado de títulos é “impressionante”, afirma BofA

Ações 23.09.2022 16:27
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters.
 
US500
-0,12%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
BAC
-1,29%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
USD/BRL
+0,00%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 

Investing.com - O estrategista de investimentos do BofA (NYSE:BAC), Michael Hartnett, classificou o atual crash no mercado de “bonds” como o “3º Grande Mercado de Baixa de Títulos”, já que o primeiro ocorreu em 1899-1920, e o segundo, em 1946-1981. Ele afirmou que o movimento está sendo “impressionante”. O estrategista disse que as perdas globais dos títulos governamentais em 2022 devem ser as piores desde 1949 (Plano Marshall), 1931 (Credit-Anstalt) e 1920 (Tratado de Versales)”.

Ele argumentou que o crash nos títulos ameaça eventos de crédito e liquidação nos negócios mais movimentados do mundo: dólar, tecnologia nos EUA e private equity. Ele ressalta que a verdadeira capitulação é quando os investidores “vedem o que amam e valorizam”.

O estrategista destaca que desde 1º de agosto as taxas nos EUA são de +110 pb; no Reino Unido, +123 pb (alta mais rápida desde 94); na Alemanha, +87 pb (mais rápidos desde 90); na França, +83 pb (mais rápido desde 94).  O aumento das taxas foi impulsionado pela inflação (PPI alemão + 46%), bancos centrais (~300 aumentos de taxas nos últimos 12 meses), mas também déficit fiscal, dada a nova era de resgates governamentais em cada crise + piora da geopolítica = mais gastos militares (guerra é inflacionário).

Analisando os fluxos semanais, o estrategista observou uma entrada de fluxo para posições de caixa de US$ 30,3 bilhões, além de saúdas de recursos do ouro de US$ 0,4 bilhão, títulos de US$ 6,9 bilhões, e ações de US$ 7,8 bilhões.

O indicador Bull & Bear do banco voltou a indicar “máxima queda” de 0,0.

Hartnett ainda não considera que as ações tenham tocado o fundo, uma vez que os choques de inflação/juros/recessão ainda não acabaram, e o crash dos títulos nas últimas semanas significa máximas nos spreads de crédito. Ele recomendou compras escalonadas a partir de 3600 no S&P 500, com adições em 3300 e, principalmente, 3000.

O estrategista disse que o risco de queda é similar ao de 1987, enquanto risco de alta é parecido com o de 1975, quando as small caps tiveram um desempenho muito melhor.

 

 

Crash de 2022 no mercado de títulos é “impressionante”, afirma BofA
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (3)
Marcelo Souza Pinhoes
Marcelo Souza Pinhoes 24.09.2022 17:18
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
E o Brasil tá como? Mundo desabando, se metendo em guerras de terceiros, inflação fora de controle e recessão vinda a galope. Enquanto isso... no reino do Brasil, inflação caindo, previsão de PIB sendo refeita para cima, desemprego caindo aos níveis anteriores ao covid, você pode não gostar, mas tem que aceitar os fatos. Bora, Guedinho 🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷
Mantt Newmann
Mantt Newmann 23.09.2022 19:35
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Ciclos de 20 e 30 anos!
Athanase Patsea
Athanase Patsea 23.09.2022 17:13
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
De que adianta toda grandeza das empresas americanas, se uma parte da população começou a viver na miséria por lá, coisa nunca vista.....problemas sociais sérios a caminho. Os poderosos não vão ficar impunes.
Marcus Guilherme Marcus
Marcus Guilherme Marcus 23.09.2022 17:13
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Viva fidel
Joao Souza Dias
Joao Souza Dias 23.09.2022 17:13
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
É por causa desses governos comunistas que tomaram conta do ocidente que a miséria se espalhou e não por causa das empresas que geram empregos bens de consumo e serviços
Paulo Milano
Paulo Milano 23.09.2022 17:13
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
A pobreza nos EUA é da minoria absoluta da população. Diferente do Brasil que 50% ganga até 3 salários mínimos. A pobreza aqui não é de hoje mas não melhorou nos últimos 40 anos. Apesar de muitos políticos se ganharem. Aqui sim é maioria. Belindia = Índia + Belgica
Gamer Opressor
Gamer Opressor 23.09.2022 17:13
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Athanase fala do que não sabe, essa é a verdade... EUA sofre hoje com: imigração ilegal que foi permitida novamente, sequelas de lockdown ridículos da pandemia, leis que permitem furtos de até 1mil dol, e se você for observar, a pobreza aparece nos estados governados por democratas. Então é fácil ver que o governo do SleepyJoe Biden, desagrada e muito, não apenas ao mercado/economia interna, mas ao povo em geral tbm!!
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail