📖 Guia da Temporada de Balanços: Saiba as melhores ações escolhidas por IA e lucre no pós-balançoLeia mais

Dólar e Ibovespa hoje: o que esperar dos negócios na B3 nesta sexta

Publicado 14.06.2024, 09:11
© Reuters
USD/BRL
-
PBR
-
ESU24
-
CL
-
1YMU24
-
NQU24
-
VALE
-
PETR4
-
iBOV
-

Investing.com – Os investidores repercutem falas de ministros do governo após aumento na desconfiança no mercado, indicando agenda para revisão de gastos. O ajuste nas contas somente via aumento da receita vinha sendo amplamente criticado, pressionando ativos em bolsa e o dólar.

Após o Congresso devolver proposta de compensação das perdas com a desoneração da folha de pagamentos, analistas apontaram para um contexto de maior fraqueza do atual ministro da Fazenda, Fernando Haddad. Ontem, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu Haddad e afirmou que a busca de uma solução caberia agora ao Senado e aos empresários.

Com o impasse, o líder do governo no Senado, Jaques Wagner (PT-BA), elencou algumas medidas estudadas compensar a perda de arrecadação de R$17 bilhões, incluindo multas aplicadas por agências reguladoras, depósitos judiciais, repatriação de valores, taxação de compras internacionais de até US$50, entre outros, noticiou o Poder 360.

No cenário internacional, o Japão manteve suas taxas de juros estáveis, acionistas da Tesla (NASDAQ:TSLA) aprovaram pagamento de US$56 bilhões a Elon Musk, enquanto a Adobe (NASDAQ:ADBE) foi impulsionada após a companhia, que possui produtos como o Photoshop e Premiere, revisou para cima o guidance anual.

Às 9h07 (de Brasília), Nasdaq 100 Futuros recuava 0,26%, S&P 500 Futuros perdia 0,50% e o Dow Jones Futuros registrava baixa de 0,76%. O Ibovespa Futuros estava em baixa de 0,13% e o dólar hoje subia 0,04% a R$5,3664.

O Petróleo WTI Futuros, referência nos Estados Unidos, estava em alta de 0,34%, a US$78,89, o Petróleo Brent Futuros registrava retração de 0,47%, a US$83,14.

As ADRs da Vale (NYSE:VALE) estavam em queda de 0,62% na pré-abertura, a US$11,25, e as da Petrobras (NYSE:PBR) recuavam 0,51%, a US$13,73.

Notícias do dia

Cortes no orçamento — O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, afirmou que deve trabalhar para realizar uma "revisão ampla, geral e irrestrita" das propostas para cortar gastos do governo.

Mais Médicos — O governo federal reajustou o salário de profissionais do Mais Médicos em 8,4%, informou o Poder 360.

IBC-Br — O Índice de atividade econômica (IBC-Br) do Banco Central brasileiro, um sinalizador do Produto Interno Bruto (PIB), subiu 0,01% em abril, abaixo da expectativa de consenso, que era de uma alta de 0,45%. O indicador caiu 0,34% no mês de março.

Agenda do dia

Roberto Campos Neto — Despachos internos em São Paulo. Reunião com representantes do Banco Central e da Embaixada da Áustria.

Luiz Inácio Lula da Silva — Cerimônia de boas-vindas ao Papa Francisco, aos chefes de Estado e de Governo dos países do segmento externo da Cúpula do G7 e aos representantes de organizações internacionais convidadas. Sessão de trabalho do G7 + países convidados e organizações internacionais sobre Inteligência Artificial, Energia, África e Mediterrâneo.

Fernando Haddad — Reunião com Isaac Sidney, Presidente da Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN).

Notícias corporativas

Petrobras (BVMF:PETR4) — A estatal de petróleo encerrou processo competitivo para venda de parcela detida pela companhia na Metanor, segundo o Infomoney.

Banco do Brasil (BVMF:BBAS3) — A instituição financeira repassou R$110,2 milhões em crédito a produtores rurais do Rio Grande do Sul em duas semanas, destacou o Estadão.

Braskem (BVMF:BRKM5) — A petroquímica acertou a venda de participação de 63,7% na Cetrel para com a Solví Essencis Ambiental e a Gerenciamento de Resíduos Industriais (GRI), com transação estimada em R$284 milhões.

B3 (BVMF:B3SA3) — O Conselho de administração aprovou pagamento de juros sobre capital próprio (JCP) de R$ 280 milhões, ou R$0,05108332 por ação.

Vibra Energia (BVMF:VBBR3) — O Conselho de Administração aprovou a emissão de R$1,3 bilhão em debêntures e prazo de sete anos, segundo fato relevante.

**

Precisa de ajuda para navegar nos mercados? InvestingPro é para você!

Seja você busca conquistar orientações sobre investimentos ou procura por ferramentas que permitam escolher as ações corretas do Ibovespa por conta própria, o InvestingPro tem algo a oferecer.

Você encontrará estratégias de IA, indicadores exclusivos, dados financeiros históricos, notícias profissionais e muitos outros serviços para sempre manter uma vantagem nos mercados e saber quais ações comprar e quais evitar.

Você tem direito a um desconto espetacular na compra das poderosas ferramentas do InvestingPro. Como leitor deste artigo, damos-lhe o código INVESTIR para adquirir a sua assinatura com um desconto adicional de 10% sobre os preços promocionais em vigor.

1 ano de InvestingPro
1 ano de InvestingPro+
2 anos de InvestingPro
2 anos de InvestingPro+

Veja como aplicar o cupom no vídeo abaixo

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.