📖 Guia da Temporada de Balanços: Saiba as melhores ações escolhidas por IA e lucre no pós-balançoLeia mais

Grupo de acionistas do Credit Suisse favorável a ação climática mais rápida duplica de tamanho

Publicado 25.04.2022, 16:57
© Reuters. Agência do banco Credit Suisse em Zurique, Suíça
03/11/2021
REUTERS/Arnd WIegmann
CSGN
-
LGEN
-

Por Simon Jessop e Brenna Hughes Neghaiwi

ZURIQUE, Suíça (Reuters) - O grupo de investidores do Credit Suisse (SIX:CSGN) que pressiona por uma ação climática mais rápida do banco suíço mais que dobrou de tamanho, elevando a pressão sobre a instituição antes da assembleia anual de investidores marcada para sexta-feira.

O Credit Suisse, junto com outros grandes bancos, está sob pressão de investidores para interromper o financiamento a projetos que utilizem combustíveis fósseis como forma de limitar o impacto das mudanças climáticas e ajudar as empresas a se afastarem de uma economia dependente de alta emissões de carbono.

Onze acionistas do Credit Suisse apresentaram uma resolução em março pedindo ao banco que reduza a exposição a ativos vinculados a combustíveis fósseis. Esse grupo, com 2,4 trilhões de dólares em ativos, inclui a maior gestora da Europa, a Amundi.

O Credit Suisse decidiu estabelecer novas metas para redução de emissões relacionadas à carteira de empréstimos, mas os investidores disseram que isso não é suficiente.

Agora, outros acionistas, incluindo Legal & General (LON:LGEN) Investment Management e Aviva Investors, juntaram-se ao grupo anterior, planejando apoiar a resolução climática.

O total agora é de 31 investidores, com ativos combinados sob gestão de mais de 5 trilhões dólares, que pré-declararam apoio à medida.

"Dado o risco sistêmico representado pelas mudanças climáticas, é essencial que empresas como o Credit Suisse adotem ações mais rápidas para garantir que sejam parte da solução”, disse Jane Firth, chefe de investimento responsável da Border to Coast.

"Ao apoiar esta resolução de acionistas, esperamos ver o Credit Suisse tomando medidas tangíveis para assegurar que suas divulgações e metas cubram todas as atividades do mercado de capitais, garantindo que (o banco) esteja em um cronograma consistente com o acordo de Paris."

O segundo maior banco da Suíça enfrentará questões em várias frentes na assembleia de sexta-feira. Empresas que prestam assessoria a investidores recomendaram a rejeição do pedido do conselho de livrar diretores da responsabilidade legal em relação ao ano financeiro de 2020 por uma série de escândalos vividos pelo grupo financeiro. Outro grupo de acionistas busca uma auditoria especial sobre as ações tomadas pelo banco.

© Reuters. Agência do banco Credit Suisse em Zurique, Suíça
03/11/2021
REUTERS/Arnd WIegmann

O Credit Suisse também alertou que reportará prejuízo de primeiro trimestre. Os resultados serão divulgados na quarta-feira.

O Norges Bank Investment Management, o fundo soberano da Noruega, disse que apoiará a auditoria especial e rejeitará a isenção de responsabilidade dos executivos do Credit Suisse em 2020.

(Por Simon Jessop e Brenna Hughes Neghaiwi)

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.