Garanta 40% de desconto
🚀 Ações escolhidas por IA em alta. PRFT com alta de +55% em 16 dias. Não perca as ações de junho!Acessar lista completa

Mercedes-Benz reforçará segmento de motores a combustão diante de desaceleração da demanda por veículos elétricos

Publicado 22.02.2024, 12:35
© Reuters. Logo da Mercedes-Benz em salão automotivo em Bangcoc, na Tailândia
22/03/2022 REUTERS/Athit Perawongmetha
MBGn
-
MBGAF
-
DTGGe
-

Por Victoria Waldersee

STUTTGART (Reuters) - A Mercedes-Benz reduziu nesta quinta-feira as expectativas sobre a demanda de veículos elétricos e disse que atualizará sua linha de motores a combustão até a próxima década, tornando-se a mais recente montadora a sinalizar um apetite mais lento do que o esperado por carros movidos a eletricidade.

A empresa agora espera que as vendas de veículos eletrificados, incluindo híbridos, representem até 50% do total até 2030, um grande retrocesso em relação à ambição anterior de se preparar para vendas totalmente elétricas até 2030, que estava condicionada a condições de mercado favoráveis.

O presidente-executivo da montadora, Ola Kaellenius, advertiu, no final do ano passado, que mesmo a Europa provavelmente não estaria pronta até 2030 para uma linha totalmente elétrica, com vários estudos mostrando que os clientes estavam se retraindo por uma série de razões, incluindo a falta de infraestrutura de recarga e de modelos elétricos atraentes.

Kaellenius disse que a Mercedes-Benz quer que clientes e investidores saibam que a montadora está bem posicionada para continuar produzindo carros com motor a combustão e que está pronta para atualizar essa tecnologia até a próxima década.

Os planos atuais da fabricante para atualizações significam que "é quase como se tivéssemos uma nova linha em 2027 que nos levará até a década de 2030", disse Kaellenius.

As ações da montadora de luxo subiram 5,9% após a notícia, também apoiadas por um programa de recompra de ações de 3 bilhões de euros revelado na quarta-feira.

INCERTEZA À FRENTE

Embora as montadoras e os fornecedores estejam apostando alto na demanda futura por veículos elétricos, o investimento em capacidade e desenvolvimento de tecnologia ultrapassou a demanda real, aumentando a pressão sobre as empresas para cortar custos.

O crescimento econômico mais lento, os gargalos da cadeia de suprimentos e as tensões comerciais envolvendo China, Estados Unidos e União Europeia também pesaram sobre as perspectivas da Mercedes-Benz para 2024, disse a montadora, prevendo retornos mais baixos sobre as vendas em sua divisão de carros e vans.

As vendas do primeiro trimestre provavelmente ficarão abaixo do nível do ano anterior, disse a empresa.

Espera-se que as vendas de veículos eletrificados, incluindo híbridos, permaneçam em aproximadamente entre 19% e 21% do total, disse a Mercedes-Benz, em linha com os relatórios do setor sobre o crescimento mais lento da demanda por veículos elétricos.

A montadora de carros de luxo relatou um retorno ajustado sobre as vendas em sua divisão de carros de 12,6% para 2023, em linha com sua previsão, já que a inflação e os custos relacionados à cadeia de suprimentos, bem como a escassez de componentes, afetaram seus lucros.

Para 2024, a empresa disse que esperava um retorno ajustado menor, de 10% a 12% para carros e de 12% a 14% para vans, abaixo dos 15,1% do ano passado.

© Reuters. Logo da Mercedes-Benz em salão automotivo em Bangcoc, na Tailândia
22/03/2022 REUTERS/Athit Perawongmetha

A empresa aumentou seu preço médio em 2%, para 74.200 euros, e elevou os gastos com pesquisa e desenvolvimento de tecnologias futuras, como a plataforma MB.OS.

Os lucros do grupo antes de juros e impostos caíram para 19,7 bilhões de euros em relação aos 20,5 bilhões de euros do ano passado, apesar do aumento de 2% na receita.

(Reportagem adicional de Joe White e Christoph Steitz)

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.