Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Últimas Notícias

Avenue Securities recebe aporte de R$150 mi liderada pelo SoftBank

Dia de Inflação Americana

br.investing.com/analysis/dia-de-inflacao-americana-200442527
Dia de Inflação Americana
Por Julio Hegedus Netto   |  10.06.2021 08:53
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 

O IPCA de maio, mais elevado do que o esperado, acendeu uma luz sobre a possibilidade de um ajuste mais rigoroso da taxa Selic nas próximas reuniões do Copom. Na da semana que vem, já parece “precificada” a tendência de um ajuste de 0,75 ponto percentual, a 4,25%. Para a de agosto, no entanto, já se fala num ajuste igual, com a Selic indo a 5,75% e não 5,5%, como previsto por esta Consultoria. 

Diante disso, os “prêmios” embutidos na curva de juro, ontem, acabaram maiores, assim como maior foi a valorização do dólar, pela possibilidade de redução no diferencial de juros doméstico e externo. E tudo isso aconteceu antes do CPI americano, a ser divulgado nesta quinta-feira, dia 10, importante no “balizar” dos próximos passos do Fed.

Ao fim do dia o dólar terminou a R$ 5,0692, com valorização de 0,69%, depois de chegar a R$ 5,0863 ao longo do dia. No mercado de treasuries, no entanto, o comportamento do dia foi de queda, com os treasuries de 10 anos recuando diante do leilão de bônus com demanda acima da média. Já o Ibovespa chegou a se recuperar ao longo do dia, da realização do dia anterior, mas perdeu força ao final e fechou em alta de 0,09%, a 129.906.

Sobre o IPCA de maio, veio mais forte do que o esperado, 0,83%, em 12 meses acumulando 8,06%, o que levou a curva de juros a "se inclinar" e projetar um aperto monetário mais forte em 2021 e 2022. Junto a isso, colocou em dúvida o uso do termo “parcial”  no comunicado do Copom da semana que vem, no que se refere ao “processo de normalização da taxa Selic”. No comportamento do índice do IBGE, os núcleos também vieram mais pressionados, e os serviços passaram de 0,08% para 0,32%, o que também preocupa o BACEN. Neste contexto, já há casas prevendo o IPCA acima de 6,0% ao fim deste ano, o que pode “contaminar” as expectativas para 2022. 

Isso posto, crescem os que defendem retirar do comunicado do Copom, na semana que vem, o termo “parcial”, no esforço de deixar ancoradas as expectativas de um desaceleração da inflação no ano que vem, e do movimento atual ser “transitório”, reflexo da reabertura da economia e da falta de insumos em algumas cadeias globais de produção. 

Neste cenário, na reunião do Copom da semana que vem a taxa de juros deve ser ajustada em 0,75 ponto percentual, não sendo surpresa se repetir a dose em agosto. As chances, antes em 60%, agora subiram a 80%. 

No mercado global de moedas, o dólar deu uma esticada ontem, frente às emergentes, diante da perspectiva de CPI mais elevado e correção de rota do Fed. 

Só não foi maior pelo IPCA mais elevado, o que sinaliza um juro mais elevado por aqui e a manutenção do diferencial de juro interno e externo. E isso acontece num cenário em que o saldo cambial de maio foi negativo em US$ 1,8 bilhão. 

Por outro lado, importante observar o Sol no Peru, moeda com pior desempenho mundial, diante da vitória do candidato populista de esquerda do PERU LIBRE, Pedro Castillo. Por lá, o dólar disparou 2,5%. Além disso, no Brasil o ambiente anda mais calmo, o que vem valorizando o real frente ao dólar, já que a atividade econômica surpreende positivamente e a arrecadação federal responde bem. Outro indicador em destaque é a balança comercial, prevista neste ano em torno de US$ 80 bilhões, em muito, pelas exportações de agronegócio. 

Na agenda de hoje, o CPI deve vir em torno de 0,4% a 0,6%, elevando a taxa anualizada a até 4,8%. Este repique se explica pelos gargalos nas cadeias produtivas, bem como pela base de comparação mais fraca. O Fed acha que esta alta pode ser transitória, mas muitos já começam a discordar, achando que deve se perpetuar nos próximos meses, o que deve levar o Fed a mudar o seu discurso. No mercado de treasuries, por um leilão em boa demanda, os títulos de 2 anos fecharam a 0,148%, os de 10 anos recuaram a 1,488% e os de 30 anos a 2,169%. Já o dólar, pelo índice DXY, subiu 0,05%, a 90,120 pontos. 

Lembremos que nesta quinta-feira, dia 10, ainda teremos a decisão do BCE, com Christine Lagarde defendendo a estabilidade da política de manutenção na compra de ativos e de juro. Por outro lado, o BCE deve rever suas projeções de crescimento. 

Na próxima semana, o Copom deve vir com o ajuste de 0,75 ponto percentual, a 4,25% ao ano, mas deve retirar do comunicado a menção "normalização parcial".

Achamos que o IPCA deve terminar o ano acima do teto da meta por causa da seca, pressionado pelas tarifas de energia elétrica (bandeira vermelha). No Copom de agosto, a elevação da Selic deve ser também de 0,75 pontos, a 5,75%, evitando o "efeito de segunda ordem do choque de preços e colocando a inflação na meta no ano que vem". 

A pesquisa Focus desta semana trabalhava com o IPCA em ajuste de 5,31% para 5,44%, acima do teto da meta de 2021 (5,25%). A projeção para 2022 passava de 3,68% para 3,70%, acima do centro da meta, 3,50%. Há casas que trabalham até com a Selic a 6,5% neste ano.

Bom dia e bons negócios!

Dia de Inflação Americana
 

Artigos Relacionados

Julio Hegedus Netto
Foco na Reunião do Copom Por Julio Hegedus Netto - 03.08.2021 5

Os americanos se assustaram nesta segunda-feira, depois que o Tesouro retornou com o “teto de gastos” e operações emergenciais e um presidente do Fed colocou na conta a hipótese do...

Dia de Inflação Americana

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail