Libere dados premium: até 50% de desconto InvestingProGARANTA JÁ SUA OFERTA

Grandes Empresas da Cannabis Sofrem Duro Golpe, Mas Recuperam Parte das Perdas

Publicado 01.02.2022, 14:20
NDX
-
WEED
-
HEXO
-
CGC
-
HEXO
-
TLRY
-
TRUL
-
TCNNF
-
CURA
-
CURLF
-
TLRY
-

Podemos dizer que foi uma segunda-feira de recuperação.

Porque foi justamente isso o que aconteceu com os maiores nomes do setor da cannabis em ambos os lados da fronteira Canadá-EUA ontem. Mas nem todas as empresas recuperaram as quedas sofridas na semana passada.

E essa tem sido a história das ações da marijuana nos últimos dias. No fim da semana passada, a questão que os investidores se faziam era: será que as ações da maconha vão reverter a queda? Dado que o que se viu na semana passada foi mais um momento de punição para os mercados de cannabis.

Uma lista de grandes nomes do setor sofreu um duro golpe na semana passada, como Tilray (NASDAQ:TLRY) (TSX:TLRY), Canopy Growth (NASDAQ:CGC) (TSX:WEED), Trulieve Cannabis (OTC:TCNNF) (CSE:TRUL) e Curaleaf (OTC:CURLF) (CSE:CURA).

No caso das duas empresas americanas de maior destaque no setor – Trulieve e Curaleaf –, ambas registraram quedas de dois dígitos durante a última semana. Mas, ontem, repicaram.

A Trulieve registrou a maior derrapada, de quase 11%, fechando o pregão de sexta-feira a US$18,64. No fechamento de segunda-feira, entretanto, o papel valorizou-se mais de 6%, a US$19,70.

Trulieve semanal

Os investidores da Curaleaf testemunharam um padrão similar, com o papel desvalorizando-se cerca de 10% na última semana, fechando a sexta-feira a US$7,04. Mas, ao final da sessão de segunda-feira, o preço da ação recuperou um pouco mais de 3%, fechando a US$7,26.

Curaleaf semanal

Para as cultivadoras canadenses de cannabis, as oscilações não foram tão profundas, com os recuos da semana passada sendo mais do que compensados pelos ganhos de ontem.

Os papéis da Canopy Growth subiram um pouco mais de 10,5% na sessão passada, para US$8,04, um pouco acima das máximas registradas na última terça-feira, a US$7,69.

Canopy Growth semanal

Na segunda-feira, a ação da Tilray subiu mais de 8,5%, fechando a US$5,96, uma melhora em relação à máxima registrada na segunda-feira anterior que não conseguiu se firmar na semana passada.

Tilray semanal

Listagem da Hexo na Nasdaq em risco

A empresa canadense de cannabis Hexo Corp (NASDAQ:HEXO) (TSX:HEXO) recebeu ontem uma notificação oficial de que sua listagem na bolsa Nasdaq corria perigo, após ser negociada abaixo de US$1 por 30 pregões consecutivos.

A notificação equivale a um alerta e não tem efeito imediato sobre a listagem da companhia na bolsa, mas já começa a contar o período de 180 dias. Se a ação não começar a ser negociada acima do limiar de US$1 nesse tempo, que vai até 25 de julho, será deslistada.

Embora os papéis da Hexo tenham se valorizado quase 13% na Nasdaq ontem, fecharam a 56 centavos.

Hexo semanal

O aviso não afeta a listada da companhia na Bolsa de Valores de Toronto, onde também é negociada.

Tailândia torna-se primeiro país da Ásia a descriminalizar a maconha

A Tailândia se tornou o primeiro país da Ásia a avançar rumo à descriminalização da cannabis, mas diversas questões sobre como isso irá funcionar ainda permanecem.

O ministro da saúde do governo tailandês retirou a maconha da lista de drogas controladas. O próximo passo será deslistar a substância da sua agência de vigilância sanitária, o que deve ocorrer mais tarde neste ano. Ainda não se sabe ao certo é se a posse de marijuana para fins recreativos será considerada crime.

Em 2020, a Tailândia tornou-se o primeiro país asiático a descriminizalizar a produção e o uso da marijuana para uso medicinal. Esse último movimento é visto como o primeiro passo para o desenvolvimento da indústria da cannabis, com o objetivo de melhorar os usos medicinais, bem como outros benefícios à saúde menos definidos que podem estar associados ao uso recreativo.

De acordo com a mídia local, um porta-voz do governo disse que um dos objetivos para a flexibilização das restrições era “gerar renda para o povo”.

Últimos comentários

Carregando o próximo artigo...
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.